Fátima Bezerra é empossada como governadora do RN

Fátima foi a única mulher do país a tomar posse como governadora.
Governadora Fátima Bezerra e vice-governador Antenor Roberto

Por Igor Jácome, G1 RN

A nova governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), tomou posse do cargo na tarde desta terça-feira (1º) para seu primeiro mandato no Poder Executivo do estado. A cerimônia aconteceu na Escola de Governo, no Centro Administrativo, Zona Sul de Natal. O vice-governador Antenor Roberto (PCdoB) também foi empossado.

Marcada para as 15h, a solenidade de posse teve início com atraso de cerca de 45 minutos. A cerimônia foi aberta pelo presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB). Após a mesa ser formada por autoridades, a nova governadora e o vice-governador, Fátima Bezerra e Antenor Roberto fizeram o seguinte juramento: “Prometo manter, defender e cumprir as Constituições da República e do Estado, observar as leis, promover o bem geral do povo e exercer o cargo com lealdade e honra”.

Em seguida, a governadora e o vice foram declarados empossados e assinaram o termo de posse.

“A generosidade e o desejo de mudança expressos pela população do Rio Grande do Norte nos trouxe até aqui hoje. Assumo, sem dúvida nenhuma, a tarefa mais desafiadora da minha vida política: ser governadora do estado do Rio Grande do Norte. Um estado que me acolheu desde a minha juventude, e para o qual dediquei uma vida de trabalho como professora, deputada estadual, deputada federal e senadora”, afirmou a governadora eleita.

Após a posse, a nova governadora foi à Governadoria do Estado, também no Centro Administrativo, para o ato de transmissão do governo de Robinson Faria (PSD), para ela. O ato, entretanto, foi a portas fechadas e a tradicional recepção na rampa não aconteceu.

Os secretários de estado já anunciados por Fátima Bezerra serão empossados dos seus cargos na tarde desta quarta-feira (2) também na Escola de Governo.

Fátima Bezerra é a governadora eleita mais votada da história do RN

Com 100% das urnas apuradas, segundo o TSE, ela angariou 1.022.910 votos. Fátima é a única mulher eleita governadora no país em 2018.
Fátima Bezerra é a governadora eleitoa mais votada da história do Rio Grande do Norte (Foto: Pedro Vitorino)

Por Norton Rafael, G1 RN

A senadora Fátima Bezerra (PT) bateu o recorde de votos recebidos por um candidato que concorreu ao governo do Rio Grande do Norte. Com 100% das urnas apuradas, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ela angariou 1.022.910 votos. É a primeira vez que um governador ultrapassa a barreira de um milhão de votos no estado. No primeiro turno, Fátima recebeu 748.150 votos.

O recorde anterior pertencia ao atual governador Robinson Faria (PSD). Em 2014, ele foi eleito com 877.268 votos, derrotando o ex-deputado federal e ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (MDB) em segundo turno. Robinson disputou a reeleição em 7 de outubro deste ano, mas não teve êxito.

Fátima ainda superou o número de votos que conquistou em 2014, quando foi eleita senadora pelo Rio Grande do Norte. Na ocasião, obteve 808.055 votos e venceu a ex-governadora Wilma de Faria, que também concorria a uma cadeira no Senado Federal.

Fátima Bezerra assume o governo do Rio Grande do Norte em 1° de janeiro de 2019. Ela ocupará o cargo até 31 de dezembro de 2022.

Governadores eleitos no RN

Ano Governador Número de votos
2018 Fátima Bezerra (PT) 1.022.910
2014 Robinson Faria (PSD) 877.268
2010 Rosalba Ciarlini (DEM) 813.813
2006 Wilma de Faria (PSB) 764.016
2002 Wilma de Faria (PSB) 820.541
1998 Garibaldi Alves Filho (PMDB) 560.682
1994 Garibaldi Alves Filho (PMDB) 489.765
1990 José Agripino Maia (PFL) 525.229

MP denuncia deputado estadual Ricardo Motta por peculato

Da operação Capuleto, deflagrada pelo MP em maio de 2017, para apurar a prática de crimes decorrentes do desvio de recursos públicos.
Ricardo Motta deputado (Foto: João Gilberto/ALRN )

Por G1 RN

O Ministério Público do Rio Grande do Norte, por intermédio do procurador-geral de Justiça, ofereceu denúncia à Justiça potiguar contra o deputado estadual Ricardo Motta. A denúncia foi protocolada nesta segunda-feira (27) junto ao Tribunal de Justiça e ainda está sob sigilo.

Em nota, assinada pelo advogado Thiago Cortez, a defesa do deputado disse que somente poderá se pronunciar após ser oficialmente notificada.

Ela é resultado da operação Capuleto, deflagrada pelo MP em maio de 2017, para apurar a prática de crimes decorrentes do desvio de recursos públicos oriundos de convênio firmado entre o Idema e a Fundação para o Desenvolvimento Sustentável da Terra Potiguar (Fundep), em que foi contratada uma construtora para realizar a reforma do Ecocentro, com recursos provenientes de compensação ambiental da empresa Brasventos Eolo Geradora de Energia S/A.

A operação Capuleto foi um desdobramento da operação Candeeiro, em que o deputado Ricardo Motta também foi denunciado por ter desviado do Idema a quantia de R$ 19.321.726,13, entre janeiro de 2013 e dezembro de 2014, segundo as investigações do Ministério Público. O parlamentar também é um dos denunciados da operação Dama de Espadas, em que ele figura como réu por ter chefiado a organização criminosa que desviou recursos públicos do parlamento estadual entre 2011 e 2015, mediante a inserção fraudulenta de “servidores fantasmas” na folha de pagamento do órgão legislativo.

Na denúncia oferecida nesta segunda-feira, o MP do Rio Grande do Norte pede que Ricardo Motta seja notificado e que, querendo, apresente defesa no prazo de 15 dias. O Ministério Público requereu ainda que, com o trânsito em julgado, além de condenado pelos crimes, o deputado estadual tenha os direitos políticos suspensos durante o prazo da condenação.

Mapa revela cidades já dominadas e em disputa por facções criminosas no RN

Para Fórum de Segurança Pública, guerra entre facções é a principal causa dos altos índices de violência no estado. Hoje, o RN aparece como o estado com a maior taxa de homicídios do país.

 

Mapa mostra as áreas de domínio e que estão em disputa pelas facções criminosas que atuam no RN (Foto: Foseg-RN)

Do G1RN

os 167 municípios do Rio Grande do Norte, quatro cidades que compõem a região Metropolitana de Natal, mais a própria capital potiguar e Mossoró, na região Oeste do estado, o tráfico de drogas ainda não possui o domínio supremo de alguma facção criminosa. A informação é do Fórum de Segurança Pública do RN – entidade formada por associações e sindicatos que representam as forças de segurança pública do estado.

Em outras palavras, significa dizer que em 90% do estado o comércio ilegal de entorpecentes é comandado pelo Sindicato do Crime do RN (SDC), facção criada em 2012 a partir de um grupo dissidente do Primeiro Comando da Capital (PCC), que tem os primeiros registros de atuação no território potiguar no ano de 2006. Já o PCC, ainda de acordo com o Foseg, atua com soberania apenas em três bairros da capital.

A predominância territorial do SDC, ainda de acordo com o Foseg, tem uma explicação: quantidade. “A facção local tem mais gente. São 4.200 componentes presentes em todos os municípios do estado. Já a facção rival, possui cerca de 900 membros aqui no estado. Porém, mesmo com um efetivo inferior, a facção paulista tem poder econômico maior, que a permite, por exemplo, manter as rotas de distribuição de drogas do RN para a Europa e estados vizinhos”, explicou Nilton Arruda, presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Rio Grande do Norte (SInpol-RN), um dos porta-vozes do Foseg.

Lei permite que professores do RN paguem meia entrada em eventos culturais

O direito se estende aos profissionais da rede pública e privada que estejam na ativa. A lei foi publicada no Diário Oficial do Rio Grande do Norte desta quinta-feira (23).
Foto: Reprodução/Web)

Uma lei publicada no Diário Oficial do Rio Grande do Norte desta quinta-feira (23), permite que professores ativos das redes pública e privada do estado paguem meia entrada em eventos culturais.

Para ter acesso ao direito, o professor deve apresentar documento oficial com foto e contracheque atualizado que identifique a instituição em que trabalha, ou carteira de identidade de professor que identifique empregador, funcionário e cargo que ocupa.

A lei, que entra em vigor já nesta quinta-feira (22), abrange estabelecimentos culturais de qualquer natureza, assim como eventos de esporte e lazer que proporcionem cultura e entretenimento.

Fonte: G1RN

Fátima Bezerra concede entrevista ao coletivo Elas por Elas

O Macaíba News reproduz excelente entrevista da senadora Fátima Bezerra, ao coletivo feminino Elas por Elas, por ocasião de sua candidatura ao Governo do Estado.
Senadora Fátima Bezerra, candidata ao governo do estado.

1. Fale um pouco da sua história, onde nasceu, qual a sua trajetória de vida e como entrou na política.

“Eu nasci em Nova Palmeira, pequena cidade que fica no chamado Seridó paraibano, e vim para o RN para dar continuidade aos meus estudos. Aqui cursei todo o ensino médio, fiz Pedagogia na UFRN, me tornei educadora da rede pública estadual e do município de Natal. Fui dirigente sindical do SINTE, o maior sindicato do RN e um dos maiores do Nordeste, onde exerci vários cargos, inclusive o de Coordenação Geral. Acredito que a minha atuação à frente das lutas dos trabalhadores e trabalhadoras da Educação nas décadas de 1980 e 1990 me credenciou a vencer a eleição de 1994, para deputada estadual. Daí, fui reeleita em 1998 com expressiva votação. Em 2002, com 163 mil votos, sendo a parlamentar mais votada, me tornei a primeira deputada federal do campo popular da história do RN. Fui reeleita em 2006 e em 2010, ano em que fui consagrada nas urnas e recebi do povo potiguar mais de 220 mil votos, novamente a mais votada no RN. A avaliação da minha atuação nos três mandatos de deputada federal, por parte do povo potiguar, me impulsionou a disputar o Senado Federal em 2014. Eleita, me tornei a primeira senadora de esquerda e de origem popular do RN. Agora em 2018, de novo ancorada em uma história de vida militante e de atuação parlamentar vitoriosa, vou à luta na disputa para o Governo Estadual.”

2. Quais os temas são prioritários para a sua candidatura? Quais discussões seu mandato irá fazer se eleita?

Sei que vou encontrar o Governo Estadual em crise, fruto da incompetência de sucessivas gestões e agravada pelos efeitos desastrosos das ações do golpista Temer. Tenho consciência de que não terei uma tarefa fácil, mas tenho tomado uma série de iniciativas para termos um programa de governo que supere a grave situação do nosso Estado, mas também que seja possível realizar. Estou convicta de que isto pode acontecer. Para tanto, conto com o apoio de um conjunto de especialistas nas mais diversas áreas, como segurança, saúde, desenvolvimento econômico, educação, meio ambiente, entre outros. Também contarei com o intercâmbio e parceria com vitoriosas experiências de Governo de outros Estados do Nordeste, como a Paraíba, Maranhão e Ceará. Além disso, temos o legado que representou os Governos Lula e Dilma, que tão bem fez ao Brasil e ao RN. Tenho orgulho de ter estado junto, trabalhando para que bens, obras e serviços chegassem ao RN e mudassem a vida do nosso povo. Para mim, um dos legados mais importantes e que mais me enchem de gratidão é ter contribuído para a interiorização da Educação, através dos IFRN’s.

3. Qual a importância de candidaturas de mulheres? Fale um pouco sobre a mulher na política.

Falar sobre mulheres na política brasileira é falar de um grande gargalo que ainda temos a vencer. Nosso país tem uma das mais baixas taxas do mundo de presença feminina no Congresso Nacional. Com apenas 10% de representação feminina na Câmara e 13% no Senado, nós ficamos na posição 116, em um ranking que avaliou a presença de mulheres no legislativo de 190 países. Temos 51 deputadas federais, de um total de 513. No Senado, somos 12 senadoras mulheres das 81 cadeiras. As taxas brasileiras ficam abaixo da média mundial, que é de 22,1% de mulheres nos Parlamentos. Os números brasileiros chegam a ser inferiores aos da média do Oriente Médio, que tem uma taxa de participação feminina de 16%. Apesar de sermos maioria na população, o número de homens eleitos nas últimas eleições chega a ser 36 vezes maior do que o de mulheres. Isso acontece porque há reserva de vagas para a campanha, mas não há garantia de cadeiras nas casas legislativas. De forma muito mais lenta do que gostaríamos, vamos tentando superar essa desigualdade que é tão prejudicial à democracia e à vida das mulheres. Catorze das 27 unidades federativas brasileiras não contam com representação de mulheres no Senado Federal. Na Câmara dos Deputados, cinco estados não têm nenhuma mulher entre os seus representantes. Essa baixa representação de mulheres no Parlamento dá margem para que matérias de cunho sexista e misógino sejam apresentadas e aprovadas. Precisamos estimular, apoiar e oferecer as condições para que mais mulheres ocupem os espaços de poder, onde as leis são formuladas ou executadas, para que não tenhamos apenas homens legislando sobre nossas vidas.

Cruzeiro de Macaíba tenta manter RN na elite da Taça Brasil de Futsal

Na manhã dessa sexta-feira (03), a equipe embarcou com direção à cidade de Erechim, no Rio Grande do Sul, para disputar a Taça Brasil de Futsal, representando Macaíba e o Rio Grande do Norte.
Foto tirada na Pista Nova, pouco antes da equipe viajar para Erechim  (Foto: Cruzeiro de Macaíba)

Vencedor do Campeonato Norte-riograndense de Futsal em 2017, o Cruzeiro de Macaíba vai representar o estado na divisão especial da Taça Brasil de Futsal, uma das competições mais tradicionais da modalidade no país. Neste ano, o torneio será disputado entre os dias 5 a 12 de agosto, na cidade de Erechim, no Rio Grande do Sul.

A Taça Brasil reúne 10 equipes de diversos estados – com uma vaga destinada a uma equipe da cidade sede. Com um sistema de acesso e descenso, as vagas não são asseguradas por equipe e, sim, por estado. O acesso do Rio Grande do Norte à elite foi conquistado em 2016, pelo Cruzeiro de Assú. Em 2017, o ABC manteve o estado na Divisão Especial.

Em 2018, o Cruzeiro vai representar o Rio Grande do Norte contra as melhores equipes do país. Diferentemente dos adversários, a equipe potiguar é a única que não é profissional, sendo composta em sua maior parte por jogadores amadores da cidade de Macaíba, que fica na Grande Natal. À frente do time há dois anos, o treinador Sócrates Garcia afirma que o principal objetivo é se manter na elite.

– O Cruzeiro, como qualquer time do Rio Grande do Norte, devido à estrutura, tem uma missão que visa principalmente a permanência na elite do futsal. Justamente pela disparidade entre as condições dos outros clubes, o objetivo principal é esse – disse.

Para a Taça Brasil, o Cruzeiro fechou com três reforços experientes, que já disputaram a competição por outros clubes. São eles: o fixo Preto e o goleiro Anderson, ambos com passagens por América-RN e ABC, e o pivô Messias, potiguar que já jogou em vários clubes de expressão no Brasil, além de ter passagens pela Europa.

– Os três reforços são daqui do Rio Grande do Norte, já disputaram a Taça Brasil e vieram para dar uma equilibrada no elenco, para não disputarmos só com jogadores que nunca tenham disputado esse tipo de competição – conta Sócrates.

Os jogadores do time de futsal do Cruzeiro de Macaíba não são remunerados. Para disputar a competição, a equipe conseguiu através da prefeitura de Macaíba recursos para auxiliar nas despesas da viagem. Além disso, os próprios atletas vão custear alguns desses gastos.

Em meio às dificuldades, Sócrates acredita que, apesar de os jogadores não terem as mesmas condições físicas que os rivais, a qualidade técnica está assegurada e o estilo de jogo do time campeão estadual também.

– Só posso esperar o melhor desses jogadores. Não sei se o resultado vem, mas eles vão fazer lá o que for possível e o que o físico permitir para que a gente alcance nossos objetivos. Sonha-se em chegar a uma semifinal, mas se manter na elite do futsal já vai ser muito importante pelo perfil da equipe que temos aqui – concluiu o treinador.

O Cruzeiro de Macaíba está no Grupo E2, ao lado de Assoeva (RS), Sorocaba Futsal (SP), Portuguesa (RJ) e Constelação (RR). A equipe potiguar estreia na competição contra o Sorocaba, o time de Falcão, no dia 5 de agosto, às 20h15, no ginásio do CER Atlântico, em Erechim. No Grupo E1 tem Joinville (SC), Minas Tênis Clube, Pato Futsal (PR), Horizonte (CE) e Atlântico (RS).

Jogos do Cruzeiro

  • 5 de agosto (domingo) – 20h15 – Sorocaba x Cruzeiro
  • 6 de agosto (segunda-feira) – 16h15 – Cruzeiro x Constelação
  • 8 de agosto (quarta-feira) – 14h30 – Assoeva x Cruzeiro
  • 9 de agosto (quinta-feira) – 14h30 – Portuguesa x Cruzeiro

Homens usam carro para arrombar lotérica de Macaíba

Usando um carro, os criminosos derrubaram a porta do estabelecimento e em seguida tentaram quebrar a vidraça
Foto: Reprodução/G1RN

Dois homens tentaram roubar a casa lotérica de Macaíba, na Região Metropolitana de Natal, mas não conseguiram. No entanto, os criminosos deixaram um prejuízo para o proprietário do estabelecimento. Isso porque a porta de rolo do prédio foi derrubada com o uso de um carro, os homens posicionaram o veículo, engataram a marcha à ré e a porta tombou. A investida aconteceu por volta das 3h desta quarta-feira e foi filmada por câmeras de segurança.

Logo após o arrombamento, os homens usaram utensílios de ferro para quebrar as vidraças que permitem acesso aos cofres, mas os vidros blindados resistiram às tentativas. Ao perceber que não iriam conseguir derrubar também vitrines, os homens fugiram. Até o momento, ninguém foi preso.

Assistam ao vídeo da ação dos criminosos no portal OP9.

Mais uma bomba na candidatura de Ederlinda Dias: agora José Agripino é réu por corrupção e lavagem de dinheiro

José Agripino é o candidato do prefeito ao Senado, que está contando com o dele para eleger sua cunhada deputada estadual. Se continuar assim, não sobrar um político que apoie a candidatura de Ederlinda Dias.
Os Cunhas e seu candidato ao Senado, José Agripino Maia

Matéria do G1 RN

Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira (12) aceitar uma denúncia contra o senador Agripino Maia (DEM-RN) e torná-lo réu pela suposta prática de corrupção, lavagem de dinheiro e uso de documento falso.

Por 3 votos a 2, a maioria dos ministros da Segunda Turma considerou haver indícios mínimos de que, em 2010, o parlamentar, ex-presidente do DEM, pediu e aceitou propina de R$ 1,15 milhão de um empresário para execução de contrato para inspeção veicular ambiental em Natal.

Em nota, o senador afirmou que o placar do julgamento “mostra a fragilidade da denúncia” e que está “seguro” de que comprovará que os fatos descritos na acusação não são verdadeiros.

A decisão não significa que Agripino é culpado – ao longo da ação penal, a defesa terá a oportunidade de provar se o senador é inocente, com depoimentos de testemunhas e coleta de novas provas. Só ao final do processo, o STF poderá condenar ou absolver o parlamentar.

O julgamento para receber a denúncia ou arquivar o caso foi iniciado em maio deste ano. Votaram pelo prosseguimento do caso o relator, ministro Ricardo Lewandowski, Edson Fachin e Celso de Mello. Contra o recebimento da denúncia votaram Gilmar Mendes e Dias Toffoli.

A defesa de Agripino nega as acusações. Diz que a denúncia do Ministério Público é baseada em depoimentos de delatores que foram coagidos.

A ex-governadora do Rio Grande do Norte Rosalba Ciarlini, atual prefeita de Mossoró, também foi denunciada por supostamente ter ajudado o senador a obter vantagens indevidas. A Segunda Turma, porém, rejeitou a acusação, por considerar que não havia indícios contra ela.

Governo do RN seleciona artesãos para participar de feira em Pernambuco

Despesas com passagens e hospedagem serão custeadas pelo projeto Governo Cidadão. Inscrições para seleção de 10 projetos acontecem até a próxima sexta-feira (8).
Artesanato potiguar será exposto na 19ª Fenearte, em Recife (Foto: Sethas/Divulgação)

Do G1 RN

O governo do Rio Grande do Norte divulgou um edital para seleção de artesãos que deverão ocupar um espaço coletivo para divulgação e comercialização de artesanato na 19º Fenearte, que acontece entre 04 a 15 de julho no Centro de Artesanato de Pernambuco, em Recife. As inscrições podem ser feitas até a próxima sexta-feira (8).

Os selecionados terão as despesas com transporte e hospedagens financiadas pelo projeto Governo Cidadão, por meio do acordo de Empréstimo com Banco Mundial. De acordo com publicação da Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas) no Diário Oficial, serão disponibilizadas 10 vagas.

Entre as vagas, cinco serão para artesãos individuais e microempreendedores individuais (MEIs), três para entidades representativas, uma para projeto de economia solidária e uma vaga para o projeto Transforme.

Documentos para inscrição:

  • Artesão individual: deve apresentar carteira do artesão válida, documentos pessoais, comprovante de residência e três fotos das peças artesanais a serem expostas.
  • Entidades representativas (associações e cooperativas): precisam apresentar relação dos artesãos, comprovante de endereço da sede da entidade, CNPJ, cópia do estatuto e cópia da Ata de Constituição e da eleição da diretoria atual, além de fotos das peças que serão comercializadas.
  • Artesão Microempreendedor Individual (MEI): Carteira do Artesão, documentos pessoais, comprovante de residência, Certificado da Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI).

O artesão interessado deve preencher a ficha de inscrição, disponível no site da Sethas, e entregar, junto com a documentação, no Programa Estadual de Artesanato (Proarte-RN), localizado na sede da Secretaria, no Centro Administrativo do Estado. A documentação também pode ser enviada por email (inscricao.proartrn@rn.gov.br).

O processo de seleção será realizado por uma comissão encarregada de avaliar as fotos dos produtos, bem como os dados no formulário de inscrição e documentos solicitados. O resultado final da seleção será divulgado no dia 15 de junho.

O edital completo está disponível no site da Sethas. Acesse: www.sethas.rn.gov.br