Núcleo da UFRN inicia produção de álcool 70% para unidades de saúde

A produção será destinada às unidades de saúde da UFRN (hospitais universitários e Diretorias de Atenção á Saúde do Servidor – DAS) e à Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap)
Foto: Reprodução/Internet

Tribuna do Norte

O Núcleo de Pesquisa em Alimentos e Medicamentos (Nuplam/UFRN) produziu os primeiros mil litros de álcool liquido antisséptico 70% para ajudar as unidades de saúde durante a pandemia do Covid-19. A produção será destinada às unidades de saúde da UFRN (hospitais universitários e Diretorias de Atenção á Saúde do Servidor – DAS) e à Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) para distribuição aos seus estabelecimentos de saúde.

A unidade dispõe ainda de pelo menos 10 mil litros de álcool concentrado que passará por processo de transformação para álcool 70%, mais adequado para matar o vírus e bactérias, pois não evapora tão rápido quanto o álcool absoluto. Os insumos necessários, álcool, embalagem, rotulagem, estão sendo destinados através de doação ou por meio de compra direta partilhada entre a UFRN e o governo do Estado.

O produto está sendo envasado, lacrado e rotulado no próprio Nuplam em garrafas plásticas de 1,5 litro e depois encaixotado em lotes para controle. Por hora, não há previsão para a produção de álcool em gel devido à falta de polímero no mercado, mas segundo a vice-diretora do Nuplam, Lourena Mafra, o Núcleo aguarda a importação do produto, ao mesmo tempo em que são feitas pesquisas de alternativas para o uso de outros espessantes que possam substituí-lo.

Mais polos produtores

Desde a semana passada, o Departamento de Farmácia da UFRN(DFARM) já está produzindo álcool para auxiliar os serviços de saúde do estado durante a pandemia da Covid-19. A unidade do Centro de Ciências da Saúde (CCS/UFRN) tem capacidade instalada para produzir até 1.200 litros do produto por dia, mas esse trabalho específico depende exclusivamente de doações.

UFRN abre inscrições para ocupação de 448 vagas residuais

Estudante pode se inscrever no processo seletivo até o dia 9 de setembro.
Reitoria da UFRN (Foto: Igor Jácome/G1)

G1 RN

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte abriu nesta segunda-feira (19) inscrições para a ocupação de 448 vagas residuais nos cursos de ensino superior da instituição. O aluno pode se inscrever para concorrer a uma das vagas até o dia 9 de setembro e o custo é de R$ 30.

As inscrições são feitas através do site da Comissão Permanente do Vestibular (Comperve) da UFRN.

Ao todo, são 448 vagas oferecidas que estão distribuídas nos campi de Natal, Caicó, Currais Novos, Macaíba e Santa Cruz. As provas acontecem no dia 29 de setembro.

Para se candidatar, é preciso possuir vínculo ativo em algum curso de graduação, ser formado em alguma graduação ou ser ex-aluno de graduação da UFRN. No edital, é possível ver quais cursos têm vagas disponíveis.

O processo seletivo será composto por prova escrita objetiva de língua portuguesa e matemática, além de redação e prova de títulos. As vagas residuais são geradas por cancelamentos de curso, conforme o Regulamento dos Cursos Regulares de Graduação da UFRN.