Cinco homens são presos pela PRF com carro roubado e arma na Grande Natal

Veículo era um Ecosport que havia sido tomado de assalto na terça-feira (17) em São Paulo do Potengi.
Policia Rodoviária Federal prendeu cinco homens (Foto: Divulgação/PRF)

G1 RN

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na tarde desta quarta-feira (18) cinco homens que estavam em um carro roubado na BR-101. A prisão aconteceu durante uma abordagem próxima a unidade operacional que funciona em São José de Mipibu, na Região Metropolitana de Natal.

Os cinco homens que estavam no carro têm idades entre 19 e 31 anos e, segundo a PRF, todos possuem passagem pela polícia. O veículo roubado era um Ecosport de cor vermelha que, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal, havia sido tomado de assalto no município de São Paulo do Potengi na terça-feira (17).

Dentro do veículo foi encontrado ainda um revólver calibre 38 com seis munições intactas. Um dos homens presos tem passagem pela polícia por assalto a um carro-forte na Paraíba.

Os suspeitos receberam voz de prisão e foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de São José de Mipibu.

PRF suspende uso de radares móveis no RN por determinação do Governo Federal

Decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (15).
Radares móveis (Foto: PRF/Divulgação)

G1 RN

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Rio Grande do Norte seguiu a determinação do Governo Federal e suspendeu a partir desta quinta-feira (15) o uso de radares móveis em rodovias federais. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União.

Segundo a PRF, a suspensão vale até que seja concluída uma revisão das normas sobre a fiscalização eletrônica de velocidade, que deverá ser feita pelo Ministério da Infraestrutura. A pasta controla o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que definem regras sobre o assunto.

De acordo com o despacho assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, a suspensão tem como objetivo “evitar o desvirtuamento do caráter pedagógico e a utilização meramente arrecadatória” dos equipamentos.

Bolsonaro também criticou uma decisão da Justiça que proibiu a suspensão de radares fixos em rodovias federais. No final de julho, o governo fez um acordo para instalar 1.140 aparelhos para monitorar 2.278 faixas.

Na segunda-feira (12), Bolsonaro havia afirmado que pretendia acabar com os radares móveis no país já na semana que vem. Na ocasião, ele disse que se tratava de uma decisão dele próprio e que era “só determinar à PRF (Polícia Rodoviária Federal) que não use mais”. O presidente, no entanto, afirmou que poderia voltar atrás se alguém “provar que esse trabalho é bom”.

A suspensão se aplica aos seguintes radares:

  • Estático: instalado em veículo parado ou sobre suporte
  • Móvel: instalado em veículo em movimento
  • Portátil: direcionado manualmente para os veículos

Operação da PRF aplica 150 multas em 60 caminhões nas estradas da Grande Natal

Objetivo era fiscalizar veículos que transportam produtos perigosos. Ação começou na terça-feira (6) e acabou nesta sexta-feira (9)
Polícia Rodoviária Federal multou 150 caminhões em operação no RN (Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi)

G1 RN

Uma operação realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas estradas do Rio Grande do Norte terminou com a aplicação de 150 multas em 60 caminhões. A ação começou na terça-feira e acabou nesta sexta-feira (9) em regiões da Grande Natal.

De acordo com a PRF, o objetivo era fiscalizar veículos que transportam produtos perigosos, além de coibir motoristas que fazem o transporte de substâncias tóxicas.

A ação aconteceu nos postos da PRF na BR-304 (Macaíba), na BR-406 (São Gonçalo do Amarante) e na BR-101 (São José do Mipibu). Apenas na operação desta sexta, em São José do Mipibu, foram 12 veículos fiscalizados e 30 multas aplicadas.

A cada caminhão em situação de transporte irregular da carga, uma multa já era aplicada ao dono da transportadora e outra ao proprietário da mercadoria. Um exemplo de situação irregular que foi encontrada, por exemplo, era com os veículos que anunciavam carga perigosa, mas não transportavam nada no baú. O valor médio geral das multas foi de R$ 750, de acordo com a PRF.