Vídeo da reunião é “devastador para Bolsonaro”, dizem investigadores

Eles assistiram às filmagens
Jair Bolsonaro e seus filhos Flávio, Eduardo e Carlos (Foto: Reprodução/Internet)

Conversa Afiada

Investigadores que assistiram ao vídeo da reunião ministerial de 22 de abril avaliam que o conteúdo da gravação é “devastador” para Jair Bolsonaro.

Para eles, o material confirma as acusações de Sergio Moro sobre as tentativas do presidente de interferir no trabalho da Polícia Federal.

“O vídeo é ruim para Bolsonaro, muito ruim. Escancara a preocupação do presidente com um eventual cerco da PF a seus filhos”, destacou um dos investigadores ao Estadão.

Pessoas que tiveram acesso ao vídeo também disseram à Folha de S.Paulo que Bolsonaro ligou a mudança no comando da Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro à proteção de sua família. Segundo o presidente, seus familiares estariam sendo perseguidos.

Inscrições para o Enem 2020 começam nesta segunda-feira

Cerca de 100 mil participantes podem optar entre impresso ou digital
Enem, usado no Sisu, Prouni e Fies, é o principal meio de acesso ao ensino superior no Brasil  (Foto: Reprodução/RBS TV)

Agência Brasil

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 começam nesta segunda-feira (11) e vão até o dia 22 de maio. Elas poderão ser feitas por meio da página do Enem na internet.

Enem digital

A partir deste ano o Enem terá duas modalidades de provas, as impressas, com aplicação prevista para os dias 1º e 8 de novembro, e as digitais, para os dias 22 e 29 de novembro. Cerca de 100 mil participantes vão poder escolher entre as modalidades. O participante que optar por fazer o Enem impresso não poderá se inscrever na edição digital e, após concluir o processo, não poderá alterar sua opção.

A estrutura dos dois exames será a mesma. Serão aplicadas quatro provas objetivas, constituídas por 45 questões cada, e uma redação em língua portuguesa. Durante o processo de inscrição, o participante deverá selecionar uma opção de língua estrangeira – inglês ou espanhol.

Neste ano, será obrigatória a inclusão de uma foto atual do participante no sistema de inscrição, que deverá ser utilizada para procedimento de identificação no momento da prova. O valor da taxa de inscrição é de R$ 85 e deverá ser pago até 28 de maio.

Isenção de taxa

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), todos os participantes que se enquadrarem nos perfis especificados nos editais, mesmo sem o pedido formal, terão isenção da taxa. A regra vale tanto para os participantes que optarem pelo Enem impresso quanto para os que escolherem o Enem digital e se aplica, inclusive, aos isentos em 2019 que faltaram aos dois dias de prova e não tenham justificado ausência.

Portanto, no ato da inscrição para o Enem 2020, terão isenção de taxa os candidatos que estejam cursando a última série do ensino médio este ano, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública declarada ao Censo da Educação Básica; tenham feito todo o ensino médio em escolas da rede pública ou como bolsistas integrais na rede privada e tenham renda per capita familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio; ou declarem estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por serem membros de família de baixa renda e que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), que requer renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

A consulta aos resultados dos pedidos de recurso para a isenção de taxa de inscrição do Enem, os interessados devem acessar a Página do Participante, no aplicativo ou no site do Enem, e conferir as informações.

Acessibilidade

A Política de Acessibilidade e Inclusão do Inep visa dar atendimento especializado aos participantes que necessitarem. Para facilitar a compreensão no momento da inscrição, os atendimentos específicos (gestantes, lactantes, idosos e estudantes em classe hospitalar) foram incluídos na denominação “especializado”. As solicitações para esses atendimentos também deverão ser feitas entre 11 e 22 de maio. Os resultados serão divulgados em 29 de maio. Para os pedidos que forem negados, está prevista uma fase para apresentação de recursos. O resultado final estará disponível no dia 10 de junho.

Os pedidos de tratamento por nome social serão feitos entre 25 e 29 de maio, com previsão de divulgação dos resultados em 5 de junho. O período para apresentação de recursos será entre 8 e 12 de junho e a disponibilização dos resultados finais em 18 de junho.

Os cantores Marcello e Rodrigo promovem Live na noite deste sábado, em Macaíba

É hoje! Finalmente chegou o dia! A partir das 18h será a Live dos amigos Marcello & Rodrigo. Se inscreva no canal do YouTube e cante, dance, se divirta, tudo sem sair de casa.

A dupla é da cidade de Macaíba e tocam juntos desde jovens e profissionalmente há 2 anos.

“A ideia da Live surgiu quando amigos e admiradores da dupla ficaram pedindo para a gente marcar essa apresentação.” Disse Rodrigo Barbosa.

No dia 25 de abril Marcello & Rodrigo fizeram uma “live de esquenta”, mostrando um pouquinho de como seria a Live de hoje à noite. “Era só um esquenta que virou uma festa.” Disse Marcello.

Pré-candidato a prefeito Emídio Jr. recebe o apoio de lideranças do Campo da Santa Cruz

Nesta semana o pré-candidato a prefeito de Macaíba, vereador Emídio Jr. recebeu o apoio de três importantes lideranças do campo da Santa Cruz. O primeiro apoio divulgado foi do senhor Cícero, que é um cidadão preocupado com as questão sociais do bairro em que vive e que deseja um futuro melhor para toda Macaíba.

O segundo apoio foi do desportista Clebson Santos, que realiza um excelente trabalho no futsal e futebol de nossa cidade, tanto na categoria masculina como na feminina e que também declarou apoio a pré-candidatura a vereador, Denilson Gadelha, que é um aliado de primeira hora de Emídio.

O terceiro e último apoio divulgado pelo pré-candidato nesta semana foi do jovem, Júlio Félix, que por muitos anos foi presidente da Associação de Moradores do Campo da Santa Cruz e também é pré-candidato a vereador pelo Partido Liberal, que é o partido de Emídio Jr.

Não há regra geral sobre isolamento social, diz ministro da Saúde

Diferentes medidas devem ser adotadas por estados e municípios
O ministro da Saúde, Nelson Teich, durante a coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, sobre as ações de enfrentamento no combate ao coronavírus (Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil)

Agência Brasil

O ministro da Saúde, Nelson Teich, disse hoje (7) que o governo não tem uma uma regra geral para todo o país sobre a necessidade do isolamento social. Segundo ele, diferentes medidas devem ser adotadas por estados e municípios a depender do avanço do novo coronavírus em cada local.

Teich, que assumiu a pasta da Saúde há cerca de 20 dias, participa de uma reunião da comissão externa da Câmara dos Deputados que debate ações preventivas contra o coronavírus.

“A gente tem desde medidas mais simples, que vão passar principalmente por distanciamento social, higiene das mãos, uso de álcool em gel e das máscaras, até situações em que vai ter que ter o lockdown [fechamento total, confinamento]. O problema é que não dá para trabalhar essa discussão como se o lockdown fosse a essência de tudo”, disse o ministro, ao ser questionado sobre qual a orientação do governo sobre o isolamento social.

De acordo com Teich, o ministério elaborou uma “matriz de riscos” para orientar os entes federados nas medidas. A matriz leva em conta critérios como a incidência e o crescimento da doença no local, a estrutura disponível, como hospitais, leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) e ambulatórios para tratar os casos do novo coronavírus e os recursos humanos disponíveis.

“Com isso, a gente avalia o quão difícil vai ser para a estrutura suportar o crescimento [da doença]. A partir daí, você define se tem que segurar muito o número de casos novos e aí você pode ter que chegar a situações extremas como o lockdown”, disse Teich. “O que não podemos é transformar isso em uma discussão política, é uma discussão técnica. Vai ter uma situação para cada lugar e cada momento”, acrescentou.

lockdown, uma espécie de bloqueio total, é considerado como uma medida mais radical de distanciamento social, quando o funcionamento de estabelecimentos e a circulação de pessoas é restringida ao máximo.

De acordo com o ministro, caberá a estados e municípios decidir qual o tipo de medida, inclusive o lockdown, deve ser adotada. “A orientação geral hoje é que se analise cada região com base nas variáveis, lembrando que essa é uma decisão local de estados de municípios”, afirmou.

A medida foi adotada no Maranhão na última terça-feira (5), por determinação judicial, em quatro municípios da região metropolitana de São Luís.

lockdown também foi anunciado pelo governo do Pará, em 10 cidades, e vai funcionar de hoje até o próximo domingo (9) de forma “educativa”. Depois, punições poderão ser aplicadas em caso de descumprimento até o domingo (17).

No Ceará, a capital Fortaleza, decretou a partir de amanhã (8) a proibição da circulação de pessoas” em locais ou espaços públicos, “salvo quando em deslocamentos imprescindíveis para acessar as atividades essenciais”.

Homem baleado no rosto é deixado na frente da sede do Samu em Natal e morre durante atendimento

Caso aconteceu no início da tarde desta quinta-feira (7) na Zona Oeste da capital potiguar. Vítima ainda não foi identificada.
Equipe do Samu Natal tentou socorrer homem abandonado na frente da sede do serviço, mas ele não resistiu (Foto: Reprodução/InterTV Cabugi)

G1 RN

Ocupantes de um carro branco abandonaram um homem baleado no rosto em frente à sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Natal no início da tarde desta quinta-feira (7). Ele foi socorrido por uma ambulância que chegava à unidade na hora, mas não resistiu e morreu.

O caso aconteceu na Avenida Nascimento de Castro, no bairro Dix-Sept Rosado, na Zona Oeste da capital. A equipe do Samu informou que o homem tinha marcas de tiros no rosto e não precisou se ele também foi atingido em outras partes do corpo.

O homem ainda não foi identificado e ninguém soube informar quem seriam as pessoas que deixaram a vítima no local. A Polícia Militar foi acionada e deslocou equipes para o local, para escoltar a ambulância do Samu, que irá levar o corpo ao Instituto Técnico-Científico de Perícia.

De acordo com servidores do Samu ouvidos pela reportagem da Inter TV Cabugi, uma mulher ligou para o local e afirmou que o homem é um sargento policial militar. Ao G1, a assessoria de comunicação da corporação afirmou que o caso ainda é apurado e não há confirmação da morte de um militar.

Índice de isolamento cai para 40% e faz contaminação continuar aumentando

“Devido às aglomerações nas ruas estamos entrando numa fase extremamente perigosa. Fortaleza já entrou em lockdown, Maceió, Recife e Manaus estão próximo disso”, alerta Spinelli.
Foto: Elisa Elsie/ ASSECOM RN

“Os casos de contaminação pelo novo coronavírus crescem e estão espalhados por todo o Estado. Isto é um reflexo das aglomerações nas ruas nos últimos dias. Hoje talvez seja o pior dia até agora, pelos números e pelo cenário que se avizinha. A situação é de muito risco. Me desculpem por estas afirmações, mas todos precisam saber disso”. A declaração é do médico Petrônio Spinelli, secretário adjunto da Saúde Pública do Governo do Estado ao anunciar os números da pandemia no RN, em entrevista coletiva, nesta quarta-feira, 06.

Diante da gravidade da situação, Spinelli lembrou declaração do coordenador do Comitê Cientifico do Nordeste, cientista Miguel Nicolelis, que alertou para as consequências do crescimento da pandemia. “Devido às aglomerações nas ruas estamos entrando numa fase extremamente perigosa. Fortaleza já entrou em lockdown, Maceió, Recife e Manaus estão próximo disso. Criou-se a ilusão de que seria possível flexibilizar. Ainda não. E o uso da máscara não é garantia para ir às ruas com segurança. Estamos mais perto do lockdown do que da flexibilização”, afirmou.

Os casos suspeitos são 5.503; foram confirmados 1.644 e descartados 4.943. Outros 662 se recuperam e tiveram alta hospitalar, 72 foram a óbito e há 25 mortes em investigação. A estatística mostra que hoje estão internados 52 pacientes em leitos críticos nos Hospitais do Estado. A taxa de ocupação destes leitos é maior que 40%. O índice do isolamento social chegou a percentual muito baixo, em torno de 40%. É preciso pelo menos 60%.

Os óbitos confirmados em consequência da Covid-19 registrados na terça-feira, 05, ocorreram em municípios de pequenos e médios portes. Cidades maiores, como Natal e Mossoró, não tiveram óbitos por Covid pelo segundo dia consecutivo, o que constata a difusão da doença pelo interior. Os óbitos desta terça-feira ocorreram em Tabuleiro Grande (que não havia ainda registrado nenhum caso suspeito), Ipanguassu, Serra Negra e Areia Branca. Entre os 25 óbitos em investigação, dois aconteceram em Mossoró e quatro em Natal. A maioria ocorreu nas cidades médias e pequenas.

Analisando este quadro, Petrônio Spinelli alertou para três pontos de vista que considera ilusórios: “O primeiro é que não há cidade protegida por que não há casos. Veja Tabuleiro Grande que não tinha nenhum caso e já apareceu com um óbito. O segundo é que o vírus circula e quando analisamos os óbitos no interior e nas áreas periferias, volta a ser mais letal junto às pessoas idosas e com comorbidades, retornando ao seu perfil inicial. A terceira ilusão é acreditar que o vírus poderá ser vencido de forma isolada. Ilusões podem ser fatais. Os municípios precisam, através dos planos de contingências locais, informar as regionais de Saúde para que a Secretaria Estadual de Saúde execute da melhor forma possível o plano de assistência nas regiões”.

Veja mais aqui

Deputado Kleber Rodrigues pede monitoramento nas divisas do RN

O deputado quer alertar as autoridades para a necessidade de monitorar as pessoas que entram no Rio Grande do Norte no momento da pandemia do Coronavirus – COVID-19.
Imagem: Reprodução/Rede Social

O deputado Kleber Rodrigues (PL) apresentou requerimento a governadora Fátima Bezerra solicitando a verificação de temperatura através de termômetros infravermelho nos acessos que interligam o Estado do Rio Grande do Norte aos demais Estados.

O deputado quer alertar as autoridades para a necessidade de monitorar as pessoas que entram no Rio Grande do Norte no momento da pandemia do Coronavirus – COVID-19.

O acompanhamento da temperatura corporal vai ajudar a evitar casos de infecção e contagio por Coronavirus e a identificação da possível contaminação e propagação no Estado.

“Propomos a Assembleia um estudo urgente por entendemos ser matéria de suma importância, pois, além de garantir segurança à população do Estado, minimiza os impactos devastadores que o COVID-19 e futuras epidemias possam ter sobre essa população” disse o deputado.

Israel anuncia descoberta de anticorpo para o coronavírus

Trabalho é feito pelo Instituto para a Investigação Biotecnológica
Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino

Agência Brasil

O Instituto de Israel para a Investigação Biotecnológica, do Ministério da Defesa, anunciou que desenvolveu um anticorpo para o coronavírus e que prepara a patente para depois entrar em contato com empresas farmacêuticas, com o objetivo de produzir em escala comercial.

Em comunicado, o instituto assegura que o anticorpo desenvolvido ataca e neutraliza o vírus nas pessoas doentes.

“De acordo com os pesquisadores, liderados pelo professor Shmuel Shapiro, a fase de desenvolvimento do anticorpo foi concluída”, acrescenta a nota.

O ministro da Defesa de Israel, Naftali Benet, visitou o laboratório do instituto em Nezz Ziona, ao sul de Tel Aviv, onde tomou conhecimento da pesquisa. Ele afirmou que o “anticorpo ataca o vírus de forma monoclonal” qualificando o trabalho desenvolvido como “grande conquista”.

“Estou orgulhoso do pessoal do Instituto de Biotecnologia por esse avanço. A criatividade e o pensamento judaico atingiram grande resultado”, disse o ministro na nota. O texto não especifica se foram realizados testes em seres humanos.

Altos cargos do setor da defesa e da segurança israelita disseram que a descoberta é a “primeia desse tipo em nível mundial”.

De acordo com a publicação digital Times of Israel, no mundo há cerca de uma centena de equipes de investigação à procura de uma vacina para o novo coronavírus, que provocou a pandemia, sendo que cerca de uma dezena estão, neste momento, em fase de teste em seres humanos.

Especialistas avisaram, em março, que o processo após o desenvolvimento de uma vacina em laboratório pode demorar pelo menos 18 meses.

O Instituto para a Investigação e Biotecnologia de Israel dedica-se, entre outras atividades, a investigar armas químicas, procurando antídotos contra novas substâncias.

Em março, o jornal Haaretz publicou que o centro tinha conseguido avançar nas investigações sobre a vacina, tendo o Ministério da Defesa desmentido a informação.

Em nível global, segundo balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 250 mil mortes e infetou mais de 3,5 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Moro: Bolsonaro trocaria diretor e ministro se não pudesse substituir PF no Rio

Bolsonaro ainda o ameaçou, na última semana, com a possibilidade de divulgação de videos gravados durante as reuniões que tinham.
ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro (Foto:Marcelo Casal Jr/Agência Brasil)

Tribuna do Norte

O ex-ministro da Justiça  e Segurança Pública, Segundo Moro, relatou, em depoimento prestado à integrantes da Polícia Federal em Curitiba no último domingo e obtido pelo Broadcast Político, que o presidente Jair Bolsonaro disse que interferia “em todos os ministérios” e “quanto ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, que se não pudesse trocar o superintendente da Polícia Federal do Rio de Janeiro (Carlos Henrique Oliveira), que trocaria o diretor-geral (Marcelo Valeixo) e o próprio ministro da Justiça”.

Segundo Moro, Bolsonaro ainda o ameaçou, na última semana, com a possibilidade de divulgação de videos gravados durante as reuniões que tinham.

Sobre os pedidos de acesso negados do presidente a relatório de inteligência da Polícia Federal, argumento utilizado por Bolsonaro para a exoneração de Valeixo, Moro disse durante depoimento que nem ele nem Valeixo violariam o sigilo de investigações policiais.

De acordo com o ex-ministro, “não é verdadeira” a afirmação usada por Bolsonaro de que não recebia relatórios da Polícia Federal. Segundo Moro, informações da PF eram encaminhadas à Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e consolidada em relatórios para o presidente.

Moro disse que recebeu o aval do ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, Augusto Heleno, que teria dito que “o tipo de relatório que o presidente queria não poderia ser dado”. Em reunião com os generais que chefiam pastas do Executivo, além de Heleno, o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e da Casa Civil Braga Netto, Moro afirmou que teria recebido o compromisso deles de demover o presidente da ideia de demitir Valeixo.