Presidente do STF cria comissão para apurar processos contra liberdade de imprensa no país

Ministra participou do Fórum Nacional do Poder Judiciário e Liberdade de Imprensa (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármen Lúcia, anunciou hoje (3) a instalação da comissão do Fórum Nacional do Poder Judiciário e Liberdade de Imprensa, do CNJ, para apurar possíveis restrições à liberdade de imprensa no país. De acordo com a ministra, atualmente, o Brasil não é um país que garante livremente o exercício do jornalismo.

“É proibido qualquer tipo de censura e, no entanto, continua haver censura e jornalistas que não podem exercer os seus diretos”, disse a ministra em evento realizado hoje, em Brasília.