Além de vereador e poeta, Zeca Cunha é um excelente dançarino

Ao falar sobre a reforma da Previdência, o vereador não apenas cantou, como também dançou a música Se Gritar Pega Ladrão, de Bezerra da Silva.
Zeca Cunha dançando e cantando no palco do Pax Club (Foto: Reprodução/YouTube)

Por Jeffeson Lázaro

Após declamar o Canto da Ema na sessão da semana passada, o vereador Zeca Cunha inovou em seu pronunciamento realizado na audiência pública dessa segunda-feira (17).

Ao falar sobre a reforma da Previdência, o vereador não apenas cantou, como também dançou no ritmo da música Se Gritar Pega Ladrão, do eterno Bezerra da Silva.

Reforma da Previdência é o tema. E o lema da reforma da Previdência sabe qual é? Não tenho medo de dizer não. Se gritar pega ladrão não fica um meu irmão. É roubo na Previdência“, disse Zeca, sambando e cantando conforme a música.

Ao ver o gingado do vereador, o público foi ao delírio.  

Esse Zeca é um danado! Chegou na Câmara para representar os pescadores, mas bem que poderia representar os dançarinos. Pense num cabra das juntas mole”, disse o senhor José do Egito*.

“A melhor parte foi a dança de Zeca. Nunca vi um vereador dançar tão bem. A partir de hoje, não perco nenhuma sessão. Quero vê-lo dançando ‘Pau que nasce torto nunca se endireita’ da próxima vez”, disse dona Defuntina do Pé-Curto**. 

Depois da perfomance do vereador, teve gente dizendo que ele deveria participar da dança dos famosos do Domingão do Faustão. Pena que a deputada e a senadora já haviam se retirado e não presenciaram esse épico acontecimento da dança, quer dizer, da política macaibense.

                           

______________________

*Personagem fictício
** Personagem fictício