Seleção Brasileira Feminina pode ter bicampeã olímpica como treinadora no lugar de Vadão

Confederação Brasileira de Futebol já procurou Pia Sundhage para saber sobre o seu interesse em assumir o Brasil, e a sueca se mostrou disposta a conversar
Vadão atual técnico da Seleção Brasileira Feminina (Foto: Reprodução/FOX Sports)

FOX Sports

Após a disputa da Copa do Mundo na França sob o comando do técnico Vadão, a Seleção Brasileira Feminina poderá ter uma treinadora bicampeã olímpica como substituta. Segundo publicação do Globoesporte.com, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já procurou a sueca Pia Sundhage, que atualmente está à frente da categoria sub-16 do seu país.

Após a eliminação para a França nas oitavas de final deste último Mundial, o presidente da CBF, Rogério Cabloclo, procurou Sundhage, que se mostrou disposta a conversar. O próximo passo é conversar com Vadão sobre uma substituição no cargo e, em seguida, se acertar com a sueca.

Bicampeã olímpica à frente dos Estados Unidos, a treinadora é vista como uma referência no esporte, inclusive pelo fato de, nas últimas Olimpíadas, no Rio de Janeiro em 2016, ter chegado à final sob o comando da Suécia, e perdendo para a Alemanha. Caso Sundhage não acerte com o Brasil, a certeza é que a CBF irá atrás de uma outra treinadora, necessariamente mulher.