Feira do Milho espera aumentar em 80% as vendas durante o período junino

O espaço contará com 14 comerciantes, que trarão o milho de municípios como Macaíba, Ceará Mirim, Pedro Velho, Assu, Ipanguaçu, Touros, Carnaubais, São José de Mipibu e Nísia Floresta.
Foto: Demis Roussos/ASSECOM RN

Governo do RN/ASSECOM

A “Feira do Milho” será aberta oficialmente na próxima segunda-feira (27), na Central Agricultura Familiar e Economia Solidária (Cecafes), em Natal. Segundo os organizadores, a previsão é de que este ano as vendas aumentem 80% em relação ao ano passado, devido ao crescimento na produção com as chuvas em 2019.
Este ano, o espaço contará com 14 comerciantes, que trarão o milho de municípios como Macaíba, Ceará Mirim, Pedro Velho, Assu, Ipanguaçu, Touros, Carnaubais, São José de Mipibu e Nísia Floresta.
A feira será montada na entrada do estacionamento da Cecafes, de 6h às 20h, podendo o horário ser estendido até às 22h, dependendo do comerciante. O preço poderá variar de R$ 20 a R$ 25 a mão de milho (50 espigas).
Todos os comerciantes ficarão disponíveis na “Feira do Milho” até o dia 1º de julho, mas dependendo do movimento alguns poderão estender suas vendas até o dia 15 de julho.
A Cecafes passou a ser oficialmente ligada à recém-criada Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf). O espaço de comercialização está localizado na esquina das avenidas Jaguarari e Capitão Mor Gouveia, vizinho à Ceasa, no bairro Lagoa Nova.

Sethas cria loja conceito para promover artesanato potiguar

A loja estará aberta ao público a partir do dia 27 de maio no prédio da Sethas, no Centro Administrativo do Estado.
Foto: ASSECOM/RN

Governo do RN/ASSECOM

A Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas-RN) promove, entre os dias 24 e 31 de maio, uma loja conceito do Artesanato Potiguar. A iniciativa tem como objetivo fomentar e fortalecer o trabalho dos artesãos potiguares. Uma comitiva de Portugal também visitará a loja para conhecer os produtos norte-rio-grandenses nesta sexta-feira (24).

A loja conceito estará aberta ao público externo a partir do dia 27 de maio (segunda-feira), das 08h às 16h, no Prédio da Sethas, no Centro Administrativo do Estado, das 9h às 17h.

De acordo com Graça Leal, coordenadora do Programa do Artesanato do Estado do Rio Grande do Norte (Proarte-RN), o principal objetivo da exposição é fortalecer a identidade potiguar de artesanato, criando laços e parcerias com outros agentes em busca da consolidação dos produtos no cenário nacional e internacional. “Nós vamos mostrar para as pessoas que o RN também tem seus produtos. Nesse sentido, vamos em busca da desconstrução da noção de que nós apenas reproduzimos o material do Ceará. Esse ensaio piloto vai ser o primeiro passo para montarmos a nossa loja conceito fixa”, disse.

A exposição conta com peças produzidas por artesãos das cidades de Natal, Caicó, Parnamirim, Ouro Branco, Nísia Floresta, Timbaúba dos Batistas, Ceará-Mirim, Assú, São José de Mipibu, Macaíba, Vera Cruz, Espírito Santo, Touros. Ao todo, estão sendo expostos trabalhos de 25 artesãos. São peças que abordam diferentes tipologias artesanais e produtos como vestuário; cama, mesa e banho; fibra de sisal; palha de carnaúba; bolsas; utensílios de cerâmica; esculturas; objetos decorativos religiosos.

Governo repassa recursos da Assistência Farmacêutica para municípios do RN

Valor de R$ 1,3 milhão foi repartido entre as 167 cidades potiguares.
Foto: Reprodução/Internet

Governo do RN/ASSECOM

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) já repassou aos 167 municípios do Rio Grande do Norte a contrapartida estadual do Componente Básico da Assistência Farmacêutica. O valor total destinado é de R$ 1.367.724,24 referentes aos dois primeiros meses do ano de 2019 e os recursos são integralmente do Orçamento Geral do Estado (OGE).

“Trata-se, portanto, de um compromisso de Governo e de campanha da Governadora Fátima Bezerra com o SUS, reestabelecendo o repasse de recursos entre as três esferas – União, Estados e municípios – devolvendo assim o pacto com a parte federativa e as parcerias com os municípios”, afirmou o secretário estadual de saúde, Cipriano Maia.

A utilização dos recursos por parte dos municípios é regulamentada por meio das portarias nº 1.555 de 30 de julho de 2013 e portaria 2.001 de 03 de agosto de 2017 do Ministério da Saúde. O valor repassado para cada município é calculado com base na população estimada, seguindo os critérios do Censo da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A ação é de suma importância para a manutenção dos serviços de saúde nos municípios, já que garante a aquisição de medicamentos e insumos, incluindo-se aqueles relacionados a agravos e programas de saúde, como os usuários insulinodependentes, no âmbito da Atenção Básica à Saúde.

Governadora recebe em audiência representantes do setor energético do Nordeste

O grupo tem buscado a adesão de governadores e de outros agentes públicos nas ações de defesa principalmente da Eletrobrás e da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (CHESF).
Foto: Demis Roussos/ASSECOM

Governo do RN/ASSECOM

A governadora Fátima Bezerra recebeu em audiência na tarde da quinta-feira (16) representantes de diversos segmentos sindicais do setor energético, que vieram pedir apoio à frente contra as privatizações do setor.

O grupo tem buscado a adesão de governadores e de outros agentes públicos nas ações de defesa principalmente da Eletrobrás e da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (CHESF). Para o representante dos empregados da CHESF, Fernando Dantas Ferro, o momento é de preocupação com o futuro. “A CHESF é uma remanescente do Sistema Hidrelétrico Brasileiro e é a maior geradora de energia elétrica do Brasil que é genuinamente nacional. Por isso estamos conversando com os governadores, principalmente os do Nordeste”, disse. E complementou “A privatização da CHESF compromete inclusive o projeto de transposição do rio São Francisco”.

O presidente da Federação Nacional dos Urbanitários do Nordeste e Sindicato dos Eletricitários da Bahia, Raimundo Lucena Maciel, reforçou a necessidade de se mostrar as potencialidades e a importância do setor para os brasileiros. “A CHESF tem um papel importante no desenvolvimento do Nordeste. Precisamos mostrar esse potencial e, para isso é necessário o apoio dos governadores”, destacou.

A governadora confirmou que o Rio Grande do Norte é sensível à causa e ressaltou que é preciso preservar o setor energético do Brasil. “Se a gente não cuidar dos nossos ativos, como a CHESF e a Eletrobrás, como vamos avançar na retomada do desenvolvimento do país? Nós temos no Nordeste uma coesão política muito forte e o Fórum dos Governadores tem sido muito importante para isso. Podem contar comigo para ser uma das articuladoras em busca da preservação desse patrimônio”, concluiu Fátima.

Também participaram do encontro o secretário de Estado de Gestão de Projetos e Relações Institucionais, Fernando Mineiro, e representantes do setor energético dos estados de Alagoas, Ceará, Pernambuco, Bahia e do Rio Grande do Norte.

Governo vai repor corte de emendas federais para a UERN

Ação representa investimento de R$ 3,6 milhões para instituição de ensino superior.
Governadora Fátima Bezerra em reunião com a diretoria da ADUERN

Governo do RN/ASSECOM

O Governo do Estado vai repassar R$ 3,6 milhões para garantir investimentos na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), sendo R$ 3 milhões referentes a contingenciamentos realizados pelo Governo Federal nas emendas inseridas no Orçamento Geral da União que foram destinadas à instituição de ensino superior pela bancada federal potiguar. Os R$ 600 mil restantes são contrapartidas para o recebimento de mais R$ 6 milhões em emendas dos anos anteriores.

A decisão foi anunciada pela governadora Fátima Bezerra em reunião com a diretoria da Associação dos Docentes da UERN (Aduern). O repasse será formalizado na próxima semana, em Mossoró. “Nosso trabalho é totalmente voltado à valorização da UERN e isso passa pelos investimentos, pela valorização do profissional que trabalha na instituição, ainda mais nesse momento muito sério que passa a educação do país”, ressaltou a governadora.

Ainda durante a reunião, a chefe do executivo determinou a criação de grupos de trabalho para discutir e avaliar demandas dos professores da UERN, em especial a criação do plano de cargos, carreiras e salários para os 823 professores efetivos da instituição. “A pauta é totalmente legítima e justa, por isso vamos criar uma comissão para discutir o plano, tudo à luz da realidade do Estado. Nosso planejamento é começar, mesmo que de forma modesta, do jeito que nos é permitido, a fazer uma reposição salarial para a educação, a saúde e a segurança”, completou Fátima Bezerra.

Os professores da UERN discutem a formatação do plano da categoria há vários anos, tendo aprovado ainda no início de 2016 a minuta que foi entregue ao Governo do RN nesta reunião, e o último aumento salarial foi escalonado de 2012 a 2014. “Estamos com um déficit salarial acumulado de 138% em uma década. É preciso atualizar o plano para evitar a saída de professores da instituição”, afirmou a professora Rivânia Moura, presidente da Aduern.

A comissão de avaliação será formada por representantes das secretarias de Estado da Administração (Sead) e do Planejamento e das Finanças (Seplan), da reitoria da UERN e da Aduern.

Os professores ainda apresentaram demandas para discussão na comissão, como a abertura de espaços de diálogo entre a gestão estadual e a direção da UERN, além da atualização do auxílio-saúde para técnicos e professores e o projeto de lei para regularização a cessão de docentes da universidade para outros órgãos.

A reunião contou com a participação dos secretários Aldemir Freire (Seplan), Getúlio Marques (SEEC) Virgínia Ferreira (Sead) e Alexandre Lima (Sedraf), além do diretor-presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do RN (Fapern), Gilton Sampaio, a diretora da Escola de Governo, Ana Lúcia Gomes, e a diretora do Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy, Márcia Maria Alves de Assis. Os últimos quatro citados, além de gestores do Governo, são também professores da UERN.

Rio Grande do Norte firma candidatura para receber convenção nacional da CVC

Evento reúne mais de 1,7 mil agentes de viagens de todo o Brasil.
Governadora Fátima Bezerra, Prefeito de Natal Alvaro Dias, Secretária de Turismo do RN Ana Maria Costa e contou com participação do Secretario de Turismo de Natal Fernando Fernandes, Diretor da Fecomércio-RN George Costa e do Presidente da ABIH-RN José Odécio(Foto: Demis Roussos/ASSECOM)

Governo do RN/ASSECOM

O Rio Grande do Norte é um dos candidatos a receber a convenção da operadora de viagens CVC em fevereiro de 2020. A candidatura foi confirmada após reunião entre Governo do RN, Prefeitura do Natal, Fecomércio-RN e Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN). A escolha do local será divulgada pela empresa no próximo dia 15.

A previsão é de que o evento da CVC reúna mais de 1700 agentes de viagens de todo o Brasil. O encontro também é disputado por estados como Ceará, Alagoas e São Paulo. De acordo com a governadora Fátima Bezerra, a parceria é importante não só para esta concorrência pelo encontro da operadora de viagens. “Este trabalho conjunto é vital para o desenvolvimento do turismo no nosso estado, diminuindo as dificuldades que enfrentamos do ponto de vista financeiro e divulgando ainda mais o Rio Grande do Norte como destino”, afirmou.

A candidatura do RN surge da parceria entre Governo, Prefeitura de Natal e as entidades privadas. A ideia é de que o evento ainda conte com parceiros como a Assembleia Legislativa, a Câmara Municipal de Natal, o Sebrae e a Confederação Nacional do Comércio (CNC). Dados do trade turístico apontam que Foz do Iguaçu, por exemplo, aumentou o seu fluxo de turistas em 40% após receber a convenção em 2017.

Para o prefeito de Natal, Álvaro Dias, o trabalho para incrementar o turismo de eventos no RN precisa ser cada vez mais desenvolvido, principalmente a partir da utilização do Centro de Convenções. “Para isso a parceria entre Governo e Prefeitura é essencial, vendendo o destino não só nesse ponto, mas também na cultura, investindo nos nossos museus”, pontuou Álvaro.

O planejamento é de que o evento da CVC seja concentrado no Centro de Convenções, envolvendo também o Museu da Rampa ­– obra que será finalizada pelo Governo do RN ainda este ano – e o encerramento na Arena das Dunas. “Já conversamos com a Arena para que ela também entre como parceira nossa nessa disputa por esse evento de porte nacional”, explicou a secretária de turismo do RN, Ana Maria Costa.

A reunião ainda contou com a participação do secretário de turismo de Natal, Fernando Fernandes; o diretor da Fecomércio-RN e coordenador da Câmara Empresarial do Turismo, George Costa; e o presidente ABIH-RN, e José Odécio.

Governo pede força-tarefa do TCE para agilizar compensação de contribuições

Titular da Seplan afirmou que até outubro o cálculo é que o estado possa receber entre R$ 80 e R$ 100 milhões.
Governadora Fátima Bezerra, Vice-Governador Antenor Roberto acompanhados do Presidente do TCE Poty Junior e auxiliares(Foto: ASSECOM RN)

Governo do RN/ASSECOM

A governadora Fátima Bezerra solicitou ao Tribunal de Contas do Estado – TCE, a constituição de uma força-tarefa para agilizar os processos de compensação da contribuição previdenciária ao INSS dos servidores públicos do poder Executivo estadual. A medida tem como objetivo recolher ao Instituto de Previdência do Estado – IPERN os valores recolhidos ao INSS referentes ao tempo de serviço averbado nas aposentadorias efetivadas pelo órgão estadual.

A solicitação foi feita nesta segunda-feira, 06, na sede do TCE, onde a governadora esteve acompanhada do vice-governador Antenor Roberto, secretário estadual de Planejamento, Aldemir Freire, diretor-presidente do IPERN, Nereu Linhares, para reunião com os conselheiros da corte estadual de contas, o presidente Poty Junior, mais Gilberto Jales, Paulo Roberto Alves, Adélia Sales e corpo técnico.

Fátima Bezerra explicou que “o repasse dos recursos ao IPERN é muito importante para garantir a normalidade aos servidores e equilibrar as receitas da previdência estadual. Estamos nos empenhando ao máximo para garantir o direito dos servidores a receber salários em dia. Também para pagar as quatro folhas em atraso que não foram honradas pela gestão anterior. Não podemos ver o atraso como normalidade. O servidor trabalha e precisa receber. Sem contar que desde 2010 os servidores do Executivo estão com os salários congelados. Vocês vejam como é a situação”, argumentou a governadora.

Ela lembrou que os valores da contribuição ao INSS pelo tempo de serviço averbado junto ao IPERN é um direito da previdência estadual. “Precisamos recompor isso e dar mais um passo para a saúde financeira do nosso Instituto”.

Aldemir Freire afirmou que até outubro o cálculo é que o estado possa receber entre R$ 80 milhões e R$ 100 milhões. Nereu Linhares disse que só dos servidores da Educação são oito mil processos de compensação. Dos órgãos da administração indireta são mais dois mil processos.

Mutirão de mamografias chega ao Centro Administrativo na próxima semana

Mutirão de mamografias será realizado a partir da próxima segunda (6) até sexta-feira (10) no estacionamento da Escola de Governo, no centro Administrativo do Estado.
Unidade Móvel Grupo Reviver (Foto: Blog do BG)

Governo do RN/ASSECOM

O mutirão de mamografias realizado pelo Grupo Reviver em Natal será realizado, a partir da próxima segunda-feira (6), no Centro Administrativo do Estado. Os atendimentos feitos na Unidade Móvel Savana Galvão seguem até a sexta-feira (10) no estacionamento da Escola de Governo do Rio Grande do Norte.

O público-alvo são mulheres a partir dos 40 anos e que serão beneficiadas com a realização gratuita de um dos mais eficazes exames para a detecção do câncer de mama, devido o credenciamento junto ao SUS, através da Secretaria Municipal de Saúde de Natal.

Os atendimentos serão realizados mediante ordem de chegada. As mulheres que agendaram o exame previamente na recepção da Escola de Governo serão atendidas dentro da hora marcada. Serão realizados até 60 atendimentos por dia, das 8h às 17h.

Para participar do mutirão de mamografias, as mulheres a partir dos 50 anos devem apresentar os originais e cópia da identidade, cartão do SUS e comprovante de residência, para aquelas entre 40 e 49 anos, é necessário levar também a requisição médica do exame. “É imprescindível a apresentação da documentação, caso contrário não será possível realizar o procedimento”, afirma Idaísa Mota, sócia-fundadora do Grupo Reviver.

A iniciativa de trazer a unidade móvel do Reviver para o Centro Administrativo é da Comissão Estadual do Programa de Qualidade de Vida e Saúde no Trabalho do Rio Grande do Norte, a fim de facilitar o atendimento às servidoras públicas. “A realização da mamografia é de extrema importância para a prevenção do câncer de mama, por isso firmamos parceria com o Grupo para propiciar mais comodidade às servidoras estaduais, trazendo assim esse atendimento para mais perto do seu ambiente de trabalho”, pontua Ricardo Amaral, presidente da Comissão.

Contudo, vale ressaltar que qualquer mulher que queira realizar o procedimento poderá ser atendida, independentemente de ser servidora do Governo do Estado. O exame leva entre 10 e 15 minutos para ser concluído. Os resultados serão entregues na Escola de Governo cerca de 30 dias após sua realização.

Mais informações: 3232-1490 ou [email protected].

Rebanho potiguar começa a ser vacinado contra a febre aftosa

Primeira etapa da campanha de vacinação começa nesta quarta (1º). Estado possui cerca de 900 mil bovinos.
Campanha de vacinação contra aftosa começa nesta quarta(1º) no RN (Foto: Governo do RN/Divulgação)

Por G1 RN

O Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (Idiarn) inicia nesta quarta-feira (1º) a primeira etapa da Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa. Neste primeiro momento, durante todo o mês de maio, a vacinação é obrigatória para todo o rebanho. O estado possui cerca de 900 mil bovinos.

Além da vacinação, os criadores também devem fazer a declaração de seus animais. Este ano, a dosagem da vacina foi reduzida de 5 mililitros para 2 mililitros – o que deve baixar a probabilidade de os animais terem alguma reação ao medicamento.

Ano passado, o estado imunizou mais de 94,52% do rebanho. O RN tem a condição reconhecida pela Organização Mundial de Saúde Animal como ‘estado livre da febre aftosa com vacinação’. Assim, está apto a exportar seus animais para qualquer país do mundo.

Governo trabalha em folha extra para pagar piso dos professores

Folha suplementar dos professores da ativa virá com a diferença entre valor do novo piso e o do piso anterior, além da primeira parcela do retroativo, referente ao mês de janeiro.
Foto: Demis Roussos/ASSECOM RN

Portal do Governo do RN/ASSECOM

O Governo do Rio Grande do Norte já trabalha na confecção de uma folha extra para pagar o piso dos professores da rede estadual na próxima sexta-feira, dia 03 de maio. O pagamento deveria ter saído nesta sexta-feira (30), juntamente com a folha de abril. No entanto, como o projeto de lei complementar só foi aprovado na Assembleia Legislativa no dia 25, quando a folha já estava fechada, não houve tempo para implantar o reajuste do piso, que é de 4,17%.

A Secretária Estadual de Administração, Virgínia Ferreira, disse que os servidores estão trabalhando em regime de urgência. “Sabemos que a folha precisa ir para o Banco do Brasil com 48h de antecedência. Temos o feriado de 1º de maio, mas todas as medidas, no âmbito do Poder Executivo, estão sendo tomadas visando garantir o cumprimento do acordo com a categoria.”

O professor Getúlio Marques Ferreira, secretário estadual de Educação explicou que a folha suplementar dos professores da ativa virá com a diferença entre valor do novo piso e o do piso anterior, além da primeira parcela do retroativo, referente ao mês de janeiro. Para aposentados e pensionistas, a implantação do piso será feita na folha regular de maio. No caso deles, o retroativo começa a ser pago em junho.

Nesta terça-feira (30), véspera de feriado, o Governo concluiu o pagamento do restante da folha salarial de abril do funcionalismo estadual. Estão circulando mais R$ 142 milhões na economia do Estado. Com isso, o Governo cumpre o pagamento em dia de todo o primeiro quadrimestre da gestão, e segue com ações na obtenção de recursos extras para quitar o passivo deixado pela última gestão