Governo federal exonera chefe de gabinete, secretário adjunto, assessor especial e três diretores do MEC

Edição extra do ‘Diário Oficial da União’ trouxe a exoneração de cargos do alto escalão no ministério; em nota, MEC diz que as medidas ’em nada representam arrefecimento no propósito de combater toda e qualquer forma de corrupção’.
Foto: Reprodução/Internet

Por G1

Em edição extra desta segunda-feira (11) do “Diário Oficial da União”, o governo Bolsonaro exonerou seis nomes que ocupavam cargos do alto escalão do Ministério da Educação.

Veja os nomes exonerados e os cargos que ocupavam:

  • Tiago Tondinelli (chefe de gabinete do ministro da Educação)
  • Eduardo Miranda Freire de Melo (secretário-executivo adjunto da Secretaria-Executiva do Ministério da Educação)
  • Ricardo Wagner Roquetti (coronel que atuava como diretor de programa da Secretaria-Executiva do Ministério da Educação)
  • Claudio Titericz (diretor de programa da Secretaria-Executiva do Ministério da Educação)
  • Silvio Grimaldo de Camargo (assessor especial do ministro da Educação)
  • Tiago Levi Diniz Lima (diretor de Formação Profissional e Inovação da Fundação Joaquim Nabuco)

A portaria foi assinada por Abraham Weintraub, ministro-chefe substituto da Casa Civil.

Nomeações

Na mesma edição do DOU, a Casa Civil também publicou uma portaria nomeando novos ocupantes a três dos seis cargos que ficaram vagos:

Josie Priscila Pereira de Jesus será a nova chefe de gabinete do ministro Ricardo Vélez Rodríguez; Robson Santos da Silva exercerá o cargo de diretor de Formação Profissional e Inovação da Fundação Joaquim Nabuco; e Rubes Barreto da Silva será o novo secretário-executivo adjunto da diretor de Formação Profissional e Inovação da Fundação Joaquim Nabuco.

O cargo de assessor especial e os dois cargos de diretores de programas do MEC não tiveram novas nomeações.

Nota do MEC

Algumas das exonerações oficializadas já haviam sido divulgadas na semana passada. Na tarde desta segunda, pouco antes da publicação da edição extra do DOU, o Ministério da Educação divulgou uma nota afirmando que “as movimentações de pessoal e de reorganização administrativa, levadas a efeito nos últimos dias, em nada representam arrefecimento no propósito de combater toda e qualquer forma de corrupção” e que “ademais, envolveram cargos e funções de confiança, de livre provimento e exoneração”.

No comunicado, o MEC afirmou ainda que, “continua firme no propósito de dar prosseguimento aos trabalhos” de “apuração de indícios de irregularidades no âmbito da pasta”.

UFRN abre seleção com 12 vagas para doutorado em Bioquímica

Inscrições começaram nesta segunda-feira (11) vão até o dia 30 de abril.
Campus central da UFRN, em Natal (Foto: UFRN/Divulgação)

Por G1 RN

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) abriu nesta segunda-feira (11) inscrições para quem quer concorrer ao doutorado em Bioquímica. Ao todo, são 12 vagas disponíveis, sendo duas delas reservadas para qualificação de servidores da instituição.

A inscrição está aberta até o dia 30 de abril e é feita online, no sistema da UFRN, através do preenchimento de um formulário. São necessários os dados pessoais e toda documentação de comprovação para realização do doutorado de forma digitalizada em formato PDF.

A seleção acontece em duas fases. Na primeira, há a avaliação do projeto em caráter eliminatório. Na segunda, o candidato faz a defesa oral do projeto, de forma presencial, com tempo máximo de 20 minutos, que será avaliada pela banca examinadora.

Professor Domingos Sávio será o novo secretário de Educação de Macaíba

Segundo publicação realizada hoje pelo Blogue Senadinho Macaíba, o novo Secretário de Educação de Macaíba será o professor Domingos Sávio, ex-secretário de Educação e da Cultura do Governo Robinson Faria. Márcia Portela, atual secretária, fica no cargo até a próxima sexta-feira (24).

Currículo

Licenciado em Geografia pela UFRN e mestre em Ciências Sociais, Domingos Sávio é professor do quadro da Secretaria da Educação e Cultura do RN. Já exerceu as funções de professor do Colégio Atheneu Norte-Riograndense, cargo de chefe de gabinete do IPERN em 1998; foi presidente do Iprevinat no ano 2000; secretário de Educação do município de Extremoz; e presidente da Undime/RN no período de 2000 a 2010.  Recentemente, Domingos Sávio foi secretário adjunto da SEEC-RN.