Já tem médico atendendo na UPA de Macaíba

Dois médicos estão atendendo à população, desde às 8h da manhã, informou a Assessoria do vereador Emídio Jr.
Vereador Emídio Jr., juntamente com a repórte, Ediana Miralha, e diretores da UPA de Macaíba.

Informações repassadas ao blog Senadinho, pela Assessoria do vereador Emídio Jr., dão conta que o atendimento médico na UPA de Macaíba já está normalizado. Segundo publicou o blog, dois médicos estão atendendo à população, desde às 8h da manhã. Em sua página no Facebook, o vereador Emídio postou um vídeo comunicando à população da notícia.

Direção da UPA informa aos vereadores de oposição que nova empresa assumirá comando médico nesta sexta-feira (4)

Os vereadores de oposição estiveram na Unidade de Pronto-atendimento (UPA) de Macaíba e cobraram providências a respeito da falta de médico.
Denilson Gadelha, Emídio Jr., e Igor Targino (Foto: Assessoria/Emídio Jr.)

Do Senadinho Macaíba

O vereador Denilson Gadelha acaba de informar ao Senadinho Macaíba que, a Direção da UPA de Macaíba, informou que a partir desta sexta-feira (4), o atendimento médico será restabelecido.

Denilson esteve juntamente com os vereadores Emídio e Igor, na tarde desta quinta-feira (3) na UPA, para cobrar providências em relação ao atendimento médico que não está sendo realizado desta a última terça-feira (1).

“Disseram que a empresa que ficou em segundo na licitação assume o comando médico amanhã. Informaram que já assinaram o termo de compromisso”, disse Denilson.

Visita na secretaria de Saúde

Após a visita na UPA, os edis foram até a secretaria de Saúde do município, para também cobrar solução para o caso. “A informação que nos passaram na secretaria é a mesma da Direção da UPA. Contudo, a única informação a mais é que, estão estudando um plano emergencial para fazer uma escala de plantão com os médios dos PSFs para colocar na UPA, caso a empresa não assuma amanhã”, nos informou Denilson Gadelha.

Jovem falece por falta de atendimento médico na UPA de Macaíba

Jaciara Mayra da Silva faleceu na UPA de Parnamirim, após não conseguir atendimento na UPA de Macaíba, que está sem médico desde o dia 1º.
Jaciara Mayra da Silva era mãe de seu bebê de um ano e seis meses

Há três dias sem atendimento médico, a falta de compromisso com a Saúde da população macaibense fez a sua primeira vítima. Na noite dessa quarta-feira (02), a jovem Jaciara Mayra da Silva, de 25 anos, foi levada à UPA de nossa cidade por familiares, por volta das 22h, após um mal estar súbito. De acordo com a família, Jaciara chegou na UPA com vida, mas tiveram procurar atendimento em outra cidade, porque não havia médico.

“Ela saiu de casa com os sinais vitais pulsando. Ao chegar na UPA, uma enfermeira nos informou que não tinha médico. Ela olhou a pulsação dela, disse que estava normal, e orientou que buscássemos atendimento em outra unidade de saúde, mas, sequer, disponibilizaram uma ambulância. Aí, levamos ela no nosso carro para a UPA de Parnamirim por ser o pronto socorro mais próximo. Ao chegar lá, ela estava completamente apagada e com a pulsação muito fraca. No primeiro momento, a recepcionista não queria preencher a ficha dela, porque ela não morava em Parnamirim, mas, pelo estado muito grave que ela se encontrava, imediatamente, eles levaram ela para emergência. Após algum tempo, recebemos a notícia de que a equipe médica tinha feito de tudo, mas ela não tinha conseguido sobreviver. O médico nos contou que ela passou 35 minutos parada e isso era muito tempo para um ser humano”, informou Jessinara Silva, irmã de Jaciara, ao nosso blog.

Até o momento, a Prefeitura de Macaíba não se pronunciou a respeito desse caso, nem tão pouco informou à população macaibense quando o problema da falta de médico será resolvido. A Prefeitura se resumiu a dizer que o problema foi gerado pela Cooperativa de Médicos que venceu a licitação em dezembro do ano passado e que não apresentou médicos para trabalhar na UPA de Macaíba. Mas a cidade tem um médico como gestor. A pergunta é: Não há nada de imediato que possa ser feito até que outra empresa seja chamada para prestar o serviço ao povo de Macaíba?

UPA de Macaíba continua fechada por falta de médico

Até o momento, a Prefeitura não deu uma previsão de quando o problema será resolvido. 
Unidade de Pronto Atendimento de Macaíba 24h

Pelo segundo dia consecutivo, a Unidade de Pronto Atendimento de Macaíba fica fechada por falta de médico.

A Prefeitura alega que a culpa é da cooperativa de médicos vencedora da licitação, que não designou médicos para prestarem serviço na Unidade.

Fato é que o povo macaibense continua sem médico pelo segundo dia consecutivo de 2019 e, até o momento, a Prefeitura não deu uma previsão de quando o problema será resolvido.

Metrópole Digital abre seleção para 720 vagas em cursos de tecnologia da informação no RN

Seleção é destinada para jovens do Ensino Médio nos pólos de Natal, Mossoró, Caicó, Angicos e Pau dos Ferros. Inscrições ocorrem de 1º a 30 de outubro.
Instituto Metrópole Digital (IMD) — Foto: IMD/Divulgação

O Instituto Metrópole Digital da Universidade Federal do Rio Grande do Norte vai selecionar estudantes de Ensino Médio para 720 vagas em cursos de formação técnica em Tecnologia da Informação (TI). As aulas serão semipresenciais e começam em 2019. Para concorrer, os candidatos podem fazer inscrições a partir de 1º de outubro. Elas seguem abertas até o dia 29 desse mesmo mês.

As vagas são distribuídas entre os polos de Natal, Mossoró, Caicó, Angicos e Pau dos Ferros. Veja o edital aqui. Do número total de vagas, 70% serão destinadas a alunos que tenham cursado o Ensino Fundamental inteiramente em escolas públicas. Dessa porcentagem, metade será reservada aos candidatos com renda familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio.

As inscrições devem ser realizadas unicamente via internet, no site da Comperve. O candidato deve preencher e enviar o formulário de inscrição, além de imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU) e pagar a taxa de inscrição, no valor de R$ 30.

Mais informações no portal G1 RN.

Polícia Federal deflagra operações na Prefeitura de Macaíba e outras 11 cidades

Cerca de 117 policiais federais cumpriram 33 mandados de busca e apreensão expedidos pela 14ª. Vara da Justiça Federal. as Operações Guaraíras e Titereiros, tem como objetivo apurar fraudes em licitações promovidas por diversas prefeituras do RN, dentre elas, a de Macaíba.

Do Blog do BG

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (18/9), as Operações Guaraíras e Titereiros, com o objetivo de apurar fraudes em licitações promovidas por diversas prefeituras do RN e, também, atos de desvios de recursos públicos e corrupção.

Cerca de 117 policiais federais cumprem 33 mandados de busca e apreensão expedidos pela 14ª. Vara da Justiça Federal nas cidades de Natal, Parnamirim, Macaíba, Arez, Passagem, Pedra Grande, Lagoa D’anta, Campo Grande, Goianinha, Monte Alegre, Lagoa de Pedras e Currais Novos.

A investigação teve início há dois anos em face de notícia de que um engenheiro civil, já condenado e processado pela Justiça Federal por fraudar licitações e desviar recursos, seguia praticando crimes, sendo confirmadas as suspeitas e identificados dois grupos distintos atuando no Rio Grande do Norte, sempre fraudando licitações, seja para obras de engenharia, seja para o serviço de transporte escolar. Em consequência, houve a necessidade de desmembramento da apuração, razão da das duas operações policiais simultâneas hoje deflagradas.

As diligências realizadas na presente data têm como finalidade reunir provas dos delitos praticados por membros de comissões de licitação, pregoeiros, empresários e secretários municipais, além de se buscar apreender valores desviados. Os investigados responderão pelos crimes de fraude a licitação, peculato e
corrupção.

Não haverá entrevista coletiva.

__________________

*Guaraíras é referência ao nome anterior de Arez, um dos municípios onde ocorreram os crimes.

*Titereiro é aquele que movimenta títeres ou marionetes, tratando-se de referência ao investigado que comanda cinco empresas em nome de “laranjas”, com as quais frauda licitações e desvia recursos públicos.

MP investiga se aumento de tarifa de ônibus de Natal foi autorizado em troca de doações para campanhas eleitorais

MP abriu inquérito civil para apurar se houve ato de improbidade administrativa por parte de Carlos Eduardo Alves e Álvaro Dias.
Carlos Eduardo e Álvaro Dias, investigados pelo MP, em ato de campanha neste final de semana, na região Seridó (Foto: Assessoria de Carlos Eduardo/Divulgação)

O Ministério Público do Rio Grande do Norte abriu um inquérito civil para investigar a suposta prática de ato de improbidade administrativa que teria sido praticado pelo atual prefeito de Natal, Álvaro Dias (MDB) e pelo ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, atual candidato a governador do estado pelo PDT.

A investigação vai apurar se Carlos Eduardo e Álvaro Dias autorizaram o aumento da tarifa do ônibus de Natal em troca de recebimento de propina em forma de doação eleitoral que seria realizada por um empresário, proprietário de uma empresa de ônibus, para as candidaturas de Carlos Eduardo a governador e de Adjuto Dias, filho de Álvaro Dias, para deputado estadual.

A portaria do dia 28 de agosto determinou a abertura do inquérito civil, mas não foi publicada no Diário Oficial do Estado, porque o promotor substituto Márcio Cardoso Santos, da 44ª Promotoria do Patrimônio Público de Natal, determinou o sigilo da investigação. Porém, o G1 e a Inter TV Cabugi tiveram acesso ao documento em pesquisa pública dentro do próprio site do Ministério Público.

Em nota, a Prefeitura de Natal afirmou que “o reajuste tarifário do transporte público segue critérios eminentemente técnicos e um processo que é regulamentado por lei” e “foi aprovado por deliberação independente do Conselho Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana (CMTMU), composto por 31 membros”.

Procurada, a assessoria do candidato Carlos Eduardo afirmou que não teve acesso ao inquérito e que ele não vai se pronunciar no momento. O G1 também procurou as assessorias de Álvaro e Adjuto Dias sobre o assunto, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.

G1 entrou no site do Tribunal Superior Eleitoral para consultar as doações aos candidatos citados, mas os dados não estavam disponíveis.

Mais informações no site do G1 RN: http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/

 

Lei permite que professores do RN paguem meia entrada em eventos culturais

O direito se estende aos profissionais da rede pública e privada que estejam na ativa. A lei foi publicada no Diário Oficial do Rio Grande do Norte desta quinta-feira (23).
Foto: Reprodução/Web)

Uma lei publicada no Diário Oficial do Rio Grande do Norte desta quinta-feira (23), permite que professores ativos das redes pública e privada do estado paguem meia entrada em eventos culturais.

Para ter acesso ao direito, o professor deve apresentar documento oficial com foto e contracheque atualizado que identifique a instituição em que trabalha, ou carteira de identidade de professor que identifique empregador, funcionário e cargo que ocupa.

A lei, que entra em vigor já nesta quinta-feira (22), abrange estabelecimentos culturais de qualquer natureza, assim como eventos de esporte e lazer que proporcionem cultura e entretenimento.

Fonte: G1RN

Desembargadores envolvidos nos escândalos dos precatórios são condenados à prisão

Os desembargadores aposentados Osvaldo Cruz e Rafael Godeiro foram condenados a 15 e 7 anos e meio de prisão, respectivamente.
Desembargadores aposentados Osvaldo Cruz e Rafael Godeiro

Do G1RN

A justiça condenou os desembargadores aposentados Osvaldo Cruz e Rafael Godeiro a 15 e 7 anos e meio de prisão, respectivamente. Os dois foram condenados por desvio de recursos de precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. A decisão é do juiz Ivanaldo Bezerra que determinou ainda que cada um dos desembargadores devolvam R$ 3 milhões aos cofres públicos. Os desembargadores podem recorrer em liberdade.

O juiz negou o pedido do Ministério Público Estadual para cassar a aposentadoria dos desembargadores. Osvaldo Cruz foi condenado por peculato e lavagem de dinheiro a 15 anos de prisão em regime fechado e 550 dias-multa.

Ele teria participado dos desvios de recursos de 2007 a 2012. Rafael Godeiro foi condenado por peculato a 7 anos e meio de prisão em regime semiaberto e 250 dias-multa. Ele teria participado dos recursos de 2009 a 2012.

PM do RN abre inscrições de concurso para preenchimento de mil vagas

Inscrições começaram nesta segunda-feira (16) e seguem até o dia 13 de agosto.
Concurso público da PM do Rio Grande do Norte tem mil vagas abertas (Foto: Demis Roussos/Governo do RN)

Do G1 RN

As inscrições do Concurso Público para provimento de mil vagas do quadro de Praças da Polícia Militar do Rio Grande do Norte começaram nesta segunda-feira (16) e seguem até o dia 13 de agosto. O candidato deve realizar sua inscrição pela internet, no site. O valor da inscrição é de R$100,00.

O concurso, regido pelo Edital Nº 003/2018 – SEARH/PMRN, oferece 938 vagas destinadas ao sexo masculino e 62 ao sexo feminino.

O certame será composto de sete etapas. A primeira etapa é dividida em duas fases: prova objetiva e redação. As demais etapas são: exame de saúde; teste de aptidão física (TAF); avaliação psicológica; investigação social, avaliação de títulos e curso de formação.

A primeira etapa será realizada no dia 23 de setembro de 2018, nas cidades de Natal, Mossoró e Caicó, conforme escolha do candidato no momento da inscrição. O cronograma previsto e o edital estão disponíveis no site da instituição organizadora do certame, Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade).