Governo do RN amplia número de escolas estaduais em tempo integral

Rede Estadual contará, em 2020, com 15 novas unidades de ensino médio dentro do programa.
Foto: ASSECOM/SEEC

A Rede Estadual de Educação contará, em 2020, com 15 novas unidades de ensino médio em tempo integral. Com esse crescimento, o estado chegará a marca de 74 unidades de ensino em tempo integral. As escolas estaduais que migrarão para essa modalidade de ensino estão espalhadas por todo o RN e atenderão uma demanda que vem crescendo na rede.

No último ano, 59 unidades de ensino ofertaram tempo integral, sendo 39 no ensino médio e 20 no ensino fundamental, atendendo a 13.845 jovens estudando em tempo integral.  Com as novas escolas, a expectativa é que esse número supere a marca de 15 mil alunos matriculados.

Mesmo diante de dificuldades financeiras, o Governo do RN tem investido no ensino potiguar. “Dentre as principais metas da gestão da governadora Fátima Bezerra está a que eleva o número de escolas estaduais em tempo integral, que deve chegar a 50% da rede até 2024. Então, essas novas escolas, demonstram o interesse da gestão em tornar a Educação cada vez mais forte. Trata-se da efetivação do Plano Estadual de Educação, que prevê essa ampliação e está dentro do nosso planejamento estratégico”, explica Getúlio Marques, professor e titular da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC).

Para a expansão, a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC) dialogou com cada comunidade escolar envolvida neste processo, para que a migração ocorresse de maneira dialogada com todos os segmentos da escola. “Trata-se de respeitar a decisão da escola. Damos todo o suporte e informações sobre o formato que o ‘Integral’ requer e a comunidade decide a migração da escola”, pontua Getúlio Marques.

As escolas estaduais Con. Luiz Wanderley, Dinarte Mariz, Josino Macedo, todas em Natal, Rui Barbosa (Rui Barbosa), Monsenhor Honório (Pendências), Instituto Vivaldo Pereira (Currais Novos), Dr. Mauro Medeiros (Parelhas), Felinto Elísio (Jardim do Seridó), Leomar Batista de Araújo (Serra Negra do Norte), Juscelino Kubistchek (Assu), Gov. Dix-Sep-Rosado (Mossoró), Francisco de Assis Pinheiro (Itaú), Cláudio Alves (Taboleiro Grande), Almiro de França Silva (Caraúbas) e o Centro Estadual de Educação Profissional Djanira Brasilino de Souza (Natal) foram o grupo de novas escolas de ensino médio em tempo integral.

Planejamento Pedagógico

Para acolher as equipes gestoras, pedagógicas e administrativas das novas unidades em tempo integral, a SEEC realiza, nos próximos dias 17 a 21 de fevereiro, o encontro formativo que terá como objetivo qualificá-las para as situações, experiências e novidades que a modalidade de ensino requer em sua execução.

“A formação dos profissionais que vão atuar com as novas escolas de tempo integral é um momento importante pois marca o início de um novo trabalho, em uma nova perspectiva, com uma configuração da organização do trabalho pedagógico diferente do ensino regular. E a necessidade que esses professores construam um fazer pedagógico que atenda aos pré-requisitos e aos princípios da educação integral em tempo integral leva a SEEC a realizar uma semana de formação”, aponta a secretária adjunta de Educação do RN, professora Márcia Gurgel.

Para as novas escolas de ensino médio em tempo integral o ano letivo começará mais tarde. A Rede Estadual de Educação retorna as aulas no dia 17 de fevereiro, já o conjunto de novas escola darão início ao ano letivo no dia 2 de março. “Esse tempo de preparação é necessário para trabalhar a própria concepção da educação integral, a articulação necessária entre os próprios conteúdos com a cultura, o esporte, as atividades das comunidades, o cotidiano da vida desse estudante no contexto onde ele mora e o com o protagonismo de cada projeto de vida desses alunos que chegam no tempo integral”, conclui Márcia Gurgel.

Bolsonaro se reúne com ministros para decidir destino de Onyx

Após crise na Casa Civil, presidente discute ‘saída honrosa’ para ministro
Ministro da Casa Civil Onyx Lorenzoni e Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Evaristo Sá/AFP)

Jornal Correio

Em meio à crise no ministério da Casa Civil, o presidente Jair Bolsonaro realiza nesta sexta-feira, 31, uma reunião ministerial de emergência no Palácio da Alvorada, uma das residências oficiais da Presidência da República.

Bolsonaro discute desde a manhã uma “saída honrosa” para o ministro Onyx Lorenzoni, que antecipou o retorno das férias nos Estados Unidos para acertar os pontos com o presidente diante do esvaziamento da Casa Civil e da demissão de alguns de seus principais auxiliares.

A solução encontrada para Onyx pode ter impacto em outras pastas Tido como aliado fiel desde a pré-candidatura a presidente, Onyx pode assumir o Ministério da Educação ou outra pasta ligada à área social. Ainda é avaliado deixar que Onyx retorne ao cargo de deputado federal, onde poderia ocupar a função de líder do governo na Câmara, cargo hoje exercido pelo deputado Vitor Hugo (PSL-GO).

Participam da reunião com Bolsonaro os ministros do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno; da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos; da Saúde, Luiz Henrique Mandetta; e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Ainda não há confirmação oficial de que Onyx participa da reunião.

De tarde, quando entrou pela segunda vez no Palácio, Augusto Heleno não deu certeza sobre uma possível visita de Onyx ao presidente nesta sexta-feira. “Acredito que não”, respondeu ao ser questionado por jornalistas se o ministro da Casa Civil viria ao Palácio.

Onyx antecipou o retorno das férias nos Estados Unidos justamente para tentar conversar com o presidente o mais rápido possível. Oficialmente, ele só retornaria no próximo domingo, 2.

Sead publica retificação da relação dos candidatos do Curso de Formação

A publicação está em consonância com o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado na última sexta (24).
Aula Magna para formação de novos praças da PM, no ultimo dia 2 (Foto: Elisa Elsie)

A Secretaria de Estado da Administração (Sead) publicou, nesta quarta-feira (29), a retificação da relação dos candidatos matriculados no Curso de Formação, referente ao Concurso Público para provimento de vagas do quadro de praças da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. A publicação está em consonância com o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado na última sexta (24) entre o Governo do Estado e o Ministério Público do Rio Grande do Norte, que estabeleceu a ampliação de vagas com aproveitamento de todos os candidatos aprovados nas seis primeiras etapas do certame para o curso de formação.

A retificação já pode ser acessada no site da Sead e no portal da banca realizadora do processo seletivo, o Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade): //www.ibade.org.br. O Diário Oficial do Estado (DOE/RN) também publicará as listas na edição desta quinta-feira (30).

A publicação traz a relação dos candidatos por meio de listas separadas, entre homens e mulheres, e entre os candidatos classificados para a primeira turma do curso de formação – já em andamento desde o dia 2 de janeiro de 2020, e aqueles que comporão a segunda turma do curso – a iniciar em 4 de janeiro de 2021.

Com isso, o Governo do Rio Grande do Norte visa aproveitar todos os 1.339 aprovados nas etapas anteriores ao curso de formação, aumentando, assim, o número de policiais militares nas ruas e diminuindo o déficit atual da categoria.

Regina Duarte aceita convite para ser secretária de Cultura

Atriz assume após a exoneração de Roberto Alvim, no último dia 17
Foto: Reprodução/Terra

Agência Brasil

A atriz Regina Duarte, de 72 anos, será a nova secretária especial de Cultura do governo federal. Após se reunir com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto, na tarde desta quarta-feira (29), ela confirmou a jornalistas ter aceitado o convite para o cargo, que integra o Ministério do Turismo.

“Sim [aceitei], só que agora vão ocorrer os proclamas [trâmites formais] antes do casamento”, afirmou ao deixar a sede do Executivo federal, sem dizer a data em que deverá ser nomeada. Ela estava acompanhada da reverenda Jane Silva, que foi nomeada secretária especial adjunta de Cultura.

O presidente Jair Bolsonaro também confirmou o “sim” de Regina, sem dar prazo para que ela assuma as funções. “Está tudo certo, está caminhando, ela está acertando as questões pessoais dela. Não tem prazo”, afirmou ao chegar no Palácio do Alvorada, residência oficial, depois do encontro com a atriz.

A atriz foi convidada pelo presidente para assumir o cargo de secretária especial da Cultura após a exoneração do dramaturgo Roberto Alvim, no último dia 17 de janeiro. Na semana passada, ela veio a Brasília conhecer a estrutura da pasta e voltou essa semana para definir com o presidente se assumiria mesmo o cargo.

Ontem (28), Bolsonaro afirmou que Regina Duarte terá liberdade para montar sua equipe. “Para mim seria excepcional, para ela, ela tem a oportunidade de mostrar realmente como é fazer cultura no Brasil. Ela tem experiência em tudo que vai fazer. Precisa de gente com gestão ao seu lado, tem cargo para isso, vai poder trocar quem ela quiser lá sem problema nenhum. Então tem tudo para dar certo a Regina Duarte”, disse Bolsonaro.

Regina Duarte nasceu no dia 5 de fevereiro de 1947. Com 55 anos de carreira, é uma das atrizes mais famosas do país, com dezenas de novelas no currículo. Os seus papéis mais marcantes foram em folhetins como Selva de Pedra, Irmãos Coragem, Vale Tudo, Roque Santeiro, Rainha da Sucata e Malu Mulher, além da personagem Helena em três obras do autor Manoel Carlos (História de Amor, Por Amor e Páginas da Vida). Para assumir o cargo de secretária especial, a atriz terá que suspender seu contrato com a TV Globo, segundo informou a própria emissora.

Parque tecnológico deverá iniciar operações em 2021

Governo investirá R$ 8 milhões no Parque com sede em Macaíba, em um esforço coletivo com a UFRN e outras instituições.
Foto: Elisa Elsie/ASSECOM RN

O Governo do Estado investirá R$ 8 milhões no Parque Científico e Tecnológico do Rio Grande do Norte Augusto Severo (PCTRN), no município de Macaíba, em um esforço coletivo com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e outras instituições para estruturação do equipamento.

Com previsão para ter início em 2021, será o primeiro parque no Rio Grande do Norte com característica estadual onde as instituições e as empresas poderão empreender e inovar no espaço. O recurso faz parte do acordo de empréstimo do Governo do Estado, por meio do Governo Cidadão, com o Banco Mundial, após a readequação feita no projeto Governo Cidadão.

A governadora Fátima Bezerra recebeu, nesta terça-feira (28), o reitor da UFRN, José Daniel Diniz, a assessora Ângela Paiva, e os convidados da Universidade Federal de São Carlos, o diretor e pesquisador do Centro de Desenvolvimento de materiais Funcionais CDMF, Elson Longo, e a representante da empresa Katléia, Valéria Longo. O encontro ocorreu na Governadoria.

O reitor explicou que o projeto está em um momento de definições com os parceiros para início dos trabalhos. “Será um espaço de inclusão, formação e fomento para as empresas em diversos segmentos”.

Para Elson Longo, “É uma ótima construção, não deve em nada aos parques que conheci no exterior. Está pronto para um retorno financeiro. Vejo grandes possibilidades para desenvolver o parque tecnológico e a economia local. O RN está bem localizado geograficamente e com muitas riquezas naturais sendo mais uma vantagem para o equipamento”.

Em apoio ao desenvolvimento tecnológico no Estado, a governadora enfatizou o trabalho que vem realizando para atrair novas indústrias e investimentos. “Estamos avançando cada vez mais na busca de novos parceiros em prol do crescimento econômico do Estado, motivados e preparando o RN para o desenvolvimento. Mesmo diante das dificuldades orçamentárias, fizemos questão de incluir o projeto do parque para alavancar a economia. Em nossas viagens ao exterior sempre apresentamos o parque em busca de novos investidores”, explicou.

O parque irá promover polos de inovação e empreendedorismo em áreas como energias renováveis, mineração, pesca, aquicultura, setor têxtil, turismo, fruticultura e serviços. Vai estimular a cultura do empreendedorismo inovador, a partir da junção de Governo, Academia e setor privado, desenvolvendo áreas importantes e que requerem ciência e tecnologia de alto impacto, o que trará benefícios para o Estado, fomentando a pesquisa e atraindo empresas.

O projeto de implantação do parque envolve a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em parceria com a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN (IFRN), a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), a Federação das Indústrias do RN (Fiern), por meio do Sesi e do Centro de Tecnologias do Gás e Energia Renováveis (CTGAS-ER), Fecomércio e o Sebrae-RN.

Brasil tem três casos suspeitos de coronavírus, diz ministro

Há notificação de pacientes com suspeitas do vírus em Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante entrevista coletiva para atualizar o boletim sobre o novo coronavírus da China (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Agência Brasil

O Ministério da Saúde confirmou no fim da tarde de hoje (28) que o Brasil tem três casos suspeitos de coronavírus. Além de uma estudante de 22 anos, que está internada em Belo Horizonte, mais duas pessoas têm suspeitas de portar o vírus. Uma delas está em Porto Alegre (RS) e outra em Curitiba (PR).

Segundo o ministério, esses pacientes se enquadram na atual definição de caso suspeito. Eles apresentaram febre e pelo menos um sinal ou sintoma respiratório; além de terem viajado para a China, país onde a contaminação teve início, nos últimos 14 dias. O ministério não ofereceu mais detalhes sobre os casos.

Dados do ministério apresentados na manhã desta terça-feira mostraram que, no período de 3 a 27 de janeiro, foram analisados 7.063 suspeitas de pessoas com coronavírus no Brasil. Desses, 127 exigiram a verificação mais detalhada e apenas o caso da estudante em Belo Horizonte havia sido enquadrado como suspeita.

Diante da epidemia que tem se espalhado rapidamente pela Ásia e atingindo também países da Europa e da América do Norte, o ministério recomenda que os brasileiros evitem viagens à China. O ministro Luiz Henrique Mandetta pediu para que as viagens apenas sejam realizadas se forem necessárias.

“Nós desaconselhamos e não proibimos as viagens para a China. Não se sabe, ainda, qual é a característica desse vírus que é novo; sabemos que ele tem alta letalidade. Não é recomendável que a pessoa se exponha a uma situação dessas e depois retorne ao Brasil e exponha mais pessoas. Recomendamos que, não sendo necessário, que não se faça viagens, até que o quadro todo esteja bem definido”, disse durante entrevista à imprensa.

Governo fará nova turma de formação da PM em 2021

Termo firmado entre Governo e MP acertou convocação de nova turma em janeiro.
Foto: Demis Roussos/ASSECOM RN

O Governo do Estado e o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MP-RN) assinaram um termo de ajustamento de conduta (TAC) para a convocação de uma nova turma de formação de praças da Polícia Militar do RN (PM-RN), ampliando a quantidade de mulheres incluídas no processo. O documento prevê que o processo seja iniciado em janeiro de 2021.

O acordo legal foi assinado na sexta-feira (24) pela governadora Fátima Bezerra e a procuradoria-geral de Justiça adjunta Elaine Cardoso. O TAC atende uma demanda apresentada pelas mulheres desde a abertura do concurso de 2018,pois o edital, seguindo uma legislação da década de 1990, reservou para o público feminino apenas 62 das mil vagas. A nova turma de formação, segundo o termo, incluirá todos os aprovados nas seis etapas da seleção que não entraram na primeira chamada.

“Esse é o desfecho mais adequado que encontramos para a situação. Estamos há um ano trabalhando na correção deste edital para garantir mais segurança ao processo, não é uma situação simples. Através do diálogo chegamos a este TAC e podemos valorizar o esforço das mulheres que tiveram ótimas notas no concurso. É um momento histórico no RN. O Governo agradece ao Ministério Público pela parceria e sensibilidade com a questão”, afirmou a governadora Fátima Bezerra.

A quantidade de candidatos aprovados que serão chamados para a turma de 2021 ainda será definida, pois depende diretamente do prosseguimento da atual formação. Ao fim do processo seletivo foram aprovados 1339 pessoas,sendo 1070 homens e 268 mulheres.

O curso de formação dos alunos-soldados foi iniciado na primeira semana de janeiro, com a aulo magna inaugural realizada com a presença da governadora Fátima Bezerra. O início das aulas foi viabilizado após esforço do Governo do Estado, em cooperação com as secretarias de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) e da Administração (Sead) e o comando da PM-RN, para garantir os recursos necessários e vencer a burocracia que travava o processo de licitação.

Desde 2005 que o Estado não realizava um processo de formação para o quadro de praças da PM-RN. Os novos soldados homens e mulheres vão ajudar a diminuir o déficit de pessoal. Atualmente, a Polícia Militar conta com pouco mais de 7,3 mil agentes ativos.

O curso terá 240 dias letivos, com previsão de encerramento em meados de setembro. As aulas de instrução estão sendo realizadas no Centro de Formação de Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) da PM-RN e no Centro de Atenção Integrada à Criança (Caic).

AGU aguarda dados para recorrer de suspensão de resultados do Sisu

Técnicos se reuniram pela manhã no Ministério da Educação
Foto: Wesley Mcallister/AscomAGU

Agência Brasil

Após reunião com técnicos do Ministério da Educação e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a Advocacia-Geral da União (AGU) disse hoje (27) que aguarda o recebimento de novos dados e notas técnicas antes de recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) da decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), que suspendeu a divulgação do resultado das inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Na noite de ontem (26), a desembargadora Therezinha Cazerta, do TRF3, decidiu manter em vigor uma liminar concedida pela Justiça Federal de São Paulo que impede a divulgação dos resutados amanhã (28), como estava previsto. A magistrada manteve a suspensão da divulgação sob alegação de que o governou ainda precisa dar um posicionamento “seguro e transparente” sobre a correção do Enem. Cerca de 1,5 milhão de estudantes de inscreveram no programa.

Ao confirmar o recurso ao tribunal, a AGU disse, em nota, que qualquer nova medida “não alterará o resultado das notas dos candidatos e o eventual adiamento ou suspensão de prazos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) causará prejuízos incalculáveis às instituições de ensino e aos candidatos interessados em acessar a educação superior por meio dos processos seletivos realizados pelo governo federal, bem como ao início do calendário universitário”.

Histórico

No sexta-feira (25), a Justiça Federal de São Paulo havia determinado a suspensão da divulgação dos resultados do Sisu até que o governo federal demonstre a correção das provas apontadas com problemas por estudantes de todo o país. O tribunal deu prazo de cinco dias para o cumprimento da decisão, sob multa diária de R$ 10 mil.

A decisão foi motivada por pedido da Defensoria Pública da União (DPU). Na petição, o órgão cobra que o Ministério da Educação comprove com documentos a realização da revisão dos testes prejudicados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Além disso, reivindica a explicação sobre os parâmetros utilizados nesse procedimento.

O erro, argumentou a DPU, teria impactado não apenas os estudantes, mas o desempenho de todos os participantes, uma vez que notas de corte e a classificação são atribuídas a partir das notas de todos os alunos que realizaram a prova.

“Tendo em vista que as notas das provas que foram revisadas podem ter sofrido substancial alteração, é certo que há a potencialidade de gerar algum impacto, ainda que de décimos, nos resultados finais de todos os candidatos, o suficiente para significar o acesso à vaga”, destaca a petição.

OMS diz que é cedo para declarar emergência global por coronavírus

Vírus matou pelo menos 17 pessoas na China
Imagem: Reprodução/Internet

Agência Brasil

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou que ainda é cedo para declarar emergência global em virtude da contaminação de coronavírus em alguns países. O comitê da OMS se reuniu ontem (22) e hoje (23) para definir o nível de gravidade da doença. “Vários membros consideraram que é ainda muito cedo para declarar Emergência de Saúde Pública de Interesse Internacional, dada sua natureza restritiva e binária”, declarou a OMS hoje (23) em nota.

O vírus foi registrado primeiramente na China, na região de Wuhan. As autoridades chinesas reportaram um aumento no número de casos, de casos suspeitos, de províncias afetadas e da proporção de mortes em relação aos casos confirmados, 23 de 610 infectados. O Comitê de Emergência da OMS também foi informado da evolução dos casos no Japão, Coreia do Sul, Tailândia e um possível caso em Singapura.

A OMS entende que o sistema de alerta de surtos não é o ideal e que deveriam existir estágios intermediários de alerta. A entidade alerta aos países não afetados que estejam preparados para eventuais providências de contenção, vigilância ativa e medidas de isolamento.

Segundo o Ministério da Saúde do Brasil, os coronavírus são uma grande família viral que causa infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Os coronavírus humanos causam doença respiratória, de leve a moderada, no trato respiratório superior. Os vírus receberam esse nome devido às espículas na sua superfície, que lembram uma coroa.

A fonte do vírus ainda é desconhecida, sendo possivelmente de uma reserva animal, e a extensão da transmissão entre humanos ainda não é clara. Na manhã de hoje, o Ministério da Saúde afastou a existência de casos de coronavírus no país.

Emídio Jr. realiza quinta edição do Projeto Macaíba Fitness

O evento foi realizado na Lagoa das Pedras.

Na tarde desse domingo, o vereador Emídio Jr. realizou a quinta edição do projeto Macaíba Fitness, que visa incentivar a qualidade de vida dos cidadãos macaibenses, a partir da prática de esportes. O evento foi realizado no ginásio da Lagoa das pedras e contou com a participação de pessoas de diversos lugares de Macaíba, e também do distrito de Cana Brava.

“Começamos 2020 com o pé direito! Mais uma edição do projeto Macaíba Fitness realizada com sucesso. Juntos somos mais fortes!”, declarou o vereador Emídio Jr. pelas redes sociais. Abaixo, confiram algumas fotos do evento: