A candidata da mentira

Como podem chamar de renovação uma pessoa que se alia ao pior deputado do país, Rogério Marinho, inimigo número um dos trabalhadores brasileiros?
Rogério Marinho, Ederlinda Dias e Fernando Cunha

Por Jefferson Lázaro

Em época de campanha, tudo acontece nas terras de Auta de Souza, onde a mentira reina há quase 20 anos, comandada pelos irmãos Cunhas.

A mentira da vez é Ederlinda Dias, mulher de Sérgio Cunhas, dizer nos quatro cantos da cidade que é a candidata de Macaíba.

Como pode ela ser candidata de uma cidade onde nunca morou?

Acho que ela quis dizer que era a candidata de Natal, onde ela mora juntamente com Sérgio Cunha e o prefeito.

Uma segunda mentira é dizer que ela quem reabriu o Hospital Regional de Macaíba, quando todos sabem que o hospital foi reaberto por determinação da Justiça, após ação do Ministério Público.

Outra mentira estapafúrdia que está sendo propagada pelos cargos comissionados é que, por nunca ter exercido um cargo eletivo, ela seria uma renovação para a Assembleia.

Ora, que renovação seria essa se ela está mamando nas tetas do governo desde os anos 2000, quando seu cunhado foi eleito prefeito de Macaíba?

Como podem chamar de renovação uma pessoa que se alia ao pior deputado do país, Rogério Marinho, inimigo número um dos trabalhadores brasileiros?

Também não vamos esquecer que ela apoiou e apoia o pior o governador da história do Rio Grande do Norte, Robson Faria, o governador da insegurança.

Aliás, por falar no governador Robinho, o que Sérgio Cunha e Ederlinda estavam fazendo como cargos comissionados da Assembleia, quando Robinson era o presidente no ano de 2009?

Outra coisa, como pode ela ser funcionária da Prefeitura de Natal e secretária adjunta de Saúde do Estado ao mesmo tempo?

Enfim, meus amigos, é muita mentira para uma candidata só…

Leia: Nepotismo na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte

Rogério Marinho é o cão em forma de deputado!

Rogério Marinho é o pior deputado do Brasil e é com esse tipo de gente que o prefeito e sua cunhada se juntaram para acabar de vez com Macaíba.

Por Jefferson Lázaro

Ontem, o prefeito realizou uma reunião para apresentar, oficialmente, Rogério Marinho como o seu candidato para deputado federal. Em seu discurso, acreditem se quiser, ele teve a cara de pau de afirmar que “o trabalho de Rogério Marinho tem sido fundamental para Macaíba”. Diante dessa afirmação esdrúxula, faço a seguinte pergunta:

O que esse canalha do Rogério Marinho fez por Macaíba?

Fernando Cunha perdeu totalmente a noção do ridículo nesses longos anos em que está no poder.

Rogério Marinho é pior deputado do Brasil e é com esse tipo de gente que o prefeito e sua cunhada se juntam para acabar de vez com Macaíba?

Por acaso o senhor prefeito está achando que o povo de Macaíba é otário para votar nesse cão em forma de deputado?

Ele nunca pisou os pés em Macaíba antes. Aí, agora, faltando dois meses para as eleições, o prefeito vem com essa história de que ele fez algo por Macaíba. Só acredita quem quiser…

O que Macaíba ganhou nesses quase vinte anos da família Cunha no poder? 

Sérgio Cunha, Ederlinda Dias Cunha e Fernando Cunha

Por Jefferson Lázaro

Faltando praticamente dois meses para as eleições de 2018, o prefeito de Macaíba e seu irmão, Sérgio Cunha, continua seguindo o velho plano de fazer o povo macaibense de besta.

Como em dezesseis anos de governo, eles não tem trabalho para mostrar, aí inventam ordens de serviços para pavimentação de ruas que, certamente, teriam sido calçadas há décadas se o prefeito não fosse Fernando Cunha.

Claro que a pavimentação de rua é algo extremamente importante para a população, uma vez que os imóveis são valorizados e o problema da buraqueira é resolvido. Ou seja, o que questiono não são as obras, mas a forma como isso é usado para enganar a população em ano de campanha eleitoral.

Ora, se não estivéssemos em véspera de eleições, será que o prefeito teria tanta pressa para pavimentar essas ruas, de tal forma que nem os postes seriam retirados do meio delas, como é o caso da rua que fica próximo à Lagoa das Pedras?

Fernando Cunha deveria se envergonhar por ser um prefeito tão medíocre. São quase vinte anos no poder de umas das cidades mais ricas do RN e as únicas obras que ele tem para mostrar são pavimentações de ruas em ano eleitoral.

Enquanto isso, as principais vias da cidade estão numa situação deplorável. Buracos cada vez maiores e mais perigosos tanto no centro da cidade, na periferia e em toda zona rural, deixando no cidadão macaibense a convicção de uma cidade totalmente abandonada.

Eu pergunto: o que Macaíba ganhou nesses quase vinte anos da família Cunha no poder?

Antes de responder a essa pergunta, saiba que os Cunhas estão realizando uma reunião neste exato momento, em Macaíba, para reeleger Rogério Marinho deputado federal e Garibalde senador. Em troca disso, Ederlinda Dias Cunha, mulher de Sérgio Cunha, recebe o apoio para disputar o cargo de deputada estadual.

O 55 deu uma lapadinha de R$ 20 milhões no povo macaibense

Hôôôôôôôô mainhaaaaaaa, 55 vai dá uma lapadinha mainha! Tá lindo, tá lindinho, tá tudo azuzinho! ♫ ♫ ♫
A dupla do 55: Fernandinho e Robinho. Se juntar os dois, não dá um!

Por Jefferson Lázaro

Essa semana, Fernando Cunha deu a “lapadinha” que ele queria no povo macaibense. Não aquela lapadinha da campanha de 2016. Antes fosse!

A lapadinha que me refiro é o empréstimo de R$ 20 milhões aprovado terça-feria (12) na Câmara Municipal, pelos vereadores aliados do prefeito.

Parece que já virou estratégia dos irmãos Cunhas fazer empréstimos exorbitantes e descabidos dois anos antes das eleições municipais:

Em 2014, eles inventaram um empréstimo de R$ 20 milhões com o BNDS para a construção de um centro administrativo. Agora, esse empréstimo com a Caixa Econômica para pavimentar ruas.

Realmente, devo admitir: esses Cunhas são uns danados! Bem que eles poderiam trabalhar na Crefisa, isto é, se eles gostassem de trabalhar.

Será que é importante um empréstimo de R$ 20 milhões neste momento? Questionava o blog Cidadão Macaibense, lá em novembro de 2014.

Contudo, apesar de questionável, esse empréstimo para a construção do centro administrativo é justificável, tendo em vista se tratar de uma obra que demanda muitos recursos.

Mas o que dizer de um empréstimo de R$ 20 milhões para a pavimentação de ruas, numa cidade como Macaíba, que tem, apenas, 80 mil habitantes?

Depois, ficam reclamando que o povo está dizendo que esse dinheiro é para abastecer a campanha de Ederlinda Dias.

Aliás, por falar em Ederlinda, será que também vão cantar a música da lapadinha quando ela perder a campanha para deputada estadual?

“Hôôôôôôôô mainhaaaaaaa, 55 vai dá uma lapadinha mainha! Tá lindo, tá lindinho, tá tudo azuzinho!”

Delação de Rita das Mercês é uma bomba na candidatura de Ederlinda Dias

Para se eleger Ederlinda Dias deputada estadual, é necessário cerca de 40 mil votos, mas se ela tiver 10 mil em Macaíba é muito! Por isso, os Cunhas precisam do apoio de seus “principais aliados políticos”. O problema é que eles estão envolvidos até o pescoço no escândalo dos funcionários fantasmas da Assembleia.
Os Cunhas e seus “principais aliados políticos”, Robinson Faria e Ricardo Motta

Por Jefferson Lázaro

A notícia que tomou conta do RN nesse final de semana foi a delação da ex-procuradora-geral da Assembleia Legislativa do RN, Rita das Mercês, ao Ministério Público Federal, de que 52 políticos e desembargadores teriam envolvimento no esquema de inclusão de funcionários fantasmas no Poder Legislativo, que desviou cerca de R$ 5,5 milhões, de 2006 a 2015, segundo denúncia do Ministério Público Estadual.

Aí você deve está se perguntando: o que cargas d’água isso tem a ver com a candidatura de Ederlinda Dias a deputada estadual? Tudo, pois o sucesso da candidatura dela depende da reputação dos principais aliados políticos do prefeito, Fernando Cunha, irmão do seu esposo, Sérgio Cunha. Mas quem são esses “principais aliados”? Primeiro, vamos começar pelo aliado mais antigo, deputado estadual Ricardo Motta.

Em todas as eleições estaduais a partir dos anos 2000, quando Fernando Cunha foi eleito prefeito de Macaíba pela primeira vez, Motta foi seu candidato a deputado estadual. Foi assim nas eleições de 2002, 2006, 2010 e 2014, quando também os Cunhas votaram no filho dele, Rafael Motta, para deputado federal.

Já a aliança política com Robinson Faria começa em março de 2009, quando ele nomeou Sergio Cunha e Ederlinda Dias funcionários da Assembleia, em troca de apoio nas eleições de 2010, para a chapa que ele montou com Rosalba e também para a candidatura de seu filho, Fábio Faria, a deputado federal. Em contrapartida, Robinson e Rosalba ajudaram Fernando Cunha a voltar à Prefeitura de Macaíba em 2012, numa derrota história para a então prefeita, Marília Dias. A aliança continuou e, em 2016, os Cunhas ajudaram a eleger Robinson Faria governador do Estado.

Porém, para eleger Ederlinda deputada estadual, é necessário cerca de 40 mil votos, uma vez que ela faz parte do partido que está no governo. Mas aí é que está o problema, pois político algum tem essa quantidade de votos em Macaíba. Se ela tiver 10 mil votos, já é muita coisa, quem dirá 40 mil!  Ou seja,  vai ter que buscar votos fora e para isso os Cunhas contam com apoio de seus “principais aliados”.

Agora, voltando para o início do texto, Advinha quem eram os presidentes da Assembleia na época das “nomeações fantasmas? Robinho e Ricardinho, como diria o vereador Silvan. O primeiro foi presidente da Assembleia de 2003 a 2010. E o segundo, de 2011 a 2015. Ou seja: são os principais responsáveis por tornar a Assembleia Legislativa uma mansão mal assombrada que, em menos de dez anos, tornou-se uma maldição para os cofres públicos.

Para se ter uma ideia, apenas na gestão de Ricardo Motta, a quantidade de cargos comissionados na Assembleia cresceu de 836 para 2.538. Além disso, foi na gestão de Robinson Faria, como dito acima, que Sergio Cunha e Ederlinda foram nomeados em troca de apoio político, mesmo sendo casados, algo proibido pela Lei Contra o Nepotismo. Resta saber agora se, além do nepotismo, eles também eram fantasmas ou não…

Um dia para ser esquecido no jornalismo macaibense

Em que pese a importância do protesto dos estudantes da rede estadual de Educação, ocorrido na manhã de hoje, em frente à Prefeitura de Macaíba, apenas os blogs Macaíba News e Senadinho Macaíba cumpriram o seu papel cidadão.
Protesto realizado pelos estudantes em frente à Prefeitura de Macaíba (Foto: Jefferson Lázaro/Macaíba News)

Por Jefferson Lázaro

Hoje foi um dia para ser esquecido na história do jornalismo macaibense. O dia em que a luta legitima dos estudantes secundários foi esquecida pela maioria dos blogs da cidade em troca de interesses políticos.

O fato noticioso foi o protesto realizado por um grupo de cinquenta alunos da rede estadual em frente à Prefeitura de Macaíba, com o objetivo de pedir ajuda ao prefeito para poderem estudar.

Contudo, apesar da notoriedade do fato, digno até de reportagem da TV Ponta Negra, apenas os blogs Macaíba News e Senadinho Macaíba deram a notícia à população.

Não estou criticando os blogs que se encontram desatualizados, mas aqueles que, por questões políticas, isto é, por terem cargos na Prefeitura ou por desejar tê-los, simplesmente, ignoraram de propósito a notícia.

Vejam bem: a notícia da qual estou falando não se trata de algo que foi feito, apenas, para prejudicar o prefeito, mas de uma reivindicação legitima dos estudantes, que só estão pedindo transporte para escolar.

Independente de quem seja a culpa – Aliás, que se dane a culpa! – o que estou falando aqui é de um grupo de estudantes desesperados, que já perderam um mês de aula e não sabem a quem recorrer.

Isso não é uma questão política, no sentido de estar contra ou a favor do prefeito. Isso é uma questão de Cidadania, pois como disse acima, eles só estão querendo estudar. Então, custava à imprensa local dar voz aos coitados dos estudantes?

Pergunta que não quer calar…

Prefeito abandona estudantes da rede estadual

Será que o prefeito é cego que não enxerga o problema que os estudantes das escolas estaduais estão passando?
Fernando Cunha, o vampiro sangue-suga da Prefeitura de Macaíba

Por Jefferson Lázaro

Começo este artigo fazendo a seguinte pergunta:

Será que o prefeito é cego que não enxerga o problema que os estudantes das escolas estaduais estão passando?

É quase um mês sem ir às aulas por falta de transporte escolar e, até o momento, o prefeito nada fez para ajudar os estudantes na solução do problema.

Mas o transporte escolar dos alunos da rede estadual não é de responsabilidade do Governo do Estado?

Sim, com certeza! Mas isso não quer dizer, simplesmente, que o prefeito abandone os estudantes a própria sorte, deixando-os completamente sem o apoio do Município.

Para que serve então prefeito, vice-prefeito, secretário de Educação, senão for para cuidar dos estudantes do Município?

Porque, queira ou não, esses estudantes são do nosso Município e o transporte sempre foi realizado nos ônibus da Prefeitura, através de um convênio com o Governo do Estado.

Mas porque só agora o prefeito resolveu não renovar o convênio?

Seria algum tipo de jogada para prejudicar ainda mais a imagem do governador, em ano de campanha eleitoral?

Se for essa a razão, o tiro saiu pela culatra e atingiu em cheio o coração do prefeito, que não tem um pingo de compromisso com o povo de Macaíba.

Lei da Ficha Limpa Municipal continua sendo empurrada com a barriga pela situação

Silvan Freitas pediu o prorrogamento do seu pedido de vista da Lei da Ficha Limpa Municipal por mais oito dias.

Por Jefferson Lázaro

Como era de se esperar, a votação da Lei da Ficha Limpa Municipal foi, novamente, empurrada com a barriga pelos vereadores da situação.

Achando pouco o pedido de vista feito na semana passada, o vereador Silvan Freitas solicitou, na sessão de hoje(16), o prorrogamento do seu pedido de vista por mais oito dias, alegando que gostaria de adicionar uma emenda ao projeto.

E por que não o fez na semana que passou?

Por que essa emenda não foi feita nos dois últimos meses?

Não tem cabimento – nem para Silvan, nem para qualquer outro vereador – pedir vista de um projeto de lei de uma página e meia, que tramita há quase três meses na Câmara Municipal.

Digam logo que não vão aprovar!!!

É melhor que ficar brincando com a paciência do povo. É melhor que usar Silvan como bucha de canhão…