Quatro suspeitos morrem após tiroteio com policiais civis na Grande Natal

Operação da Deicor aconteceu entre na madrugada e a manhã desta quarta-feira (10) em Macaíba. Outro caso aconteceu em São Gonçalo do Amarante e deixou 5 mortos.
Policia Civil apreendeu armas, drogas, câmeras, dinheiro e máscaras em operação que deixou quatro mortos em Macaíba, na Grande Natal (Foto: Policia Civil/Divulgação)

G1 RN

Quatro suspeitos de integrarem uma facção criminosa morreram após um tiroteio com policiais civis da Divisão Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deicor) em uma operação iniciada na madrugada desta quarta-feira (10) em Macaíba, na região metropolitana da capital. Com esse caso, chegou a nove o número de suspeitos mortos em confrontos com policiais durante a manhã, somente na Grande Natal. O outro caso aconteceu em São Gonçalo do Amarante.

De acordo com a Polícia Civil, as equipes foram à comunidade da Raiz, em Macaíba para combater facções criminosas, que disputam o controle da região. Na semana passada, vídeos que circulavam nas redes sociais apontavam a “invasão” de uma facção, que expulsou outra. Desde então, o caso era investigado.

Os suspeitos foram identificados pela Polícia Civil como Denilson da Silva Costa, conhecido “Denilson matador”, que seria foragido do Presídio Estadual de Parnamirim e chefe do grupo criminoso; João Paulo Pereira de Oliveira, conhecido como “JP”, que estava com uma tornozeleira eletrônica; Rodrigo Richardson Alves da Silva, conhecido como “Pé de Pato”, que estava cumprindo pena no regime aberto, e o último, identificado como João Pedro da Silva Alves, conhecido como “Pedrinho”, irmão de Denilson.

Os quatro homens estavam em uma das casas onde houve incursão policial. Segundo a Polícia Civil, os policiais foram recebidos a tiros e revidaram, baleando os suspeitos. Os quatro homens ainda chegaram a ser socorridos, mas não resistiram. Os corpos foram recolhidos pelo Instituto Técnico-Científico no Hospital Regional Deoclécio Marques, em Parnamirim.

No local do confronto, foram apreendidas cinco armas, sendo três revólveres calibre 38, uma espingarda calibre 44 e uma arma de fogo caseira. Uma das armas tinha sido roubada do segurança de uma agência bancária em Natal.

Ainda segundo a polícia, a comunidade era toda vigiada pelos bandidos, que instalaram câmeras nos postes para amedrontar os moradores. Imagens eram usadas para monitoramento e não ficavam gravadas. Esses equipamentos também foram apreendidos.

Conforme a polícia, as duas facções brigam por espaço no tráfico de drogas na região.

São Gonçalo

Na outra operação, da Polícia Militar e da Polícia Civil, cinco suspeitos morreram em confronto que aconteceu na zona rural de São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Natal. Duas mulheres e um homem, que foi baleado na perna, também foram presos. Segundo a PM, este homem também é suspeito de ter participado de um ataque a um policial militar.

De acordo com o tenente-coronel Eduardo Franco, da Polícia Militar, o tiroteio aconteceu logo que os policiais chegaram ao local onde os suspeitos estavam. “As equipes foram deliberadamente atacadas e reagiram”, declarou. Ainda de acordo com ele, a polícia apurava suspeitas de que uma quadrilha estaria preparando ataques a transportes públicos na região metropolitana. Entre os produtos apreendidos, estavam cinco garrafas com combustível.

Além de gasolina, os policiais apreenderam três armas de fogo, sendo uma de calibre 12 de fabricação caseira, uma pistola calibre 40 que pertence à PM e tinha sido roubada, e uma pistola 380. Também foram apreendidos um machado, drogas e celulares. Os suspeitos mortos ainda não foram identificados oficialmente.

A operação foi denominada como “Vidit Otium”, que significa Paz na Serra em Latim. O nome faz referência à comunidade Serrinha de Cima, em São Gonçalo do Amarante, onde a ação aconteceu.

Além da possibilidade de ataques, a polícia investigava vários assaltos na área rural de Macaíba e de São Gonçalo. Uma das vítimas foi um PM assaltado no início do mês.

Lei Seca flagra 137 pessoas dirigindo alcoolizadas no RN; motorista bêbado atropelou homem em Assú

Ações aconteceram durante o feriadão, segundo relatórios da Operação Lei Seca e do Policiamento Rodoviário Estadual.
Operação Lei Seca abordou quase dois mil pessoas em Natal e Mossoró no final de semana. (Foto: Lei Seca/Divulgação)

G1 RN

Quase dois mil motoristas foram abordados pela Operação da Lei Seca, até este domingo (23), durante o feriadão no Rio Grande do Norte. Desse total, 137 pessoas foram flagradas dirigindo mesmo após ingerir bebidas alcoólicas, o que é proibido pela legislação de trânsito. Outras 81 foram notificadas por outros tipos de infração. As ações de fiscalização aconteceram em Natal e Mossoró.

Em Assú, militares da Companhia de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE) prenderam um motorista em flagrante, após ele ter atropelado um homem, próximo a uma barreira policial montada. Segundo a PM, o suspeito foi submetido ao teste de alcoolemia, que constatou que ele estava sob efeito de álcool. A vítima passa bem.

Lei Seca

De acordo com o comandante da Operação Lei Seca, capitão Isaac Paiva, a operação em Natal aconteceu na avenida Jerônimo câmara, próximo à Arena das Dunas. Foram abordados 1.020 condutores, sendo 51 autuados por alcoolemia e 37 por infrações diversas, como não possuir CNH ou dirigir veículo não licenciado.

Já na operação que aconteceu em Mossoró, na madrugada deste domingo (23), foram abordados 975 veículos, sendo 86 pessoas autuadas por alcoolemia (se recusar a fazer o exame ou fazer e ser achado valor entre 0.05 e 0.33). Outras 44 infrações diversas foram registradas.

Ao todo, foram abordados nas duas operações 1.995 condutores, sendo 137 pessoas flagradas sob influência de álcool, e lavrados 81 autos de infrações diversas, totalizando 218 notificações. Além disso,12 veículos foram removidos para o pátio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Deputado João Maia e Ministro Sérgio Moro tratam sobre o Plano de Segurança no RN

O Ministro da Justiça, Sérgio Moro, recebeu em seu gabinete o deputado federal João Maia. Em pauta, o Projeto de Segurança do Rio Grande do Norte, desenvolvido pelo Instituto Metrópole Digital, UFRN e Secretaria Estadual de Segurança.
Ministro da Justiça Sergio Moro e Deputado Federal João Maia (Foto: Reprodução/Internet)

Blog do Heitor Gregório/Tribuna do Norte

No final da manhã desta quarta-feira (22), o Ministro da Justiça, Sérgio Moro, recebeu em seu gabinete o deputado federal João Maia. Em pauta, o Projeto de Segurança do Rio Grande do Norte, desenvolvido pelo Instituto Metrópole Digital, UFRN e Secretaria Estadual de Segurança.

De acordo com o deputado João Maia, o ministro Sergio Moro se mostrou extremamente interessado no projeto. “O ministro já marcou para próxima quarta-feira (29) uma reunião, onde será discutido o Plano de Segurança do RN com o Secretário Nacional de Segurança e o diretor do IMD, o reitor da UFRN e o secretário estadual de Segurança, Coronel Araújo”, disse João Maia.

Fátima cobra que Moro destrave R$ 120 milhões para segurança pública do RN

Gestora reclama que, apesar de os recursos já estarem assegurados para o RN, a verba está presa no Ministério da Justiça e Segurança Pública
Governadora Fátima Bezerra

Agora RN

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, vai cobrar do governo federal a liberação de R$ 120 milhões para a área de segurança pública do Estado. A gestora reclama que, apesar de os recursos já estarem assegurados para o RN, a verba está presa no Ministério da Justiça e Segurança Pública por causa da burocracia do órgão.

O assunto deve ser debatido nesta terça-feira, 23, em Brasília, durante reunião do Fórum de Governadores. Na ocasião, Fátima Bezerra deverá pressionar o ministro Sérgio Moro para que o dinheiro seja disponibilizado para o Rio Grande do Norte rapidamente.

“É preciso simplificar, desburocratizar e liberar os recursos destinados à segurança pública. O Rio Grande do Norte tem R$ 80 milhões já empenhados (reservados para a área) e mais R$ 40 milhões em emenda de bancada. Todos os projetos já estão no Ministério da Justiça”, protestou a governadora, em entrevista à rádio 96 FM nesta segunda-feira, 22.

Fátima Bezerra afirmou que, se liberados pelo governo federal, os R$ 120 milhões serão deslocados para investimentos nas polícias Civil e Militar – como incremento do setor de inteligência e compra de equipamentos. “Vamos fazer com que o trabalho do Ciosp [Centro Integrado de Operações de Segurança Pública] chegue a todas as regiões do Estado”, exemplificou.

A governadora ressaltou que, entre os investimentos que o Estado pretende fazer com os recursos presos no Ministério da Justiça e Segurança Pública, está a compra de um novo helicóptero para as forças de segurança. Atualmente, o Estado tem apenas uma aeronave, que está em manutenção. Por causa disso, Fátima pediu emprestado um helicóptero do Governo do Ceará.

PLANO DE RECUPERAÇÃO
Outro assunto que deverá ser discutido nesta terça-feira no Fórum de Governadores é o plano de recuperação fiscal que está sendo elaborado pelo governo federal para socorrer estados em crise. A equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro estuda alternativas para auxiliar as gestões regionais e deve formalizar a proposta em um projeto de lei a ser encaminhado ao Congresso Nacional.

Segundo Fátima Bezerra, o Governo do Rio Grande do Norte não está negociando seu apoio à proposta de reforma da Previdência apresentada pelo governo federal em troca de um plano de recuperação fiscal que atenda às suas necessidades.

“Os estados têm suas autonomias. O governo federal tem todo o direito de defender as suas teses e propostas, e os estados têm toda autonomia de adotar os caminhos que eles julgam mais consequentes”, sustentou, na entrevista à 96 FM.

Por fim, a governadora salientou que outras medidas defendidas anteriormente pela equipe econômica federal, como a privatização da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), estão igualmente descartadas.

“Por que eu iria privatizar a Caern? Do jeito que a iniciativa privada tem interesse na Caern, a governadora tem interesse nela em nome do povo do Rio Grande do Norte. E a Caern vai dar lucro social. A privatização está descartada. De repente a questão da capitalização pode ser discutida. Parcerias público-privadas estão no meu programa de governo”, finalizou.

Governadora anuncia reforço no policiamento na BR 304

Fátima anunciou que vai reforçar o policiamento da área e defenderá, em Brasília, a reabertura do posto da PRF.
Foto: Elisa Elsie/ASSECOM

Portal do Governo do RN/ASSECOM

A falta de segurança na BR 304, no trecho entre Mossoró e Aracati (CE), e a reabertura do posto da Polícia Rodoviária Federal – PRF, localizado entre os dois estados, foram os principais pontos discutidos pela governadora Fátima Bezerra e pelos vereadores, empresários e lideranças dos municípios de Mossoró, Tibau e Grossos, em reunião ocorrida nesta segunda-feira, 15, na Câmara dos Vereadores de Mossoró. Fátima anunciou que vai reforçar o policiamento da área e defenderá, em Brasília, a reabertura do posto da PRF.

“Junto com a bancada federal, vou levar essa reivindicação para Brasília e apresentar ao ministro da Justiça, Sergio Moro, a necessidade da retomada do posto da PRF e a realocação no local de origem, na BR-304. Vamos levar um documento atestando a necessidade de reabertura do posto”, disse Fátima.

O Governo do Estado vai preparar um documento que será levado a Brasília, na próxima semana, quando a governadora participará da reunião do Fórum dos Governadores do Brasil, e aproveitará a oportunidade para, com a bancada federal, se reunir com o ministro. “Com muito trabalho vamos trazer o Rio Grande do Norte de volta ao trilho do desenvolvimento com cidadania e dignidade para o nosso povo”, enfatizou.

De acordo com os comerciantes e moradores, a presença dos policiais federais naquele ponto sempre inibiu a ação de bandidos, o que ficou prejudicado após o fechamento do equipamento. Os municípios de Tibau e Grossos são os mais afetados, já que a base policial fica no principal trecho de acesso aos municípios. “É de fundamental importância a discussão desse tema. E também que o Estado trabalhe pela reabertura do posto fiscal, para que haja maior controle de entrada e saída de nossas riquezas”, disse a deputada estadual Isolda Dantas.

Além do coronel Francisco Araújo (secretário estadual de segurança pública), participaram do evento prefeitos, vereadores e lideranças da região Oeste.

Guarda Municipal de Natal realiza patrulhamento em escolas municipais

As equipes de patrulhamento ostensivo da Rope estão priorizando as localidades onde há maior incidências de delitos nas proximidades das escolas. Nesse sentido, são realizadas rondas nas paradas de ônibus, quadras esportivas, praças e na circunferência das escolas municipais.
Foto(Reprodução/Na Ficha da Polícia RN)

Do Facebook Na Ficha da Polícia RN

O trabalho de segurança preventiva realizado pela Ronda de Proteção Escolar da Guarda Municipal do Natal (Rope/GMN) vem contribuindo para a tranquilidade e o bom funcionamento das escolas públicas municipais no tocante a segurança de alunos, professores e toda comunidade escolar. Ações preventivas estão sendo realizadas 24h e intensificadas diariamente nos arredores das unidades pedagógicas espalhadas nas quatro regiões administrativas da capital.

As equipes de patrulhamento ostensivo da Rope estão priorizando as localidades onde há maior incidências de delitos nas proximidades das escolas. Nesse sentido, são realizadas rondas nas paradas de ônibus, quadras esportivas, praças e na circunferência das escolas municipais. As principais medidas empregadas pelos guardas municipais é a abordagem a suspeito com intuito de apreender drogas e armas de fogo, essa última comumente utilizada para intimidar vítimas de assaltos.

Atualmente, são 146 escolas municipais e Centros de Educação Infantil (CMEIs) patrulhados diariamente pela Guarda Municipal. Toda ação consiste em dificultar e inibir que alunos, professores, servidores e familiares dos estudantes venham a ser vítimas de violência na entrada, na saída ou dentro das escolas, como também combater o tráfico e o consumo de entorpecentes em áreas situadas nas adjacências das unidades escolares.

A titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes), Sheila Freitas, lembrou que o patrulhamento do Rope age com comunicação integrada aos gestores escolares, que possuem contato direto com as viaturas de área, possibilitando maior agilidade no atendimento de qualquer tipo de ocorrências. “Qualquer anormalidade a gestão escolar fala direto com os guardas municipais. A prefeitura prioriza a segurança e a tranquilidade nas escolas do município, para isso criou um grupamento específico para atender as necessidades da comunidade escolar e garantir o bom andamento das atividades pedagógicas”, comentou.

O Rope cumpre sua missão atuando em três frentes distintas e integradas. A primeira é o trabalho da Ronda Escolar, que age patrulhando e visitando regularmente todas as unidades da rede pública do município. A segunda é voltada para o planejamento e a segurança de eventos promovidos pelas escolas. Nesse sentido, são implantadas medidas de segurança para atuar de forma móvel e fixa, dependendo das necessidades. Por fim, as ações sociais preventivas onde os alunos das mais variadas faixas etárias recebem dos guardas municipais palestras e informações de maneira lúdica, fomentando a imagem do policial como um agente protetor e amigo.

Corpos encontrados na zona rural de Macaíba foi alarme falso

Informação foi corrigida pela Polícia Militar, após ir ao local onde os corpos teriam sido encontrados por moradores.

Por G1RN

A informação que três corpos enrolados em lençóis teriam sido encontrados na manhã desta sexta-feira (5) em uma região por trás da Vila Olímpica de Macaíba, na Grande Natal, foi falsa.

(CORREÇÃO: ao publicar esta reportagem, o G1 errou ao informar que houve a descoberta de três corpos na manhã desta sexta-feira (5) em Macaíba. Na verdade, segundo a Polícia Militar, tratou-se de um alarme falso. A informação foi corrigida às 13h de 05/04/2019.

Comandante do 11º Batalhão da PM, o tenente-coronel Fábio Araújo disse ao G1 que havia recebido a notícia, mas depois corrigiu a informação dizendo tratar-se de uma alarme falso.

Central de videomonitoramento de São Gonçalo será interligada ao Ciosp

Falta interligar a central de videomonitoramento de Macaíba.
Coronel Macedo visita Central de Videomonitoramento de São Gonçalo (Foto: Reprodução/Prefeitura SGA)

Do site da Prefeitura de São Gonçalo:

A Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante e o Governo do Estado do RN estão dialogando constantemente sobre o fortalecimento da segurança pública na cidade. Na manhã desta terça-feira (23), o diretor do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), coronel Macedo, esteve visitando a Central de Videomonitoramento de São Gonçalo.

O objetivo da visita é fortalecer o sistema de comunicação da Guarda Municipal com o Ciosp. “Vamos integrar esse sistema de São Gonçalo com o nosso, e, com isso, facilitar ações da Secretaria Estadual de Segurança Pública e da Polícia Militar na cidade”, observa coronel Macedo, ressaltando: “Com certeza a ação da PM na cidade será fortalecida”.

Ainda de acordo com o coronel o sistema de radiocomunicação do Estado já está ligado com o do município. “Já estamos trabalhando com a comunicação via rádio, que facilitará o contato entre guarda e nossa central, reduzindo o tempo de resposta nos chamados de ocorrências. E na próxima semana as imagens das câmeras de São Gonçalo serão interligadas com a Secretaria Estadual de Segurança Pública”. (…)

Professores da Prefeitura de Macaíba são assaltados no distrito de Cana Brava

De acordo com informações do blogue Diário de Macaíba, bandidos armados abordaram o ônibus dos professores e fizeram um arrastão. A polícia foi acionada, mas, por enquanto, ninguém foi preso.
Foto ilustrativa

De acordo com informações do blogue Diário de Macaíba, professores da rede municipal de ensino foram assaltados no distrito de Cana Brava, na tarde desta terça-feira (11), dentro do ônibus que transporta os professores.

Segundo o blogue, bandidos armados abordaram o ônibus, colocaram uma arma na cabeça do motorista, fizeram um professor refém, tudo isso enquanto realizavam um arrastão.

A polícia foi acionada e ônibus foi escoltado até a delegacia da cidade, onde os professores fizeram um boletim de ocorrência. No entanto, até o momento da publicação desta matéria, ninguém foi preso.

Artigo: Campo da Mangueira vive o pior momento de sua história

Somente este ano, cinco pessoas foram assassinadas no bairro. Duas delas, nas últimas 24h
Ruas do bairro Campo da Mangueira, um dos maiores bairros de Macaíba

Do Conecttv 

O bairro Campo da Mangueira, em Macaiba, vem sofrendo um dos piores momentos da sua história, em relação aos altos índices de crimes ocorridos.

Somente neste ano de 2017, o bairro já registrou mais de cinco crimes de homicídios. Dois deles ocorreram em menos de 24 horas. Um na noite de ontem (24) onde um segurança foi assassinado no momento que jogava baralho com amigos e o outro na manha deste sábado.

Até o momento, oficialmente, nenhum suspeito foi preso em relação aos crimes ocorridos no bairro.

A população reclama também dos constantes assaltos que ocorrem e do tráfico de drogas.

Os moradores do bairro cobram às autoridades competentes uma resposta imediata em relação aos crimes ocorridos na comunidade.