Emídio Júnior: “Os alunos são do município de Macaíba ou do Japão?”

O vereador fez duras críticas ao prefeito por não ter interesse de renovar o convênio do transporte escolar com o Governo do Estado. Ele também falou sobre o programa Corte de Terra 2018.
Foto: Assessoria/Emídio Jr.

Além do tema Segurança Pública, o vereador Emídio Jr. abordou dois outros temas na sessão legislativa ocorrida ontem (28), na Câmara Municipal, a saber: a falta de transporte escolar para os estudantes da rede estadual e o programa Corte de Terras 2018. Em ambos os temas, o vereador fez duras críticas ao Poder Executivo, principalmente pelo fato do prefeito não ter interesse de renovar o convênio do transporte escolar com o Governo do Estado.

 

“Não sei se o problema é político ou se é um sinal de rompimento, mas eu tenho certeza absoluta que quem tá pagando o pato é o alunato. Pelos amor de Deus, os alunos são do município de Macaíba ou do Japão? Quer dizer que eles vão vim numa carroça, montados num jumento? A responsabilidade é do Estado, mas não tinha o convênio funcionando direitinho, tudo organizado, e o município recebia por isso? Não era nem favor que o prefeito estava fazendo”, declarou.
Já a crítica do vereador em relação ao programa Corte de Terras, que foi anunciado ontem pela líder do Poder Executivo na Câmara, ver. Edma Maia, foi em relação ao atraso no início do programa, que, segundo Emídio, nada mais é que “uma malandragem da Prefeitura para querer economizar com o Corte de Terra”.
“Esse Corte de Terra já está para lá de atrasado. Se qualquer um dos senhores forem na zona rural hoje, já tem roça grande, porque no finalzinho de dezembro e início de janeiro quem tinha condições cortou a sua terra. Então, que se programe para o ano que vem, já que faz o cadastro antecipadamente. Pelo amor de Deus! Comece a cortar assim que cair a chuva, porque tenho certeza que o agricultor irá bater palma e agradecer. Eu acho, inclusive, que isso é uma malandragem da Prefeitura para querer economizar com o Corte de Terra, porque quando chegar lá, 40 ou 50 por cento do povo já têm cortado as suas terras”, finalizou.

Poucos com muito e muitos sem nada, afirmou Emídio Jr.

O parlamentar criticou o fato da Prefeitura de Macaíba não dá prioridade à segurança pública.
Foto: Assessoria/Emídio Jr.

Em seu pronunciamento na sessão dessa terça-feira (27), um dos temas abordados pelo vereador Emídio Jr. foi a reunião com o comandante geral da PM, na qual as autoridades macaibenses pleitearam melhorias na segurança pública de Macaíba. O vereador votou a cobrar mais empenho da Prefeitura para a questão da Segurança Pública.

“Quando a Prefeitura tem o interesse de ajudar, ajuda e muito. Não podemos jogar a culpa só para o Governo do Estado, não. Também temos que partilhar essa culpa”, afirmou.
Além disso, o vereador também destacou a parte na qual ele perguntou ao comandante geral sobre qual seria a opinião dele em relação a Guarda Municipal. Logo após, o prefeito e Sergio Cunha começaram a falar sobre o Rio de Janeiro.
“Eu indaguei ao comandante geral o que ele achava sobre a guarda municipal. Ele começou a dizer que achava bacana e, inclusive, tinha estatísticas que nos municípios onde existia guarda municipal auxiliava e muito a diminuir a criminalidade. Só que, infelizmente, eu não contava que o prefeito e Sérgio dizer e citar o exemplo do Rio de Janeiro. Meu Deus do céu, vamos esperar acontecer em Macaíba o que está acontecendo no Rio? Tem que vim intervenção federal?”, declarou.
Por fim, o parlamentar criticou o fato da Prefeitura de Macaíba não dá prioridade à segurança pública, uma vez que a única contribuição dada pelo Poder Executivo é o aluguel do prédio onde funciona o 11º Batalhão. O vereador sugeriu a Sergio Cunha que invista o dinheiro dos 28 cargos comissionados na segurança pública.
“Eu disse para ele o seguinte: você pega aqueles 28 cargos que foram criados no ano passado, tira, faz um desconto e investe na Segurança. Invista nesses pleitos que estamos levantando, porque a gente observa que é poucos com muitos e a maioria sem nada”, finalizou.

Depoimento do Vereador Emídio Jr. ao Comandante Geral da PM

A reunião contou com as presenças de representantes dos Poderes Executivo e Legislativo macaibense e do comandante do 11º Batalhão, Cel. Marlon de Góis.
Momento em que o vereador Emídio fala com o Cel. Osmar Maciel (Foto: Assessoria/Emídio Jr).

Na tarde de ontem (27), os representantes dos Poderes Executivo e Legislativo macaibense participaram de uma reunião com o comandante geral da Polícia Militar do RN, Cel. Osmar Maciel, na qual discutiram o problema da insegurança. O vereador Emídio Jr. estava presente e fez um sincero depoimento sobre a grave situação de insegurança na qual se encontra o município de Macaíba, sobretudo a zona rural.

“Vidas estão sendo ceifadas. As pessoas temem sair de casa, ir trabalhar, porque não tem mais hora do dia nem da noite para acontecer a criminalidade, que infelizmente assola não somente a zona rural, como também a zona urbana, mas a zona rural hoje está ainda mais desguarnecida”, relatou o vereador ao comandante geral. Assista:

Encaminhamentos:

Dentre as possíveis ações discutidas pelas autoridades para melhorar a segurança pública do município, estão: e a criação de um órgão específico de segurança pública na Prefeitura, bem como da criação da Guarda Municipal; o pagamento de diária operacionais; a criação de um disque denúncia exclusivo do 11º Batalhão; construção da sede do Batalhão da Polícia Militar; e a interligação do sistema de videomonitoramento da Prefeitura ao CIOSP.

Macaibenses participam de edição do Conexão Direta que homenageou Tavares de Lira

O Macaíba News reproduz, parcialmente, matéria publicada pelo TJRN sobre a audiência pública realizada no Fórum de Macaíba, nesta quinta-feira (22).
Público presente na audiência pública realizada nesta quinta-feira, no Fórum de Macaíba (Foto: Reprodução/TJRN)

Em prosseguimento ao novo ciclo de audiências públicas promovidas pela Corregedoria Geral de Justiça (CGJ) para debater o funcionamento do Poder Judiciário do Rio Grande do Norte, a Comarca de Macaíba recebeu, na tarde desta quinta-feira (22), no Auditório do Fórum Municipal Ministro Tavares de Lyra, a segunda Audiência Pública realizada pelo Órgão em 2018.

O primeiro Conexão Direta deste ano foi realizado às 10 horas da última terça-feira, (20), no auditório do Fórum Municipal Desembargador José Humberto Barbalho, na Comarca de Santo Antônio. O programa que busca promover o acesso e a melhoria da comunicação entre a população e o Judiciário nas comarcas do Estado.

Na Comarca de Macaíba, antes de iniciar a Audiência Pública, a memória do ministro Augusto Tavares de Lira (1872-1958), que dá nome ao Fórum Municipal, foi homenageada com a aposição de uma placa. A corregedora geral de Justiça, desembargadora Maria Zeneide Bezerra, destacou a importância de se preservar a memória de um personagem ilustre para a sociedade potiguar. Tavares de Lira foi um expoente de prestígio na política potiguar, tendo sido governador do Estado, senador e ministro da Justiça e Negócios Interiores do governo Afonso Pena e ministro da Viação e Obras Públicas no governo de Venceslau Brás.

“A memória é um dos alicerces que dão sentido à vida, entendida como elemento fundamental na formação da identidade cultural, individual e coletiva, na instituição de tradições e no registro de experiências significativas, deve ser valorizada. Preservar a memória de uma sociedade não significa atrelá-la ao passado e impedir o seu desenvolvimento, mas sim conservar seus pilares constituintes a fim de não perder conhecimentos e identidades, além de propagá-la para o futuro”, ressaltou a corregedora geral.

Sobre a homenagem concedida, ela afirmou: “A história deste fórum, inaugurado em 1987, traz em seu nome uma homenagem ao filho do senhor Feliciano Pereira de Lira Tavares e dona Maria Rosalina de Lira Tavares, ilustre filho desta terra, Augusto Tavares de Lira. (…) A aposição desta placa, doada por Dr. Francisco Anderson Tavares de Lyra, aqui representando toda a família do homenageado, imortaliza, portanto, sua história e importância às futuras gerações”, comentou.

Estudantes usam carroça para protestar contra a falta de transporte escolar em Macaíba

O protesto foi realizado em frente à Escola Estadual Doutor Severiano.

A imagem que marcou o dia de hoje foi o protesto de alguns estudantes da Escola Estadual Doutor Severiano contra a falta de transporte escolar para os estudantes das escolas estaduais de Macaíba, problema ocasionado pelo prefeito que não renovou o convênio com o Governo do Estado. São mais de 2 mil alunos prejudicados pela irresponsabilidade do prefeito. Abaixo, confira alguns desabafos da população sobre o caso:

 

Emídio Jr. fala de insegurança no primeiro pronunciamento de 2018

O vereador fala do principal problema de Macaíba no momento: a insegurança.
Foto: Assessoria/Emídio Jr.

A insegurança foi o principal tema abordado pelo vereador Emídio Jr. na primeira sessão legislativa de 2018, da Câmara Municipal de Macaíba, ocorrida nesta terça-feira (20). De acordo com os vereador, o prefeito precisa fazer alguma coisa para amenizar a insegurança.

“Estamos totalmente entregues às baratas e eu não vejo perspectiva de melhoras. Então, eu falo na noite de hoje aos senhores e as senhoras que me escutam, e peço: pelo amor de Deus, senhor prefeito, nos ajude! Faça alguma coisa! A responsabilidade da segurança pública é do Estado, sim. Porém, se o prefeito quiser ajude, ele pode e muito”, declarou.
O vereador também cobrou a criação da Guarda Municipal, bem como a devida utilização do sistema de videomonitoramento da cidade, que, segundo ele, ainda não está funcionando como deveria, pois não está ajudando à polícia na elucidação dos crimes.
“Vera Cruz, por exemplo, faz 8 meses que implantou a guarda municipal. De acordo com os policiais de lá, depois que aguarda municipal começou a vigorar, o índice de criminalidade caiu em 90%. Resolve 100%? Não. Mas diminui, ameniza. Eu pergunto aos senhores e às senhoras: para que serviu essas câmeras de monitoramento que foram instaladas aqui? (…) Qual o crime que foi elucidado por essas câmeras? Não tem nenhum crime que foi elucidado por essas câmeras”, afirmou. Abaixo, assista aos principais momentos do pronunciamento:

Anderson Tavares de Lyra recebe título de Doutor em Educação

A tese do historiador foi sobre o ex-governador Alberto Maranhão e a educação republicana no Rio Grande do Norte de 1900-1914.
Dr. historiador Anderson Tavares de Lyra (Foto: Reprodução/Tribuna do Norte)

De acordo com o blog Cidadão Macaibense, o historiador Anderson Tavares de Lyra recebeu o título de Doutor em Educação pelo Programa de Pós Graduação em Educação pela UFRN no último dia 7, tornando-se o primeiro macaibense a receber o grau de Doutor em Educação. Ao blog, o historiador deu o seguinte depoimento:

“Com estudos sempre voltados para minha cidade e meu povo, Macaíba me concedeu graduação, mestrado e doutorado. Este ano completo 25 anos de pesquisas, iniciei aos 13 anos de idade (1993) e para mim esse título é a culminância de anos de pesquisa.” 
 
É com muita satisfação que o Macaíba News deseja o parabéns e muito sucesso para este grande conterrâneo.
 

Projeto Conexão Elefante Cultural será realizado em Macaíba nesta sexta-feira (23)

O evento começará a partir das 14h e será realizado na Casa de Cultura de Macaíba, com participação especial da CIA de teatro Nascidos da Cultura, de Macaíba.
Cartaz oficial da edição do Conexão Elefante Cultural em Macaíba (Foto: Divulgação/A Trupe da Luz)

Na próxima sexta-feira, dia 23, uma edição do Projeto Conexão Elefante Cultural, do grupo “A Trupe da Luz”, será realizado em terras macaibenses, trazendo alegria e cultura para a nossa cidade. De acordo com os organizadores, o projeto contará com a participação especial CIA de teatro Nascidos da Cultura, de Macaíba. Abaixo, confira a programação do evento:

  • 14h: Oficina com a Trupe da Luz na Casa de Cultura Popular
  • 16h: Saída do cortejo pelas ruas da cidade
  • 16h30: Espetáculo Conexão na Praça Augusto Severo, no Centro de Macaíba.

Sobre o Projeto

O Conexão Elefante Cultural tem o patrocínio da Cosern através da Lei Câmara Cascudo e Governo do Estado do Rio Grande do Norte, via Fundação José Augusto. O Conexão é coordenado pela Trupe da Luz, que por sua vez é formada por três grupo de artistas, a saber: Entre Nós Coletivo de Criação, Grupo Estação de Teatro e Tropa Trupe.

Componentes da “A Trupe da Luz” (Foto: Reprodução/A Trupe da Luz)