Maior Vaquejada de Macaíba é no Parque Otaviano Pessoa!

O evento ocorrerá entre os dias 8 e 11 de março e serão distribuídos nada menos do que R$ 100 mil reais em premiação.
Foto: Divulgação/Parque Otaviano Pessoa

Reconhecido nacionalmente como um dos principais Parques de Vaquejada do país, o Parque Otaviano Pessoa estará promovendo, entre os dias 8 e 11 de março, uma mega-vaquejada com nada menos do que R$ 100 mil reais em premiação, que será distribuído para os principais atletas das seguintes categorias: profissional, amador e aspirante.

E para abrilhantar este grande evento, o Parque Otaviano Pessoa estará trazendo três atrações de peso, quais sejam, Márcia Felipe, Xandi Aviões e Mano Walter, que irão se apresentar no dia 10, no tradicionalíssimo Terreiro da Vila. Os ingressos podem ser adquiridos através do Alô Ingressos, no seguinte link: www.aloingressos.com.br/vaquejada-de-macaiba

Foto: Divulgação/Terreiro da Vila

“Até final da nossa gestão, quero toda cidade iluminada por lâmpadas de led”, afirma prefeito de São Gonçalo

Macaíba seguirá o exemplo de São Gonçalo ou continuará com a iluminação da década de 70? 
Paulinho Emídio, prefeito de SGA (Foto: Reprodução/Facebook)

O prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulinho Emídio, publicou um vídeo em seu perfil no Facebook no qual ele afirma que, até o final de sua gestão, toda a cidade será iluminada por lâmpadas de led.

De acordo com a assessoria do prefeito, já passava das 22h quando Paulinho foi ao bairro Jardim Lola acompanhar a execução da primeira etapa do projeto, que está sendo inaugurada hoje.

A pergunta é: E Macaíba, seguirá o exemplo de São Gonçalo ou continuará com a iluminação da década de 70?

Vale lembrar que, no ano passado, o vereador Igor Targino apresentou um projeto de lei para substituir todas lâmpadas da cidade por lâmpadas de led. O principal argumento usado pelo parlamentar foi a economia que essas lâmpadas iriam gerar para os cofres do município. Abaixo, assista à publicação de Paulinho Emídio.

#MaisSeguranca Iniciamos a troca de lâmpadas comuns por luminárias de led na iluminação pública da cidade. Jardim Lola está sendo contemplada nessa primeira etapa dos “principais corredores” da nossa cidade. Amanhã vamos estar aqui novamente, no Jardim Lola, inaugurando essa fase inicial e anunciando as novas etapas. Mas já adianto que até final da nossa gestão quero toda cidade iluminada por lâmpadas de led.

Posted by Paulinho Emidio on Thursday, January 18, 2018

Emídio Jr. e Edivaldo Emídio se reúnem com comandante do 11º Batalhão da PM

A reunião teve como objetivo solicitar melhorias para segurança pública de Macaíba.
Foto: Assessoria/Emídio Jr.

Na manhã desta quinta-feira (18), o vereador Emídio Jr. e o ex-vereador Edivaldo Emídio estiveram reunidos com o comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar, Ten.-cel. Marlon de Góis Bay, a fim de pedir melhorias para segurança pública de Macaíba, uma vez que a insegurança tem aumentando em nosso município.

“Os bandidos estão cada vez mais ousados. A prova disso foi o arrastão que aconteceu essa semana numa granja do povoado de Lamarão, onde os bandidos roubaram praticamente tudo, deixando as famílias até sem ter o que comer. O nosso propósito junto ao comandante foi, justamente, para reivindicar um maior patrulhamento tanto na cidade, como também na zona rural, pois a situação está cada vez pior”, afirmou Emídio Jr.

De acordo com Emídio, no momento em que eles aguardavam para falar com o comandante, uma coisa que ficou evidente foram os problemas de infraestrutura do prédio onde funciona o Batalhão, cuja responsabilidade é da Prefeitura de Macaíba. Segundo ele, o prédio está precisando de uma reforma urgente.

“Atualmente, a única coisa que a Prefeitura faz para ajudar o trabalho dos policiais é pagar o aluguel do prédio onde funciona o Batalhão. Acontece que esse prédio está com diversos problemas de infraestrutura como, por exemplo, fungo, mofo, instalação elétrica e hidráulica com defeito e uma porta quebrada”, finalizou.

Problemas de infraestrutura do 11º Batalhão

 

Rombo de R$ 2,8 bilhões expõe erros de Robinson Faria

O Macaíba News reproduz excelente matéria do Blog do Barreto sobre o déficit bilionário nos cofres do Estado.
Governador da insegurança: Robinson Faria

O jornal O Estado de S. Paulo publicou matéria sobre a crise nos estados e o Rio Grande do Norte aparece como protagonista por ser o dono do maior rombo nas contas públicas.

Segundo a reportagem, que se arvora de ter solicitado uma consultoria especialista em contas públicas Raul Velloso, o Rio Grande do Norte nos tempos de Rosalba Ciarlini tinha superávit de R$ 4 bilhões acumulados em quatro anos. Nos três primeiros anos de Robinson Faria (PSD) são R$ 2,8 bilhões.

Na reportagem, o secretário estadual de planejamento Gustavo Nogueira culpou o déficit previdenciário. De fato, o problema existe. O Rio Grande do Norte precisava de 4 ativos para um inativo. Hoje a paridade é de uma para um. A previdência fica insustentável assim e tende a piorar.

A saída seria desenvolver o Estado para aumentar as receitas. Isso não acontece por causa de nossa classe política vocacionada a assuntos menores.

Mas um número que é fatal para Robinson: o aumento dos repasses aos poderes. Ele chegou a dizer que barrou a escalada dos poderes.

O Portal Agora RN trouxe uma reportagem que vai na jugular do discurso do Governo Robinson: o aumento dos duodécimos chegou a ser de 110% nos últimos oito anos e isso inclui a gestão dele.

Está muito clara que a tentativa de jogar a conta nas costas dos servidores não se conecta com a condição de causa exclusiva para os problemas do Rio Grande do Norte.

Abaixo o crescimento dos repasses aos poderes publicados pelo Agora RN:

Foto: Reprodução/Agora RN

Ricardo Motta acumula salário e aposentadoria como deputado na Assembleia

Deputado estadual desde os anos 1980, dentre outras coisas, Motta embolsa todo mês R$ 25.322,25 de salário de deputado e mais R$ 24.346,70 de aposentadoria.
Deputado estadual Ricardo Motta (Foto: Reprodução/ALRN

Matéria publicada originalmente no Blog do Barreto

O deputado estadual Ricardo Motta (PSB) deveria estar afastado do cargo, mas, no dia 24 de outubro, por 19 votos a um os colegas dele permitiram que o nobre parlamentar seguisse no mandato aproveitando-se da brecha aberta pela gambiarra jurídica do Supremo Tribunal Federal (STF) para salvar Aécio Neves do afastamento.

O afastamento meia boca (visto que o deputado continuava recebendo salários) proibia o parlamentar de pôr os pés na Assembleia Legislativa desde junho de 2017. O “Estradeiro”, como é conhecido, é alvo da “Operação Candeeiro” que o acusa de desviar R$ 19 milhões com ajuda de apadrinhados indicados por ele no Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) durante o Governo Rosalba Ciarlini, atual prefeita de Mossoró.

Apesar de tudo isso, Motta além de receber os R$ 25.322,25 de salário de deputado embolsa mais R$ 24.346,70 como aposentado da casa. Ex-servidor do extinto Bandern, “Motinha”, outro apelido do deputado, aparece no Portal da Transparência como assessor técnico administrativo. Deputado estadual desde os anos 1980, ele entrou no “trem da alegria” dos anos 1990 e foi nomeado por meio de atos secretos que são investigados pelo Ministério Público desde 2012.

Os super-salários acumulados pelo deputado Ricardo Motta (Foto: Reprodução/Blog do Barreto

O processo, como os leitores do Blog do Barreto já sabem, está se arrastando há anos e chegou a ser declarado prescrito pelo Tribunal de Justiça.

O deputado deveria estar afastado, mas que em vez disso acumula salários, está prestes a aprovar o pacote de medidas do governador Robinson Faria (PSD), a quem ajudou como primeiro-secretário (segundo cargo mais importante da mesa diretora) e sucedeu no comando da Assembleia Legislativa. Entre os projetos estão dois que atingiriam em cheio o parlamentar: 1) o impedimento de acumulo de vencimentos; 2) a demissão de quem é aposentado e servidor estadual da ativa ao mesmo tempo.

Isso, claro, se o STF não acatar até lá o pedido da Procuradoria-geral da República para reverter a decisão da Assembleia que trouxe o deputado de volta ao legislativo estadual.

Governo do RN testa o novo sistema de videomonitoramento da Região Metropolitana de Natal

O teste chamado de ‘prova de conceito’ é uma etapa do processo licitatório para contratação do videomonitoramento de cidades da grande Natal que foi concluída na última quarta-feira (03)
Foto: Reprodução/Governo do RN

O Governo do Estado realizou hoje (3) os primeiros testes para o novo sistema que vai monitorar toda a região metropolitana de Natal com câmeras de alta tecnologia, capazes de detectar e verificar, em tempo real, as placas de todos os veículos que passem nos pontos cobertos.

O teste chamado de ‘prova de conceito’ é uma etapa do processo licitatório para contratação do videomonitoramento de cidades da grande Natal que foi concluída nesta quarta-feira. Esta fase engloba Natal, Extremoz, Ceará-Mirim, Macaíba, Parnamirim e São José de Mipibu. O Governo do RN, por meio do projeto Governo Cidadão, realizou o teste dos equipamentos com monitoramento em tempo real do tráfego na Rota do Sol nesta tarde, sob supervisão da comissão de avaliação da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed-RN).

O tenente-coronel PM Constantino Emiliano, coordenador do projeto de videomonitoramento, explicou que esta é uma fase importante para aferir se a empresa participante do certame preenche o requisito exigido pelo Governo para realizar o serviço. “Será mais um equipamento para reforçar a nossa Segurança Pública e captar imagens de pessoas e veículos em situação delituosa”, descreve.

O investimento com recursos do acordo de empréstimo com o Banco Mundial visa fortalecer o CIOSP e sua integração de dados. Serão compradas 140 câmeras móveis e 80 fixas, que serão instaladas em Natal, Extremoz, Ceará-Mirim, Macaíba, Parnamirim e São José de Mipibu, permitindo um controle e monitoramento urbano, como também a fiscalização da circulação de veículos e entorno de eventos. Uma vez implantado, o sistema será integrado ao CIOSP.

Além disso, as câmeras irão atuar na prevenção do crime através da identificação de veículos cadastrados como suspeitos, procurados ou sem os motoristas habituais. Os equipamentos terão automação no processo de identificação imediata e busca de irregularidades relacionadas à placa de veículos automotores em pontos de fiscalização como: veículos furtados, com placas clonadas ou inexistentes; veículos não licenciados; veículos com mandado de busca e apreensão; veículos de transporte coletivo clandestino; controle de Circulação de Mercadorias.

Para o coordenador do projeto Governo Cidadão, Vagner Araújo, é mais um avanço no combate à criminalidade no Rio Grande do Norte. “O Governo do RN está investindo em equipamentos de ponta que serão operados pelas nossas polícias, com o objetivo de ampliar as ações de prevenção aos crimes na região metropolitana de Natal”, destacou.

Cursinho do DCE está com inscrições abertas para as turmas de 2018

As inscrições devem ser feitas de 9 a 12 de janeiro, na sede do cursinho, localizada no setor I da UFRN.

O curso preparatório do Diretório Central do Estudante (DCE), promovido e coordenado por estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do norte (UFRN), está com inscrições abertas para o semestre letivo de 2018.1 para bolsistas ou estudantes regulares, a partir de janeiro de 2018.

Para concorrer à bolsa, os candidatos devem apresentar na sede do cursinho, localizada no setor I da UFRN, histórico escolar comprovando que estudou o ensino médio completo em escola pública, comprovante de renda familiar e carta escrita a próprio punho justificando interesse em entrar no Cursinho do DCE. As inscrições devem ser feitas de 9 a 12 de janeiro.

Já para se matricular como aluno regular basta apresentar, a partir do dia 15 de janeiro, RG, CPF e comprovante de residência. Não há necessidade de cópias. Os valores e datas para início das aulas serão divulgados em breve.

Mais informações estão disponíveis na página do curso no Facebook ou pelo telefone (84) 3215-3324.

Nicolelis suspende projeto de educação científica após corte de verbas pelo MEC

O projeto foi suspenso nas escola Alfredo J. Monteverde em Natal e Macaíba.
Foto: Ascom Instituto Santos Dumont

O Macaíba News reproduz, parcialmente, excelente matéria da agência de notícias Saiba Mais

No apagar das luzes de 2017, mais um projeto de Educação e Ciência foi suspenso por falta financiamento federal. Dessa vez, o ataque atingiu 1.400 alunos do 6º ao 9º ano em escolas públicas de Natal e Macaíba, no Rio Grande do Norte; e em Serrinha, na Bahia. O Instituto Santos Dumont, dirigido pelo neurocientista Miguel Nicolelis, anunciou a suspensão por tempo indeterminado dos Centros de Educação Científica que promoviam oficinas a estudantes do ensino fundamental II na rede pública de ensino, além de formação continuada de educadores e gestores de escolas públicas parceiras do projeto. As oficinas suspensas contemplavam ciência e tecnologia, física, química, robótica, biologia, meio ambiente, história, arte e comunicação. Ao todo, 55 profissionais perderam o emprego, entre professores e funcionários do projeto.

O ISD divulgou uma nota em 12 de dezembro anunciando a suspensão das atividades. A justificativa alegada foi “ajuste no orçamento 2018 pelo Governo Federal”. O detalhe é que, ainda segundo o comunicado oficial do Instituto, a própria comissão de acompanhamento e avaliação do contrato de gestão recomendou, em relatório divulgado em novembro, a renovação do acordo para o período de 2018 a 2022.

Em e-mail encaminhado na manhã desta terça-feira (2) à agência Saiba Mais, o Ministério da Educação (MEC) negou que tenha havia cancelamento de repasse para o Instituto e explicou que um novo contrato de gestão está sendo elaborado com base no orçamento 2018. Segundo o MEC, de 2014 a 2017 foram repassados R$ 72,5 milhões ao ISD. Além dos Centros de Educação Científica, o Governo Federal também financia as atividades do Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS) e do Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (CEPS), em Macaíba (RN). Por meio da assessoria de imprensa, o ISD informou que não há previsão de repasse do MEC em 2018 para as atividades suspensas.

De acordo com o o Instituto, o orçamento somado das três unidades do Centro de Educação Científica em Natal, Macaíba e Serrinha foi de R$ 7,5 milhões em 2017. Um cálculo superficial aponta que o custo mensal médio de cada unidade seria de aproximadamente R$ 210 mil. Entre 2014 e 2017, durante a execução do 1º Contrato de Gestão com o Ministério da Educação, 7.066 alunos de 102 escolas públicas, em sete municípios do Rio Grande do Norte e da Bahia, frequentaram os Centros de Educação Científica.

– Além disso, a equipe pedagógica dos CECs desenvolveu projetos de formação continuada de professores representantes das escolas parceiras e também de formação de gestores de escolas públicas. No período do primeiro Contrato de Gestão com o MEC (2014 a 2017), 62 profissionais representantes das escolas parceiras do Rio Grande do Norte e da Bahia integraram esse processo. Já no programa de formação de gestores houve a participação de 40 gestores, trabalho que atingiu 18 escolas, 10.407 alunos e 633 professores do Rio Grande do Norte.
(…)

Expediente da Prefeitura de Macaíba será de 6h corridas, a partir de segunda-feira (06)

A medida não é validade para os órgãos que prestam serviços de saúde, educação, fiscalização ou que tem parceria com outros entes da federação.
Brasão do Município de Macaíba

A partir desta terça-feira (2), a Prefeitura de Macaíba tem novo horário de expediente, das 8h às 14 horas, em turno ininterrupto, até o dia 16 de fevereiro de 2018. A alteração foi decretada pela administração municipal e publicada no Boletim Oficial do Município, nº 1400, de 27 de dezembro de 2017, por meio do decreto 1844/2017.

Não se inclui no decreto a prestação de serviços de saúde, educação e de fiscalização, que não possam ser prestados no horário anteriormente citado, como também, a execução de programas financiados por outros entes da federação, que dispõem de carga horária diversa.

Assecom-PMM

Em qual parte do juramento diz que os policiais e bombeiros têm que trabalhar de graça pro Governo?

Trabalhar de graça pro Governo Claúdio Santos não quer!
Policiais civis do Rio Grande do Norte se apresentaram na Delegacia Geral de Polícia, na manhã desta quarta-feira (3), em Natal, para serem presos (Foto: Ediana Miralha/Inter TV Cabugi)

Por Jefferson Lázaro, editor do Macaíba News

Em qual parte do juramento dos policiais civis e militares, bem como dos bombeiros militares, fala que eles têm que trabalhar de graça pro Governo?

Ou os Direitos Fundamentais da Pessoa Humana não se aplica aos policiais e aos bombeiros militares?

E se fosse o salário dos desembargadores que estivesse atrasado – lembrando que muitos deles ganham acima do teto constitucional – será que eles iriam trabalhar de graça, apenas por amor a Pátria, como ordenou Cláudio Santos ao policiais e bombeiros?

E por falar nesse cidadão, vale a pena ler a excelente matéria do blog do Barreto, na qual o jornalista Bruno Barreto denuncia o salário pornográfico* de R$ 44.155,37 reais, que ele recebe para dá ordens estapafúrdias como essa dessa semana. Vejam:

Salário de Cláudio Santos em Outubro é superior ao que a UERN investe por mês em uma turma de medicina: //blogdobarreto.com.br/salario-de-claudio-santos-em-o…/

*Leia-se indecente