Assembleia Legislativa homenageia mulheres empreendedoras

A audiência foi promovida pela Frente Parlamentar da Mulher, através do mandato da deputada Cristiane Dantas.
Em alusão ao Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino, celebrado na última terça-feira (19), a Assembleia Legislativa, por meio da Frente Parlamentar da Mulher, realizou audiência pública em homenagem às mulheres empreendedoras. A proposição foi da deputada Cristiane Dantas (SDD).

Como propositora e presidente da Frente Parlamentar da Mulher, a deputada Cristiane Dantas presidiu o evento. Em seu discurso, ela destacou o empreendedorismo feminino como alternativa para buscar espaços no mundo dos negócios, como meio de empoderamento e como alternativa para resolver situações de mulheres que vivem em contexto de violência doméstica e vulnerabilidade social.

“Em momentos como este, acredito que fortalecemos as habilidades das empreendedoras, como também podemos despertar essa capacidade e confiança dentro de cada mulher e, assim, reduzir as desigualdades sociais e econômicas que bem sabemos e vivenciamos diariamente. Estamos conquistando, cada vez, mais espaço no mundo dos negócios, tendo uma fatia de 51% do mercado de empresas no Brasil, segundo dados de um relatório produzido pelo Sebrae. Mulheres que empreendem movidas, muitas vezes, pela necessidade de ter uma outra fonte de renda ou adquirir independência financeira. O empreendedorismo representa uma importante alavanca para o empoderamento feminino e pode ser uma grande oportunidade, especialmente para mulheres que vivem em situação de vulnerabilidade ou violência doméstica.
Representando as homenageadas, a empresaria do turismo Michele Pereira, agradeceu a homenagem e destacou o protagonismo feminino nos diversos seguimentos. “A Mulher está aí para desbravar os diversos seguimentos. A mulher acima de qualquer coisa, quando ela assume ela quer fazer bem e não fazer por fazer. A mulher é dona de casa, é mãe, administra o lar, a empresa e faz mil e uma coisas. Comecei a trabalhar muito cedo, pois queria ter o meu próprio dinheiro. Acredito muito na força da mulher porque temos a capacidade de fazer. Estamos cada vez mais como mundo na palma da mão, pois a mulher se reinventa a cada dia e tudo que ela faz, faz bem feito”. Declarou Michelle Pereira.