Idoso é morto a tiros dentro da própria casa na Zona Sul de Natal

Crime aconteceu no bairro Neópolis na tarde desta segunda-feira (19).
Crime aconteceu no bairro de Neópolis, em Natal (Foto: Acson Freitas/InterTV Cabugi)

G1 RN

O idoso Antônio Lucas da Silva, de 63 anos, foi morto a tiros dentro da própria casa na tarde desta segunda-feira (19), no bairro Neópolis, Zona Sul de Natal.

Os vizinhos relataram que ouviram um tiro dentro da residência, que fica na Avenida Alto do Monte Belo, em Neópolis, e acionaram a Polícia Militar. Ao chegarem, os policiais encontraram o homem baleado na casa ainda com vida. O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi chamado, mas o idoso morreu dentro da ambulância.

A polícia ainda não tem informações sobre a motivação e nem o autor do crime. Moradores da região relataram que o filho do idoso sumiu após o crime, o que o tornaria suspeito do assassinato.

A arma do crime também não foi encontrada na residência. A Polícia Civil vai investigar o caso.

ITEP fecha parceria com especialista mundial para reconstrução facial

Parceria com professor irá resultar em softwares desenvolvidos gratuitamente para o Instituto.
Perito Fernando Marinho coordena Antropologia Forense no ITEP

Governo do RN/ASSECOM

Com o objetivo de permitir a reconstrução facial em tecnologia 3D a partir de crânios encontrados em cenas de crimes, possibilitando a aproximação com a fisionomia real e a identificação do cadáver encontrado em decomposição, o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP-RN), por meio do Instituto de Medicina Legal (IML) fechou uma importante parceria com o professor Cícero Morais, 3D designer e especialista com reconhecimento mundial em reconstrução facial forense que irá fornecer os softwares desenvolvidos gratuitamente.

“A partir de plug-ins que desenvolvi para atuar junto com o software Blender conseguimos atender várias demandas, entre elas a da perícia criminal com a aproximação da fisionomia da face de um cadáver e até mesmo de um corpo inteiro. Há possibilidade ainda de utilizar a fotogrametria que possibilita a partir de fotografias de um objeto reconstruí-lo em 3D, podemos ainda importar e converter tomografias, separando áreas especificas como osso, tecido, dentes, o que permite, também na área pericial, digitalizar cenas de crime para fazer aproximações de acidente de trânsito, por exemplo”, explicou o professor Cícero Morais, que visitou o Núcleo de Antropologia Forense do IML e foi uma das atrações da Campus Party Natal 2.

O diretor do IML e coordenador do Núcleo de Antropologia Forense do ITEP-RN, perito Fernando Marinho, destacou que a aproximação do Instituto com o especialista se deu desde 2013 e no último final de semana foi fechada a parceria com a cessão gratuita dos softwares.

“A parceria IML e o professor Cícero Morais chega para corroborar com o trabalho que vem sendo desenvolvido no Núcleo de Antropologia Forense deste Instituto. Inicialmente iremos empregar esses conhecimentos técnicos nos casos de ossadas não identificadas visando à reconstrução facial com o objetivo de futura identificação. Ressaltamos que esta parceria não visa fins lucrativos para as partes, ou seja, não gerará despesas para os cofres do Instituto, e consequentemente do Estado”, explicou Fernando Marinho.

O trabalho científico de reconstituição facial forense com os programas desenvolvidos pelo professor Cícero Morais será pioneiro entre os institutos de perícia do país.

“Será um fato inédito entre os institutos de pericia o uso desse conjunto de ferramentas tecnológicas que irá contribuir com a técnica desenvolvida com o Dr. Fernando Marinho no IML/ITEP. A parceria irá permitir que o conhecimento seja repassado a outros técnicos para suprir as demandas do Instituto de  forma mais apurada e com maior rapidez”, concluiu Cícero Morais, que além de 3D Designer e especialista em Reconstrução Facial, já realizou mais de 140 palestras em eventos científicos e tem seus trabalhos publicados em mais de 100 idiomas.

Inscrições para o concurso público da Guarda Municipal ficam abertas até dia 22

São ofertadas 45 vagas para nomeação imediata e 135 para cadastro reserva; exigência é de nível médio. Remuneração base é de R$ 998,00 com gratificação de risco de vida no valor de R$ 946
Foto: Reprodução/Internet

Agora RN

A Prefeitura de Parnamirim publicou o novo cronograma para o concurso público da Guarda Municipal. Agora, as provas escritas serão realizadas no dia 8 de setembro. O certame havia sido suspenso, temporariamente, em cumprimento a uma decisão judicial.

São ofertadas 45 vagas para nomeação imediata e 135 para cadastro reserva. A exigência é de nível médio completo. A remuneração base é de R$ 998,00 com gratificação de risco de vida no valor de R$ 946,00. A jornada será de 44 horas semanais, em regime especial.

De acordo com o novo cronograma de atividades, as inscrições poderão ser feitas até o dia 22 de agosto, exclusivamente pelo site da Funcern (www.funcern.br), organizadora do concurso. O requerimento de isenção da taxa de inscrição (R$ 120,00) pode ser solicitado até a próxima quarta-feira, 14.

O concurso da Guarda Municipal de Parnamirim terá seis etapas. A primeira será a prova objetiva, com 50 questões do tipo múltipla escolha, com quatro alternativas, sobre Língua Portuguesa, Direito Constitucional, Matemática, Noções de Direito Penal e Processual Penal, Legislação de Trânsito e Informática. O resultado da prova objetiva será divulgado no dia 18 de setembro.

A segunda etapa será o teste de aptidão física, a ser realizado entre os dias 20 a 22 de setembro, com exigência de abdominais, flexão de braços, corrida e barra fixa. A terceira etapa será a avaliação psicológica, de caráter eliminatório, seguida da quarta etapa, com a investigação social. A quinta etapa será o curso de formação profissional, também de caráter eliminatório; e a sexta e última etapa será a apresentação dos exames médicos. O curso de formação ocorrerá do dia 15 de outubro a 6 de dezembro, e o resultado final será no dia 7 de dezembro.

O candidato poderá obter informações referentes ao concurso público junto à Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do Rio Grande do Norte (Funcern), exclusivamente, por meio do e-mail [email protected]

Policiais da Delegacia de Macaíba, prendem dupla com arma de fogo

A dupla foi localizada pelos policiais civis após o recebimento de denúncias anônimas relatando que homens de Pernambuco estariam na localidade, armados e em atitudes suspeitas.
Imagem: Reprodução/Internet

PC/ASSECOM

A equipe da Delegacia Municipal de Macaíba prendeu dois homens em flagrante, pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo e receptação, na manhã desta sexta-feira (09), no Povoado Tabatinga, zona rural de Macaíba. Jaspyson José de Araújo, 29 anos, e Guilherme Cavalcante da Silva, 21 anos, foram detidos quando estavam com um revólver calibre 38, com capacidade para seis munições, carregado com uma munição.

Durante a realização das diligências, os suspeitos arremessaram no telhado as demais munições e tentaram se desfazer da arma. A dupla foi localizada pelos policiais civis após o recebimento de denúncias anônimas relatando que homens de Pernambuco estariam na localidade, armados e em atitudes suspeitas.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Jovem é assassinada em frente ao condomínio onde morava na Grande Natal

Crime aconteceu na tarde desta sexta-feira (2) em Parnamirim. Segundo a Polícia Civil, suspeita é de execução.
Crime aconteceu no Residencial Vida Nova, em Parnamirim (Foto: Acson Freitas/InterTV Cabugi)

G1 RN

Uma jovem de 23 anos foi morta a tiros na frente do condomínio onde morava, na tarde desta sexta-feira (2), em Parnamirim, na região metropolitana de Natal. Segundo a polícia, dois homens chegaram ao local em uma moto a atiraram contra a vítima.

A vítima foi identificada como Pâmela Sabrina do Nascimento. De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu por volta das 14h em frente ao Residencial Vida Nova, na avenida Paulo Afonso.

A mulher chegava ao local, quando os dois homens se aproximaram, sobre uma moto, e atiraram na cabeça dela. Eles sequer teriam ficado intimidados pelas câmeras de vigilância da região.

Ainda segundo a Polícia Civil, a suspeita é de que a vítima tivesse relações com o tráfico de drogas da região e os suspeitos tenham ido ao local executá-la.

Policia Civil de Macaíba prendeu dois indivíduos por roubos

Após diligências policiais sob o comando do Delegado Cidorgeton (Tony) na área rural de Macaíba no povoado Lamarão conseguiram prender em flagrante delito os dois indivíduos
Moto encontrada com os indivíduos (Foto:Divulgação/Redes Sociais)

Informações Polícia Civil

Na manhã deste quarta 31 julho 2019, investigadores policiais civis da delegacia de Macaíba, sob o comando do DPC CIDORGETON (TONY), efetuaram diligências policiais na área rural de Macaíba (povoado Lamarão) e conseguiram prender em flagrante delito as pessoas de JOÃO PAULO ABREU DE MEDEIROS e JOÃO PAULO SILVA FAUSTINO.

Esses dois elementos, portando armas de fogo e em tom ameaçador, tomaram de assalto a motocicleta de um cidadão (QUE TERÁ SEU NOME PRESERVADO) que circulava por estrada carroçável que liga os povoados de LAMARÃO e PÉ DO GALO, e seguia a caminho de seu local de trabalho.

Contando com o auxílio de informações privilegiadas, os policiais localizaram a área de mato onde os dois tinham escondido a motocicleta roubada e ato contínuo a casa onde eles mesmos estavam intocados. A moto do cidadão foi recuperada e os dois elementos serão flagranteados pelo DPC TONY e em seguida entregues a justiça que, em audiência de custódia, decidirá se eles permanecerão ou não encarcerados.

Governo do RN tem até 2022 para substituir PMs por agentes penitenciários nas guaritas dos presídios

Medida é resultado de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o Poder Executivo e o Ministério Público.
Atualmente são PMs que ficam nas guaritas dos presídios do RN (Foto: PM/Divulgação)

G1 RN

O Governo do Rio Grande do Norte precisa substituir os policiais militares que atuam nas guaritas dos presídios do Estado por agentes penitenciários até o final de 2022. A medida é resultado de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o Poder Executivo e o Ministério Público.

De acordo com o TAC, a substituição deve ser concluída até o dia 31 de dezembro de 2022. O acordo estabelece que a Secretaria da Administração Penitenciária (Seap) poderá conceder até 20 diárias operacionais por mês ao agente penitenciário que, voluntariamente, em período de folga, trabalhar na custódia de presos. A atuação é válida, inclusive, na guarda externa de unidade prisional e independe do regime de trabalho.

A Seap deve providenciar a mudança gradativa para que agentes penitenciários assumam a responsabilidade pela guarda externa das unidades prisionais que ainda possuem PMs na atividade de vigilância em guaritas. Essa substituição deverá ser cumprida nos próximos três anos, sendo pelo menos um sétimo do número atual a cada semestre, segundo o MP.

No TAC, o Ministério Público lembra da necessidade de se aumentar o efetivo de agentes penitenciários nas unidades prisionais, em razão da gradativa retirada de policiais militares que atuam na guarda externa. Além disso, serão inaugurados novos pavilhões nos presídios de Nísia Floresta (416 vagas em Alcaçuz e 315 vagas no presídio Rogério Coutinho Madruga) e Mossoró (420 vagas no complexo Mário Negócio).

O MPRN também destaca no documento a necessidade de que sejam criados e providos novos cargos de agente penitenciário, até que se alcance a proporção de um agente para cada grupo de cinco presos. O Termo de Ajustamento de Conduta foi publicado na edição desta quinta-feira (25) do Diário Oficial do Estado (DOE), e já está em vigor.

Pedreira abandonada em Macaíba é tomada por criminosos

Além da insegurança, é caótica a limpeza, que resulta na formação de foco de lixo à céu aberto, abrigando hospedeiros de doenças
Poço do Eco no bairro São José em Macaíba/RN(Foto: Reprodução/Agora RN)

Agora RN

Desde a paralisação das atividades de extração de rochas graníticas da “Pedreira Canavial”, na área urbana de Macaíba, RN, bairro São José, o local convive com problemas que se agravam a cada dia. Parte de uma área de 5 hectares da propriedade privada onde funcionou a pedreira transformou-se numa lagoa formada por águas de chuvas, denominada “Poço do Eco”, com profundidade de 20 metros, que está gerando graves problemas.

A proprietária do imóvel tem dificuldades de manter o local cercado. Marginais, usuários de drogas e pessoas estranhas adentram na área rompendo a cerca, mesmo sempre consertada. Essa situação tem gerando um clima de insegurança e pavor na população das ruas próximas, onde o consumo de drogas e os assaltos deixam os moradores das ruas Maria Isabel da Conceição, Manoel Máximo da Silva e entornos em situação de extremo perigo, expondo os moradores ao domínio das facções criminosas que dominam a região.

Nem mesmo as autoridades públicas conseguem transitar na região com segurança. Em março passado, uma equipe de fiscalização do Idema, mesmo acompanhada por uma guarnição do pelotão da Polícia Ambiental, teve de se retirar às pressas do local por falta de segurança, fazendo com que a equipe de policiais que acompanhavam os profissionais do Idema recomendasse a imediata suspensão da vistoria. Em nova tentativa de realizar o serviço de proteção ambiental, os técnicos do Idema retornaram no mês de abril, acompanhados de duas viaturas do Cipam.

Nesta ocasião, a abordagem pelos policiais flagrou uma dupla que trafegava em uma motocicleta constatando que além de animais silvestres engaiolados, também transportavam drogas. No local foram encontrado resíduos de materiais incinerados e cinzas, que após rápida análise policial, constatou-se que se tratava da desova de produtos de roubos, arrastões e abrigo para consumo de drogas. Carros e motos roubados são depenados no local e jogados dentro da lagoa. Moradores da região afirmam que cadáveres também são desovados no Poço do Eco. Existe o risco da ocorrência de um grande incêndio, que pode afetar a vegetação e as moradias das proximidades.

Moradores da região relatam que, frequentemente, grupos de marginais realizam encontros para orgias, bebedeiras e consumo de drogas, situação que já levou ao registro de diversos afogamentos e assassinatos. Análises da água retirada do Poço do Eco comprovam a presença de coliformes fecais, contaminação de origem de fezes humanas e de animais, que podem provocar diversas doenças como: diarreias, hepatites e diversas infecções, além de elevada toxidade.

Também é caótica a limpeza do local, que resulta na formação de um imenso foco de lixo à céu aberto, abrigo para os hospedeiros de diversas doenças, principalmente ratos, baratas, e mosquitos como o Aedes Aegypt (transmissor de Dengue, Chikungunya, Zika e também a Febre Amarela urbana).

Reportagens diversas têm inserido o local nas manchetes policiais. Assassinatos, desova de cadáveres e de produto de roubos, recheiam os noticiários policiais com ações criminosas praticadas nessa área do bairro São José. Informações chegadas à redação dão conta que foram constatadas várias ocorrências de assassinatos, sequestros e roubos.

Procurada pela nossa reportagem do Agora RN, a empresa proprietária da área, a Haroldo Azevedo Construções, afirmou que pretende promover o aterro da cava da antiga “Pedreira Canavial” com resíduos sólidos e construir um projeto no âmbito do programa Minha Casa Minha Vida, com aproximadamente 250 unidades habitacionais, com projeto do arquiteto Luciano Barros, gerando emprego, renda e impostos para a região, com melhorias urbanísticas para o bairro.

Parnamirim terá central de monitoramento com tecnologia 4k

Prefeito Rosano Taveira acredita que implantação de câmeras poderá reduzir crimes na cidade.
Foto: Reprodução/Prefeitura de Parnamirim

A Prefeitura de Parnamirim começou a instalação de câmeras de segurança na cidade com o intuito de inibir a atuação de criminosos no município. Segundo o prefeito Rosano Taveira (PRB), a ação faz parte de um plano de segurança pública adotado pela sua gestão.

“A implantação de uma central de monitoramento com câmeras de alta tecnologia estava dentro do meu plano de governo. Era um anseio muito grande da população medidas para combater a criminalidade na cidade. Sabemos que a segurança pública é responsabilidade do governo estadual, mas o município precisa contribuir e por isso estamos aqui fazendo a nossa parte.”, destacou Rosano Taveira.

De acordo com o secretário municipal de Segurança Pública de Parnamirim, Marcondes Pinheiro, serão 40 monitorando a cidade a partir de sexta-feira, mas este número será expandido e pode chegar a 80 equipamentos em breve.

Ainda de acordo com o secretário, as câmeras de segurança utilizadas pela prefeitura são de alta tecnologia, com imagens de 4k. “É uma imagem perfeita e câmeras inteligentes, com leitor fácil e de placas – é possível até identificar objetos como armas, por exemplo”, revela Marcondes Pinheiro.

A central de monitoramento de Parnamirim vai funcionar na Prefeitura da cidade, que terá capacidade para quatro agentes de segurança pública – que ficarão monitorando as imagens em tempo real. Policias militares do 3° Batalhão de Polícia Militar, responsável pelo policiamento no município estarão dentro da central atendendo ocorrências via Ciosp e acionando equipes para os locais de ocorrência.

O comandante do 3° Batalhão, Major Denilson dos Santos destacou o trabalho da prefeitura na área de segurança. “É um passo importantíssimo. Com essas câmeras conseguimos visualizar em tempo real a ocorrência e assim podemos acionar as equipes que estão na rua para se deslocar rapidamente ao local. Fora que as imagens também capturam a imagem dos infratores e a partir daí o vídeo será repassado a Polícia Civil para o trabalho de investigação criminal”, conclui o oficial.

Governo do Estado e Polícia Federal firmam acordo para cooperação no combate ao crime organizado no RN

Termo de cooperação técnica foi assinado nesta quinta-feira (18) pelo Poder Executivo e a Superintendência da PF.
Acordo entre Governo do RN e PF para enfrentamento ao crime organizado foi assinado nesta quinta-feira 18 (Foto: Elisa Elsie)

G1 RN

O Governo do Estado e a Polícia Federal firmaram um acordo para cooperação no enfrentamento às organizações criminosas no Rio Grande do Norte. O termo de cooperação técnica foi assinado nesta quinta-feira (18) pelo Poder Executivo e a Superintendência da PF.

De acordo com nota enviada pelo governo, a força tarefa agirá no combate a diversos crimes no estado potiguar, desde o tráfico de drogas nacional e internacional até a lavagem de dinheiro, com uma ação conjunta envolvendo as polícias Militar e Civil sob a coordenação da Polícia Federal.

O modelo dessa cooperação técnica, ainda segundo o Executivo, é pioneiro no Brasil. A parceria tem vigência oficial de cinco anos, contados a partir da publicação no Diário Oficial da União. “Este acordo representa um avanço no combate ao crime organizado e na busca pela diminuição dos índices de criminalidade no Rio Grande do Norte”, declarou a governadora Fátima Bezerra.

A chefe do Executivo estadual assinou o documento em conjunto com o vice-governador Antenor Roberto, o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Araújo, a superintendente da PF no RN, delegada Tânia Fogaça, o comandante da PM-RN, coronel Alarico Azevedo, e a delegada-geral da Polícia Civil, Ana Cláudia Saraiva.

“Essa parceria aponta que estamos trabalhando e trazendo resultados. Com essa parceria a Polícia Federal dá ainda mais credibilidade e mostra que acredita no sistema de segurança pública potiguar. Vamos prestar um grande serviço à população”, completou o secretário Francisco Araújo.

De acordo com o Governo do Estado, a parceria inclui treinamento e capacitação dos agentes de segurança e troca de informações entre as forças estaduais e federais.

“A Polícia Federal tem muito o que aprender com as forças de segurança do RN, mas também tem muito a ensinar. Vamos focar inicialmente na formação da força-tarefa de combate ao crime organizado e seguir trabalhando na parte de treinamentos, compartilhamento de bancos de dados e outros pontos como a questão de bombas e explosivos”, explicou a delegada Tânia Fogaça.

Para médio e longo prazo, o Executivo afirma que também está trabalhando na produção do Plano Estadual de Segurança Pública. A ação, que é conduzida pelo vice-governador Antenor Roberto, visa a tornar o Rio Grande do Norte o primeiro estado do país a apresentar um plano de segurança ao Ministério da Justiça e da Segurança Pública e, consequentemente, aderir ao Sistema Único de Segurança Pública (SUSP).