Caern usa energia solar para operar sistemas em lugares remotos

A iniciativa mais recente foi registrada em Jucurutu, onde placas solares garantem a medição dos níveis de água e distribuição
Foto: ASSECOM/CAERN

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) tem investido em placas de energia solar como solução para colocar em funcionamento equipamentos e unidades que ficam em locais remotos, ou onde não há disponibilidade de energia elétrica. A iniciativa mais recente foi registrada em Jucurutu, onde placas solares garantem a medição dos níveis de água e distribuição a partir do reservatório que armazena o produto captado no rio Piranhas.

Com a diminuição do nível do rio Piranhas, o abastecimento na cidade de Jucurutu passou a ser em sistema de rodízio. A instalação de um sistema de telemetria veio solucionar o problema de constantes extravasamentos do reservatório, pois o nível de água passou a ser monitorado on-line.

Além de evitar o desperdício de água, a telemetria vai permitir ajustar melhor as manobras e vazões do sistema, na distribuição de água com mais eficiência e menos perda para os diversos setores da cidade. A medida só foi viabilizada com o uso de energia solar, visto que o reservatório fica em um local que não dispõe de energia elétrica.

“Essa é a primeira vez que utilizamos sistema de energia solar em nossos sistemas da Regional Seridó (RSE) e planejamos estender a outros reservatórios e macromedidores situados em locais remotos, sem acesso a rede de energia elétrica”, explica Jean Marcel de França, engenheiro mecânico da RSE.

REGIONAIS

O sistema de energia solar da Regional Seridó é o sexto instalado pela Caern. Os outros estão localizados nas Regionais Mato Grande e Agreste. Além da unidade de Jucurutu, este ano também foi instalado o sistema da Estação de Tratamento de EsgotoS de Pipa, em Tibau do Sul, funcionando desde julho passado. A ETE fica em um local distante do centro urbano e o uso de energia solar foi a forma de colocá-la em funcionamento com menor custo.

Ainda na região Agreste, a energia solar é usada na Estação Elevatória da Companhia no SAAE de Santa Cruz. A Caern fornece a água para o sistema de abastecimento da cidade, operado pelo SAAE, e os medidores de vazão na distribuição do produto funcionam com energia solar. Em Lagoa de Pedras, o mesmo tipo de solução foi usado para medir a vazão do reservatório da cidade.

Os outros dois locais com energia solar em equipamentos da Caern são dois macromedidores da adutora Pureza-João Câmara. Um deles fica na Fazenda Santa Luzia, em João Câmara, e o outro na cidade de Bento Fernandes.

Covid-19: governo reconhece calamidade pública no Rio Grande do Norte

Pandemia já matou 2.601 pessoas no estado
Foto: Reprodução/Internet

Agência Brasil

O governo federal reconheceu o estado de calamidade pública no Rio Grande do Norte em razão da pandemia da covid-19. Portaria da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil foi publicada hoje (10) no Diário Oficial da União.

O reconhecimento de situação de emergência ou estado de calamidade pública pelo governo federal reduz a burocracia e facilita, a estados e municípios, o acesso aos recursos da União para ações de socorro. No fim do mês passado, o governo também reconheceu calamidade pública na Bahia e no Ceará.

Balanço divulgado ontem (9) pela Secretaria da Saúde Pública do Rio Grande do Norte mostra que o estado registrou 218 novos casos da covid-19, em comparação com o boletim anterior, do dia 7. No total, o estado acumula 82.580 casos desde o início da pandemia. O boletim traz ainda o registro de três novas mortes, totalizando 2.601 óbitos no estado.

Gás de cozinha tem novo aumento e botijão pode chegar a R$ 81 no RN, diz sindicato

Preço vai subir em média R$ 3 nos estabelecimentos. Segundo Singás, esse é o oitavo aumento consecutivo do preço nas refinarias.
Foto: Reprodução/Internet

G1 RN

O gás de cozinha vai ter mais um aumento a partir desta quarta-feira (4) e o botijão pode chegar a R$ 81 no Rio Grande do Norte. A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Revendedores Autorizados de Gás Liquefeito de Petróleo (Singás-RN).

O Singás foi notificado nesta terça-feira (3) sobre o aumento de 5% no valor do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), o gás de cozinha, nas refinarias da Petrobras.

Com isso, segundo o sindicato, o valor comercial sobe R$ 3, deixando o botijão de gás com preço médio entre R$ 78 e R$ 81.

O último aumento do botijão havia acontecido no dia 21 de outubro, com o acréscimo de R$ 3 no valor que chega ao consumidor.

Esse, segundo o presidente do Singás, Francisco Correia, é o oitavo aumento consecutivo no valor do gás de cozinha. “Nesses oito aumentos consecutivos, não houve nenhum aumento de matéria-prima, de salário, nem de nada. O único aumento que teve foi a margem de lucro da Petrobras, que aumentou”.

Em nota, a Petrobras confirmou o aumento 5% a partir de 4 de novembro e informou que no acumulado do ano houve um aumento de 16,1% no preço médio do GLP. “As distribuidoras são as responsáveis pelo envase em diferentes tipos de botijão e, junto com as revendas, são responsáveis pelos preços ao consumidor final”, destacou.

Polícia Militar encerra curso de formação de mil soldados e anuncia convocação de nova turma em 2021

segundo comandante-geral, coronel Alarico, novos soldados vão atuar nas eleições e serão distribuídos aos batalhões até dezembro. Nova turma com cerca de 400 alunos deve ser convocada em janeiro.
Coronel Alarico Azevedo, comandante-geral da Polícia Militar no Rio Grande do Norte (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

G1 RN

Com déficit de aproximadamente 6 mil militares na segurança pública, a Polícia Militar do Rio Grande do Norte encerrou, na semana passada, o curso de formação de 1.024 novos soldados, convocados em 2019 pela corporação. De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo, cerca de 400 candidatos que ficaram no cadastro reserva do concurso deverão ser convocados em janeiro de 2021.

Ainda de acordo com o comandante, os novos militares formados vão atuar na segurança das eleições e, até dezembro, serão distribuídos aos 31 batalhões do estado, entrando na escala comum de trabalho. O curso de formação teve duração de 11 meses.

“Terminaram as aulas e estão sendo fechadas as atas para que eles sejam promovidos a soldados. Na segunda-feira, dia 9, estarão sendo promovidos, com a autorização da governadora, e a partir disso já estarão prontos para trabalhar”, afirmou.

Se os todos os novos soldados fossem distribuídos igualmente entre todos os 167 municípios do estado, seriam seis militares a mais em cada cidade. No entanto, o comandante afirmou que há um planejamento e que eles serão distribuídos aos comandos regionais, que definirão onde os soldados irão atuar, conforme a necessidade.

“Eles irão trabalhar no pleito eleitoral e estamos trabalhando no planejamento para distribuição deles nos 31 batalhões espalhados no Rio Grande do Norte. A partir de dezembro, eles já estarão na escala normal de serviço”, reforçou o coronel Alarico. “Nós temos o objetivo de reforçar todas as áreas”, disse.

Mais 400 convocados

O comandante da Polícia Militar confirmou que o governo autorizou a chamada de uma segunda turma de aproximadamente 400 alunos a partir de 4 janeiro de 2021.

“O nosso pensamento e nosso planejamento junto ao governo do estado é que tenhamos continuidade de concursos públicos. A população precisa de segurança, precisa de policiais na rua, que hoje está sendo suprido pelas diários operacionais”, declarou.

Por enquanto, segundo o comandante, a Polícia Militar não deverá criar um novo batalhão no estado.

Marinha emite alerta de mau tempo com ventos de até 60 km/h no litoral do RN

Alerta é válido até as 21h desta sexta-feira (23). Capitania dos Portos do RN recomenda que as embarcações de pequeno porte evitem a navegação.
Marinha emite alerta de mau tempo com ventos de até 60 km/h no litoral do RN. (Foto: Gabriel Barreira/G1)

G1 RN

A Marinha do Brasil emitiu um alerta de ventos fortes com intensidade de até 60 km/h (33 nós), na faixa litorânea do Rio Grande do Norte ao Norte de Touros. O alerta é válido até as 21h desta sexta-feira (23).

A Capitania dos Portos do RN recomenda que as embarcações de pequeno porte “evitem a navegação” e que as demais embarcações “redobrem a atenção quanto ao material de salvatagem, estado geral dos motores, casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e demais itens de segurança”.

A Marinha do Brasil mantém todos os avisos de mau tempo em vigor no site.

Assembleia Legislativa aprova quatro projetos do deputado Kleber Rodrigues

Na sessão desta terça-feira (20) o plenário da Assembleia Legislativa aprovou quatro projetos de lei de autoria do deputado.
Foto: Assessoria/Kleber Rodrigues

O plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou na sessão desta terça-feira (20) quatro projetos de lei de autoria do deputado estadual Kleber Rodrigues(PL).

O projeto de lei que institui o “Provão RN”, aprovado por unanimidade, estabelece a aplicação de prova preparatória para o Enem em toda rede estadual de ensino.

“ O Provão RN vai ajudar a preparar os alunos e ao mesmo tempo oferecer condições para a Secretaria de Educação acompanhar o desempenho dos alunos com vistas ao Enem e a melhoria do Ideb”, disse o deputado.

Também por unanimidade os deputados estaduais aprovaram o projeto que garante a prevenção de acidentes de combate ao fogo nas escolas públicas e particulares do RN. O projeto determina o treinamento de funcionários e prepará-los para a prevenção e combate a incêndios.

Outro projeto de importante alcance social, aprovado por unanimidade, foi o que garantiu aos alunos com deficiência a prioridade de realizar matrícula nas escolas públicas mais próximas de sua residência.

“ Fiquei bastante satisfeito com a aprovação desse projeto. A partir de agora os alunos com deficiência poderão estudar próximo de sua casa sem enfrentar dificuldades para realizar a matrícula”, declarou.

O último projeto, aprovado por unanimidade, estabelece que nas teleaulas, videoaulas e aulas ao vivo, pela internet, a divulgação dos canais de abuso e violência contra crianças e adolescentes.

Representantes do setor produtivo destacam participação do deputado Kleber Rodrigues na defesa da Micro e Pequena Empresa

A entrega do novo texto da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa feita pelo deputado Kleber Rodrigues(PL) ao presidente Ezequiel Ferreira ainda repercute na Assembleia Legislativa. Os presidentes da Fiern, Amaro Sales, da Fecomércio, Marcelo Queiroz e o superintendente do Sebrae-RN, Zeca Melo, elogiaram a atuação do parlamentar em defesa dos micro e pequenos empresários e na geração de empregos para o Rio Grande do Norte.
Acompanhe no vídeo:

Kleber Rodrigues e representantes do setor produtivo entregam ao presidente da Assembleia Legislativa nova Lei da Micro e Pequena Empresa do RN

Ao entregar o documento, o deputado Kleber Rodrigues pediu celeridade em torno da matéria, que agora seguirá para votação em plenário.
Foto: Assessoria/Kleber Rodrigues

O presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa, deputado Kleber Rodrigues (PL), entregou nesta terça-feira (13),o projeto de Lei Geral da Micro e Pequena Empresa , ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira(PSDB). O ato formal foi acompanhado pelos principais representantes do setor produtivo do Rio Grande do Norte.

Ao entregar o documento, o deputado Kleber Rodrigues pediu celeridade em torno da matéria, que agora seguirá para votação em plenário.

“Importante registrar o empenho do presidente Ezequiel Ferreira em dar celeridade a este projeto e de todas as entidades aqui representadas na construção desta Lei que irá beneficiar cerca de 200 mil empresas em todo o Rio Grande do Norte” destacou Kleber.

Segundo o deputado, o projeto permitirá a desburocratização oferecendo agilidade para novos negócios e capacidade de venda para os pequenos e micro empresários. Com a nova Lei eles poderão participar do programa de compras governamentais com a garantia de recebimento dos recursos a partir da criação de um fundo financeiro.

O presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira destacou o trabalho da Frente Parlamentar de Apoio à Micro e Pequena Empresa. “Foi um trabalho de excelência. Com muita competência o presidente Kleber Rodrigues tocou essa discussão apresentando um projeto com mais de 50 emendas que aperfeiçoaram o Projeto de Lei encaminhado pelo governo”, disse.

Entidades Empresariais elogiam o trabalho de Kleber em defesa da Micro e Pequena Empresa

Para o presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz, “A participação do deputado Kleber foi fundamental pelo seu conhecimento da Lei e pelo empenho que dedicou a matéria. Ele que é empresário conhece as dificuldades do dia-a-dia”.

O superintendente do Sebrae-RN, Zeca Melo, elogiou o texto da nova Lei destacando que o deputado Kleber Rodrigues foi um “grande parceiro da lei e livre iniciativa do RN”.

Para o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte, Amaro Sales, a liderança do presidente da Frente Parlamentar foi fundamental para melhorar o texto da Lei. “Vamos lutar agora para que a matéria seja aprovada, sancionada e colada em prática pelo governo”, finalizou.

Kleber Rodrigues comemora aprovação nas Comissões da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa

A lei foi aprovada por unanimidade as Comissões de Justiça e Redação (CCJ), Finanças e Fiscalização (CFF) e Educação, Ciência e Tecnologia e Desenvolvimento Econômico e Social (CECTDES).
Foto: Assessoria/Kleber Rodrigues

O deputado estadual Kleber Rodrigues (PL) comemorou a aprovação do substituto ao Projeto de Lei 213/2020, de origem no Executivo estadual, instituindo e disciplinando a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte. “Foi uma vitória do Rio Grande do Norte. Não aprovamos só uma lei, aprovamos a oportunidade de gerarmos mais emprego e renda para o povo potiguar”, disse.

A lei foi aprovada por unanimidade as Comissões de Justiça e Redação (CCJ), Finanças e Fiscalização (CFF) e Educação, Ciência e Tecnologia e Desenvolvimento Econômico e Social (CECTDES) . Na sessão desta quarta-feira(7) Kleber Rodrigues disse que já está definindo com o presidente Ezequiel Ferreira a data que a matéria irá ser votada no plenário. “ Vamos lutar para que a nova lei seja sancionada ainda em outubro, mês em que se comemora o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa”, destacou.

O Projeto tem o objetivo de regulamentar, em âmbito estadual, o tratamento diferenciado, favorecido e simplificado a ser dispensado às microempresas (ME), às empresas de pequeno porte (EPP), aos microempreendedores individuais (MEI) e a elas equiparadas, a que se referem os arts. 146, III, “d”, 170, IX, e 179 da Constituição da República, a Lei Complementar Federal nº 123, de 14 de dezembro de 2006, e o art. 113 da Constituição do Estado.

No Rio Grande do Norte, o percentual de empresas nessa faixa também se aproxima dos 90%, o que representa um número de quase 200 mil empresas, Microempreendedores individuais (MEI) e a outras modalidades de empresas a elas equiparadas, no intuito de desburocratizar o setor produtivo, com efeitos diretos sobre a vida das pessoas que delas dependem e da capacidade de geração de emprego e renda.

Kleber Rodrigues foi escolhido presidente da Frente Parlamentar de Apoio a Micro e Pequena Empresa da Assembleia Legislativa e foi o relator da matéria na Comissão de Constituição, Justiça e Redação.

Governo do RN autoriza realização de shows e eventos no RN

Organizadores de eventos precisam apresentar protocolos para receber autorização da autoridade sanitária.
Foto: Reprodução/Internet

G1 RN 

O Governo do Rio Grande do Norte autorizou realização de atividades coletivas, incluindo eventos como shows, atividades esportivas, feiras e exposições, em decreto publicado nesta terça-feira (6). Porém, de acordo com o texto, os organizadores dos eventos precisam apresentar protocolos para receber autorização da autoridade sanitária.

Na prática, o decreto suspende um artigo de um decreto publicado no início de abril que proibia as atividades coletivas de qualquer natureza, públicas ou privadas, no estado, como shows, feiras e exposições.

De acordo com o governo, essas atividades, agora liberadas, ficam condicionadas à obediência dos protocolos gerais de medidas sanitárias estabelecidos por portarias, além de portarias específicas.

Uma portaria do estado, publicada em setembro, já determinou como devem ser os protocolos seguidos por eventos corporativos, técnicos, científicos e convenções. Nesse caso, os eventos não precisariam de autorização.

Por outro lado, eventos como shows, que ainda não tiveram regras específicas publicadas pelo Estado, precisam apresentar seus protocolos para receber autorização.

“A realização de shows ou de eventos de massa não contemplados pela Portaria Conjunta nº 026/2020 – GAC/SESAP/SEDEC/SETUR, de 21 de setembro de 2020, ficam condicionados a autorização específica pela autoridade sanitária, mediante apresentação de protocolo pelo interessado, até que sobrevenha protocolo específico instituído por Portaria Conjunta”, diz o decreto.

Segundo o governo, a manutenção da atual taxa de transmissibilidade (RT) e do baixo índice de ocupação dos leitos clínicos e de UTI para Covid-19 é “condição essencial” para evitar o retorno às medidas mais rígidas de isolamento social e o decreto também levou em consideração o início das atividades relativas às campanhas eleitorais.

Saiba mais